24/06/2017

Como é voar na Thai Airways


Como é voar na Thai Airways
Thai Airways

A Thai Airways é a principal companhia aérea da Tailândia. Utilizei a companhia para fazer os voos internos no país, entre Bangkok e Krabi.

Ela é membro da Star Alliance (oba, pontinhos!) e seus voos em Bangkok são operados no aeroporto Suvarnanabhumi (BKK). Ela opera além dos trechos internos também voos para outros países.

As passagens na Tailândia, em geral, são muito baratas. A minha opção pela Thai se deu mais pelo fato dela operar no aeroporto BKK, já que precisaria pernoitar próximo deste aeroporto para seguir viagem de volta ao Brasil. E com certeza isso foi um grande facilitador, já que os dois aeroportos são bem distantes um do outro.

Compra da Passagem

Como disse acima, comprei os trechos internos (BKK - KBV) com a Thai. O site, todo em inglês, é de fácil navegação e possui informações bem claras. Foi uma compra muito fácil de se realizar.

Como comprei com antecedência de 2 meses, optei pela Early Fare, que dá direito à mala despachada de 30kg porém não permite realizar nenhuma alteração de nome, data e/ou trajeto. 

E as restrições são bem sérias mesmo. Estando em Bangkok, resolvi antecipar minha ida para Krabi pois não gostei da cidade (conto essa história em detalhes aqui) e ao tentar alterar as passagens, o sistema nem me dava opção de realizar qualquer alteração. Conclusão: perdi as passagens! Sorte que não foram caras e perdi só uns R$200 nessa brincadeira.

Por isso é importante ler bem as condições de cada tarifa, pra depois não passar aperto.

O preço das passagens é mostrado em moeda tailandesa e a conversão para o dólar é feita na fatura do cartão de crédito. O pagamento foi feito sem complicações e a confirmação do voo chegou imediatamente em meu email.

Atenção: há uma orientação da companhia sobre a exigência de apresentação do cartão de crédito que realizou a compra no ato do check in. Eu inclusive, li alguns relatos de pessoas que não portavam o mesmo cartão de crédito na hora e foram impedidas de embarcar, tendo que comprar novas passagens (leia esse relato aqui).

Eu perdi o embarque em Bangkok, por isso não tenho como informar se lá essa exigência é cumprida. Em Krabi, quando fiz o checkin não me pediram o cartão. Também não vi pedir para outros passageiros. Mas pode ter sido só nesse dia, não sei.. Por via das dúvidas só compre as passagens com um cartão que você estiver portando na ocasião do embarque, evitando assim maiores transtornos.

Check in

Ainda no Brasil, tentei marcar os assentos com antecedência, mas não consegui. Procurei bastante no site mas não achei, por isso nem sei se é possível.

Com isso relaxei também e resolvi não fazer check in antecipado e deixar pro aeroporto. Estava com tempo de sobre e teria que despachar bagagem, então de qualquer jeito teria que passar pelo balcão de atendimento.

O procedimento foi todo bem simples e atendente não pronunciou nenhuma palavra comigo, nem um sawasdee ka qualquer. Pegou passaporte, etiquetou bagagem, entregou bilhetes de embarque e pronto. 

Mas pra quem quiser, a companhia disponibiliza check in pelo site ou pelo aplicativo. Eu é que estava de preguiça mesmo, rs.

O voo

O embarque foi bem tranquilo e o voo saiu com um atraso de uns 20 minutos. A tripulação foi muito gentil e educada.

Apesar da duração do voo ter sido curta, de apenas uma hora, foi servido um lanche bacana até: um wrap de frango e queijo e pra beber, água. E eu sonhando com aquela coca-cola gelada.. Affe!

Daí depois que todo mundo terminou de comer eles serviram as bebidas: coca-cola, suco, café e chá. Vai entender! Coisas da Tailândia..

Conclusão

Tive uma experiência muito positiva com a Thai Airways. Voaria com eles novamente com toda certeza.


Como é voar na Thai Lion

Thai Lion Air

A Thai Lion é uma empresa low cost tailandesa que opera voos domésticos e internacionais pela Ásia e Oceania.

Na verdade, minha viagem com a Thai Lion não estava nada programada! Saí do Brasil com minhas passagens internas pela Tailândia compradas pela Thai Airways mas ao chegar em Bangkok e mudar de planos, não consegui trocar as passagens já compradas por causa da tarifa que havia escolhido, que não permitia alteraçõesssss.

Daí, pra botar os novos planos em prática, tive que comprar uma passagem de última hora, para o primeiro horário do dia seguinte. E foi assim que a Thai Lion surgiu na minha viagem, no susto!

