10/06/2017

Dicas de viagem para Railay Beach


dicas de viagem railay beach
Dispensa legendas

Railay Beach é uma península, de lindas praias situada na cidade de Krabi, no sul da Tailândia, que não possui acesso via terra, pois é cercada de altas montanhas rochosas.

Com uma pegada bem mais tranquila que a urbana Ao Nang e a louca Phi Phi, Railay cada vez mais vem despertando a atenção de brasileiros que atravessam o mundo atrás de belas paisagens. E a pequena vila não decepciona, garanto!

Aqui neste post escrevo sobre as dicas básicas pra te ajudar a conhecer mais esse paraíso na terra!

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia

A minha viagem

Após minha passagem relâmpago por Bangkok, fui pra Railay para finalmente curtir o litoral tailândes.

Fiquei lá por cinco noites e o tempo foi mais do que suficiente para conhecer tudo com calma e até repetir programa!

Como chegar

Pra chegar em Railay Beach, apesar do acesso ser feito somente de barco, é bem fácil. Pra quem vem do continente (Krabi, Phuket ou outra cidade), os barcos saem de dois pontos distintos: Ao Nang e Ao Nam Mao.

Pra quem vem de Phi Phi, o ferry que vai para Ao Nang faz uma parada em Railay antes de seguir para o destino final. Basta informar na hora da compra da passagem que vai pra Railay, pois no embarque os passageiros são identificados com adesivos diferentes conforme o destino final.
 Como chegar em Railay Beach
Como chegar em Railay Beach a partir de Krabi

Pra quem vem de Ao Nang, a chegada é via Railay West e o desembarque é feito na praia. Pra quem viaja com mala de rodinhas é aquele momento de praticar o desapego ou ainda botar a malhação em dia.

Pra quem chega no aeroporto e vai direto pra Railay é melhor pegar o barco no píer de Ao Nam Mao. O embarque e o desembarque são feitos em plataformas flutuantes de plástico. É um pouco mais fácil carregar as malas do que na chegada pela praia.

dicas de viagem railay beach
Ao Nam Mao Pier

dicas de viagem railay beach
Píer de Railay

O trajeto é feito em long tail boat e não tem uma tabela fixa de horários, mas tem barco saindo a todo momento. Para os dois pontos de partida, o valor é o mesmo durante o dia: THB 100. As saídas noturnas são mais caras e é preciso negociar o valor da travessia direto com o barqueiro. O tempo de travessia não leva mais que 15 minutos.

Aqui a minha dica é: tente ser um dos primeiros a entrar no barco pra pegar um lugar debaixo do toldo e se proteger do sol.

Outra vantagem de ser um dos primeiros é que sua mala ficará por baixo de todas as outras. Quando o barco sair e começar a navegar é fato que vai rolar uns bons respingos dentro do barco e a mala estando por baixo tem menos probabilidade de se molhar. É aqui que você começa a praticar o desapego com a sua mala! 😂

Eu saí do aeroporto e fui direto para Ao Nam Mao, numa van compartilhada que fez duas paradas antes de chegar: uma em Krabi Town e outra no Porto de Krabi (não confundir o porto com o píer, são lugares diferentes). As paradas foram bem rápidas, só pra outros turistas descerem e ainda assim, levei uns 30/40 minutos pra chegar.

Como se locomover

Railay é um vilarejo pé na areia. Como não há acesso por terra, não circulam carros. Vi apenas algumas poucas motos que faziam o transporte de cargas entre os hotéis e restaurantes.

mapa de railay beach
 Mapa de Railay

dicas de viagem railay beach
Centrinho de Railay

Caminhar de Railay West até East leva uns 10 minutos. Não tem mistério nenhum em circular por Railay e em poucos minutos de caminhada entende-se como a vila funciona.

Atenção meninas: não adianta levar sapato. Aqui é chinelinho pra tudo!

Quando ir

Railay Beach fica localizada no Mar de Andaman, logo o melhor período para visitar a região é entre os meses de novembro a fevereiro, quando a probabilidade de chuva é menor. Só tem o inconveniente de ser alta temporada, quando os preços sobem e costuma ficar mais movimentado.

Nos meses de março e abril também chove pouco porém o calor dá uma apertada. A vantagem desses dois meses é o início da baixa temporada e possuir preços mais camaradas.