Compra da passagem

O site da Thai Lion é até simpático e de fácil navegação. Pesquisar voos e valores foi super simples. Uma das coisas que achei mais bacana é que os preços de última hora eram os mesmos de quando pesquisei com dois meses de antecedência. No geral, os preços na Tailândia não variam muito.

Na Thai Lion é permitido embarcar com uma pequena mala de mão e despachar uma mala de até 15kg. Caso seja necessário, é permitido comprar uma franquia maior de bagagem antes do check in (tem companhias que nem isso permitem). Comprei mais 5kg por THB 250 porque já sabia que minha mala estava com 20kg.

Aliás, é super importante ficar atento com a questão de bagagem nessas companhias low costs asiáticas, porque eles impõem uma série de restrições. Certifique-se de ler bem todas as informações antes de comprar a passagem.

Mas voltando à compra, travei no momento de concluir o pagamento. O sistema deles simplesmente não aceita cartões internacionais. A solução é: 1. Ter um cartão tailandês (impossível) / 2. Comprar em uma agência virtual, tipo a Expedia (e pagar taxa de conveniência) / 3. Sentar e chorar.

Agora me imagine, naquela situação de "emergência", precisando comprar o voo com um dia de antecedência e nada do cartão passar! Foi um desespero! Foi aí que percebi nas opções de pagamento um ícone do 7 Eleven e cliquei pra ver no que dava. 

Para minha surpresa eles possuem um sistema de cobrança integrado ao 7 Eleven que salvou a minha vida! Quando escolhida essa forma de pagamento, é feita uma reserva e emitida uma ordem de pagamento que segue direto pro seu email.

Daí você vai até a 7 Eleven mais próxima (qualquer uma), informa o número da reserva e pronto. Basta pagar e em instantes recebe um email de confirmação da compra da passagem. Simples e eficiente! (e salvador de turistas perdidos em Bangkok também!)

Check in

Não fiz check in antecipado pois teria que despachar mala então de qualquer maneira passaria pelo balcão. Mas há opção de check in on line, eu é que não testei.

A atendente do aeroporto foi muito solícita e fez os procedimentos de checkin e despacho de bagagem muito rapidamente. Fiquei surpresa quando questionei sobre minha mala de mão que estava fora do padrão de tamanho, portanto na teoria deveria ser despachada. Além disso estava com uma mochila nas costas, ou seja, duas malas de mão. Mas a atendente disse que não precisava despachar a mala pequena e eu poderia embarcar com as duas. Ok então!

O voo

O embarque foi super organizado e os comissários muito solícitos, sempre atentos em ajudar os passageiros a encontrar seus assentos ou guardar seus pertences. Até me chamou a atenção deles com esse cuidado, bem diferente da maioria das companhias aéreas em que os comissários somem nessa hora.

De fato, ninguém reclamou das minhas duas bagagens de mão. Entrei com a mala pequena e mochila sem nenhum problema. 

A aeronave era bem nova, os assentos eram em configuração 3 x 3 e o todo me passou uma ótima impressão. O único ponto negativo era o espaço entre os assentos que era mínimo! Eu que tenho 1,73 viajei com a perna encostando no assento da frente. Sorte que o voo era curto, somente uma hora.

Aqui a boa é pegar os assentos da saída de emergência, que nesta aeronave ao invés de três eram apenas dois. Nós nem sabíamos desse detalhe, mas a atendente gente boa deve ter percebido que o maridão ia passar aperto e colocou ele em um assento exatamente atrás da saída de emergência, no espaço onde falta o terceiro assento. Com isso ele pôde viajar tranquilo.

O voo saiu pontualmente no horário e foi muito tranquilo. Durante a viagem não foram servidos lanches gratuitos, mas havia disponibilidade para compra.

Cheguei no horário previsto no meu destino e retirei minha bagagem sem nenhum problema.

Conclusão

Thai Lion mais do que aprovada! Bom atendimento, pontualidade e preço camarada. Para pequenas distâncias, voaria com eles novamente com toda certeza!

Passeios de barco em Krabi: Quatro Ilhas e Hong Island


passeio barco krabi tailandia
Ah, os barquinhos tailandeses!

Um dos grandes atrativos pra quem visita a região de Krabi, na Tailândia, são os passeios pelas lindas ilhas do Mar de Andaman.

Antes de viajar para a Tailândia eu tinha muitas dúvidas sobre qual passeio valia a pena fazer, quanto custaria, a duração, onde contratar etc. Agora que eu voltei de lá, estou cheia de informações e dicas para compartilhar.

Por isso se estiver de viagem marcada para a Tailândia, fique atento pra não perder nenhuma das maravilhosas ilhas da região de Krabi! E acredite, são muitas! 😍

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia  

Como funcionam

Os passeios para as ilhas mais próximas de Krabi tem duração de quatro ou seis horas e podem ser feitos de duas maneiras: compartilhado com outras pessoas ou privativo.

O compartilhado é feito em lanchas grandes e rápidas, com capacidade para até 25/30 pessoas, que são chamadas de "speed boat". Nesse tipo de passeio, o roteiro é pré-definido pela agência e geralmente as refeições estão incluídas.

passeio barco krabi tailandia
Speed boat

O que eu não gosto dessa modalidade é a aglomeração de pessoas, principalmente se você der o azar de pegar um grupo de chineses histéricos. Vai por mim, não vai ser nada legal 😑 E tem também a questão do roteiro engessado, quando tudo tem horário determinado. Então se você gostar muito de um lugar, não poderá ficar mais um pouco porque o grupo tem que seguir. Ou o que eu acho pior, que é quando você não gosta do lugar e é obrigado a ficar.

Já o passeio privativo, é quando o barco é contratado só pra você e sua turma. O mais comum é contratar o long tail boat, que é aquele barco de madeira tradicional tailandês. Há também a opção de alugar o speed boat privado mas é suuuper caro!

E antes que você pense que o long tail é um charme preciso te alertar: eles são barulhentos (usam motor de caminhonete), desconfortáveis e lentos! 😂 Mas calma, não desanime! Ainda assim eu os considero a melhor opção de passeio pela região, já que você pode contratar o passeio direto com o barqueiro e fazer o roteiro que você preferir.

passeio barco krabi tailandia
Long Tail boat

A dica pra economizar nesta modalidade de passeio é encontrar outras pessoas que topem dividir o barco. No meu caso, conheci um casal de brasileiros no meu hotel que toparam dividir o barco. Além da economia do aluguel de barco, foi super legal ter a companhia deles durante os passeios.
 
Como contratar

Todos os passeios são super fáceis de contratar. Estando em Krabi, Ao Nang ou Railay basta procurar uma agência de turismo (que na rua tem aos montes) ou ainda perguntar na recepção do seu hotel se eles indicam alguma empresa.

Vale muito a pena pesquisar preços. Soube de pessoas que tentaram contratar no hotel e viram que era mais caro mas não sei se é regra, daí é sempre bom ter um comparativo. Outro detalhe a se observar é a diferença entre o valor do speed boat e do long tail privativo. Quando fui pesquisar, para um dos passeios, o valor para duas pessoas de speed boat saía mais caro do que o barco privativo.

No meu caso, que estava hospedada em Railay e optei por fazer os passeios em barco privado, foi muito fácil contratar. Em Railay West tem uma barraquinha da associação dos barqueiros locais. Daí foi só chegar lá, falar pra onde eu queria ir, pagar e sair. Simples assim! Não precisei reservar nada com antecedência e os preços não tiveram variação. Eu até tentei negociar, mas não rolou, era preço fechado!

Um detalhe pro seu passeio privativo ser um sucesso: tente encontrar um barqueiro que fale pelo menos um pouco de inglês. O pior é que é uma missão difícil pois os caras não falam nada! Ou pior, falam até você pagar e entrar no barco, depois eles não entendem mais nada! 😡

E sem comunicação, o passeio fica sofrido, porque o barqueiro não sabe falar o nome de lugar nenhum, não explica nada e não te ajuda a dividir o tempo entre as praias. Não chega a ser um problemão, pois a língua da mímica é mundial e no final a gente se vira. Mas vai por mim, se o cara falar inglês é bem melhor!

Dos quatro passeios de barco que fiz na Tailândia, só dei sorte com um e foi justamente em Railay, pra ir para Hong Island.

O barqueiro era mega gente boa, falava inglês super bem e tinha um papo muito bacana! Além disso, tinha a maior preocupação em nos agradar e ainda levou a gente pra fazer um mergulho num lugar maravilhoso que não tinha ninguém. Foi nota 10, super recomendo! Peguei o contato dele no Facebook, então se alguém quiser contratar e até quem sabe negociar um preço fora do esquema da associação tá aqui: Tassanai Boonsopa.

Passeio das Quatro Ilhas

O passeio das quatro ilhas pode ser feito de speed boat ou long tail pois as ilhas ficam bem próximas do litoral de Krabi. A duração de quatro horas é tempo suficiente pra fazer esse passeio.

 Mapa das 4 ilhas

Saindo de Railay, contratei o long tail na associação dos barqueiros por THB 1800, quatro horas de passeio para quatro pessoas. O barqueiro não falava nada de inglês, não sabia dizer nomes de praia, não entendia o que a gente perguntava, enfim, a comunicação foi sofrida! Mas deu quase tudo certo, no final eu explico o que aconteceu.