Nesses dois períodos que citei acima sempre espere uma pancada de chuva no fim da tarde. É bem típico da região e não chega a atrapalhar os planos praianos. Na verdade, no calorão da Tailândia dá até uma refrescada!

De maio a outubro é o período de monções no Mar de Andaman e a chuva costuma ser constante nessa região. O ideal é evitar a viagem nesse período pois a probabilidade de pegar chuva é muito alta. E vamos combinar, destino de praia com chuva é mega deprê!

 
Eu fui na segunda quinzena de abril e peguei muito calor. Nos cinco dias que passei em Railay,  fez muito sol e no final do dia era normal o tempo fechar, ameaçando cair aquela pancada de chuva. Muitas vezes ficou só na ameaça mesmo, apenas um dia choveu pra valer. Mas foi chuva rápida e antes do sol se por, o céu já estava claro novamente.

Onde se hospedar

Railay Beach também não tem mistério para hospedagem quanto à localização pois a vila é bem pequena e como disse acima, nenhum deslocamento leva mais que 10 minutos. Atenção apenas para os hotéis que ficam no alto, que prometem uma vista linda, mas não lembram de informar sobre as escadas pra chegar até lá!

Como já disse, Railay é dividido entre o lado east (onde chegam os barcos vindos de Krabi) e o lado west (onde chegam os barcos vindos de Ao Nang).

Se você faz questão de ficar num hotel de frente pra uma praia bacana, escolha Railay West. Se isso não faz diferença pra você, pode ir pra Railay East sem medo de ser feliz!

Para consultar hotéis em Railay Beach, clique aqui. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações! 😜   

A minha hospedagem

O hotel que eu escolhi foi o Avatar Railay, que fica em Railay East, a 2 minutos de caminhada do píer. Eu simplesmente amei o hotel!

O quarto é super espaçoso, bem decorado e tem box no banheiro. Um luxo na Tailândia! rs. Fiquei hospedada no quarto térreo, que possui acesso direto pra piscina, uma delícia! O hotel fornece toalhas e bolsa de praia, duas garrafas de água mineral por dia, lanterna e guarda-chuva (esses dois itens super úteis em Railay! 😂). Tudo pensado para melhorar a experiência do hóspede.

dicas de viagem railay beach
 Maravilha de quarto!

O ar condicionado funcionou super bem, aliás o melhor de toda a viagem. O wifi também não decepcionou e o hotel possui um espaço com mesas e computadores à disposição dos hóspedes.

O café da manhã era no estilo tailandês: pães, frutas, sucos e muita comida nada a ver para os nossos padrões. Era servido junto com o café pad thai, arroz frito, frango e outras comidas bem pesadas que eram difíceis até de olhar logo pela manhã cedo! Mas tirando isso, que é normal lá, dava pra sobreviver de boas com os pães, sucos e frutas.

Na recepção apenas uma atendente falava inglês. Tentar a comunicação com todos os outros funcionários era inútil. Mas isso é um problema generalizado na Tailândia, não tem muito o que fazer. Ainda assim, achei que os funcionários eram bem interessados em ajudar. Até mala eles carregaram pro quarto, fato inédito até então!

O hotel possui muitos gatos, que vivem soltos e bem à vontade. Mas isso é muito comum em toda a Tailândia, melhor abstrair. E ainda que você não goste muito de gatos, lembre-se: onde tem gato, não tem rato!

Destaque também para o restaurante do hotel que tinha um cardápio bem interessante. Mesmo pra quem não está hospedado é uma ótima opção pra jantar. Hóspedes tem 10% de desconto em todo o cardápio! 😉

E sabe qual o melhor de tudo? O precinho camarada do hotel! Recomendo demais a hospedagem no Avatar! É daqueles achados "bom, bonito e barato".

 Pra reservar este mesmo hotel, clique aqui.

O que fazer

Railay Beach é um vilarejo bem simples, portanto as opções de entretenimento estão todas voltadas ao principal atrativo da região, que são as praias.

dicas de viagem railay beach
Phra Nang Beach

A programação lá é basicamente curtir praia de dia, seja em Railay ou num passeio de barco próximo, o pôr do sol em Railay West, que possui um fim de tarde lindão e finalizar o dia cedo com um jantar ou um lanche, pois no dia seguinte tem mais praia.

dicas de viagem railay beach
Todo dia um pôr do sol incrível

Pra quem curte esportes, Railay é um destino conhecido mundialmente pelos praticantes de escaladas. Tem várias escolas que oferecem aulas para iniciantes e a todo tempo via pessoas penduradas pelas montanhas da praia.

Há outras atividades menos radicais como o aluguel de caiaque e SUP. Este último tem até opção de passeios guiados no fim de tarde e à noite, com pranchas adaptadas com luzes de led.

Pra contar em detalhes e carregar muitas fotos, escrevi um post sobre o assunto aqui: Railay Beach - o que fazer.

Vida noturna

Como disse acima, Railay é um lugar sossegado e o principal programa é curtir o dia nas praias da região.

Os melhores restaurantes (leia-se os mais apresentáveis) são os dos hotéis que são abertos para o público em geral. Os restaurantes da vila são em sua maioria muito simples, com comida regional, precinho camarada e aquele estilo tailandês: não primam muito pela higiene.

A vila conta com alguns barzinhos que ficam abertos até mais tarde e a galera fica lá tomando uns bons drinks, socializando com gente do mundo inteiro. Mas é uma parada bem light, que acaba cedo.

Feel like home

Um dos bares que ficam abertos até mais tarde é o Last Bar, literalmente o último bar na orla de Railay East. O bar, que possui um ringue de lutas bem no meio, tem luta de Muay Thai aos domingos e super vale a pena dar uma conferida. A luta começa às 22h e uma hora antes os garçons passam nas mesas cobrando o "ingresso" de THB 100 por pessoa. Mas quem quiser assistir a luta de pé não paga nada.

dicas de viagem railay beach
O de vermelho levou a pior

A luta é com lutadores de verdade (nada de turista bêbado fanfarrão) e o bar fica super animado! Depois que a luta termina, começa a apresentação de malabares com fogo e o movimento fica rolando até meia-noite.

Dicas Gerais

Dá pra conhecer Railay em um dia tranquilamente, mas o clima de lá é tão bacana que recomendo se hospedar por lá por pelo menos uns três dias e de lá fazer os passeios pela região.

Há poucos caixas eletrônicos (ATM), melhor contar com dinheiro em espécie. Aliás, na Tailândia, sempre!

Em Railay não há variação de câmbio. Todas as casas de câmbio possuem a mesma cotação, que não é das melhores. Deixe pra trocar lá somente o necessário.

Os preços em Railay são um pouco mais elevados do que em Phi Phi e Ao Nang.

Há apenas uma pequena farmácia na vila, e considerando a dificuldade de comunicação com os tailandeses, recomendo levar sua farmácia de viagem.

Há uma clínica para atendimentos emergenciais simples em Railay East que aceita todos os seguros de viagem. Conheço uma pessoa que precisou ser atendida lá e acabou levando dois pontos no rosto por causa de uma pancada. Disse que o atendimento foi bem tranquilo. Mas o melhor mesmo é não precisar usá-la.

Leve repelente. Os mosquitos de lá são famintos e atacam sem dó.

Apesar de ter lido que viajar pra praia na Tailândia com mala de rodinha fosse perrengue, eu fui de boas. Rola uns momentos de desapego como andar pela areia, de perrenguinho como embarque/desembarque do barco, mas deu tudo certo no final.

Não há polícia na vila mas tudo funciona na mais perfeita ordem. Teve uma noite que rolou uma briga de casal no nosso hotel e o cara deu umas pancadas na esposa. Outros hóspedes tentaram chamar socorro, de nada adiantou e a briga rolou até altas horas. No dia seguinte eles já estavam de bem no café da manhã.

Apesar da política antidrogas do país, em Railay as drogas são vendidas nos bares sem a menor cerimônia.

A cerveja mais barata da vila eu comprei numa vendinha entre o hotel Avatar e o estúdio de tatuagem do monge - essa é a dica mais importante de todas! 😂

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia


*Data da viagem: abril/2017

Leia mais sobre a minha viagem para a Tailândia:

- Montando o roteiro de viagem pela Tailândia
- Informações importantes antes de ir para a Tailândia
- Como escolher o melhor voo para a Tailândia
- Como chegar e sair dos aeroportos de Bangkok
- Dicas Gerais de Bangkok
- O que fazer em Bangkok 

0 comentários:

Postar um comentário