A primeira parada do passeio foi num ponto pra mergulho onde a água era muito clara. Ali bem próximo, havia uma pequena praia, lindinha e quase vazia. Depois de alguns minutos de mergulho naquele lugar maravilhoso, com muito custo, consegui explicar pro barqueiro que queríamos parar na tal prainha e ficar um tempinho.

passeio barco krabi tailandia
Prainha linda que não sei o nome

A parada seguinte foi na Chicken Island, que apesar de acharem parecida com uma galinha eu achei ela a cara de um peru! 😂😂 A primeira parada foi pra fotos e depois, como a maré estava baixa, o barqueiro atracou atrás da "galinha" que tem uma praia linda, com a água super clara.

passeio barco quatro ilhas tailandia
Chicken Island

passeio barco quatro ilhas tailandia
A praia maravilhosa de Chicken

passeio barco quatro ilhas tailandia
Gente, que mar é esse?

Depois de curtir uma horinha por ali, segui adiante e a próxima parada deveria ser na Tup e Sii Islands, que na maré baixa são unidas por um banco de areia. São lindas, com um mar claríssimo e por fazerem parte de um parque nacional, é cobrada uma taxa de THB 400 de entrada por pessoa. Mas quando fui não tive coragem de parar lá pois a quantidade de pessoas na ilha era assustadora.

passeio barco quatro ilhas tailandia
Aquela foto básica de longe!

Se você der mais sorte que eu e pegar a ilha mais tranquila, lá ficam estacionados alguns barcos adaptados com tipo uma lanchonete, que vendem bebidas e lanches.

A terceira parada foi em Poda Island, que é a maior de todas as ilhas desse passeio. Também há a mesma cobrança de entrada que nas ilhas anteriores mas quem já pagou, não precisa pagar novamente. O ingresso do parque tem validade de um dia.

Costuma ficar bem cheia pois é a parada oficial do almoço de vários speed boats. Aqui a boa é deixar o povão no trecho mais fotogênico e caminhar para o lado direito, onde a extensa praia fica vazia e a cor do mar é incrivelmente linda!


passeio barco quatro ilhas tailandia
Chegando em mais um paraíso

passeio barco quatro ilhas tailandia
A foto clássica de Poda Island
Aliás, continuando minha guerra de comunicação com o barqueiro, consegui explicar pra ele que não queríamos pagar pra entrar (no pay! 😂). Sei lá né, vai que cola.. e não é que rolou? Ele entendeu que a gente queria ir à praia sem pagar e parou o barco mais próximo do final de Poda Island, bem afastado do ponto onde param os outros barcos e que ficam os guardinhas que controlam o acesso. A gente pulou do barco e foi nadando até a areia. Além de não pagarmos pela entrada, ainda ficamos no trecho mais lindo da praia. 😁

passeio barco quatro ilhas tailandia
No pay point 😂

passeio barco quatro ilhas tailandia
Praia linda demais

passeio barco quatro ilhas tailandia
Um trono pra chamar de seu!

A última parada do passeio não é em uma ilha e sim em Phra Nang Beach, aquela mesma de Railay Beach. E daí que só vale a pena gastar tempo do passeio em Phra Nang se você não estiver hospedado em Railay.

Se estiver em barco privado, é hora de usar o seu poder de líder. Gaste seu tempo em outra praia de sua preferência ou peça para o barqueiro fazer parada em outra praia. Nessa região eu pude ver várias pequenas praias que estavam desertas, tipo a que vi antes de chegar em Chiken Island, que era linda e não tinha ninguém!

Só que não rolou a comunicação com o barqueiro.. perguntei mil vezes qual seria a próxima praia, falei o nome Phra Nang, falei da caverna, expliquei que não queria ir pra lá e tal. Quando ele sai com o barco, advinha qual direção que ele pegou? Exatamente pra Phra Nang.. Daí como eu já estava cansada de falar e não ser entendida pedi pra ele me deixar em Railay West e encerrei o passeio. Isso ele entendeu, espertinho, não é?

Mas ainda assim, pelas fotos daí de cima deu pra perceber que o passeio das Quatro Ilhas super valeu a pena né? É aquele passeio com a certeza de conhecer praias lindíssimas!

Hong Island

Hong Island é uma ilha paradisíaca que fica um pouco distante de Ao Nang e Railay Beach. Se for de speed boat dá pra fazer em quatro horas. De long tail recomendo fazer em seis horas pois só de deslocamento são duas horas (uma pra ir e outra pra voltar).

Localizando Hong Island

Pra contratar o passeio foi o mesmo esquema que citei acima. Cheguei lá na associação dos barqueiros de Railay e pedi um passeio pra Hong Island. Foi cobrado o valor de THB 2400, seis horas para quatro pessoas. Só que dessa vez o fator sorte estava do nosso lado e conseguimos um barqueiro mega gente boa.

A primeira hora de navegação, até a primeira parada do passeio foi meio entediante pois não tinha nada que ver e nem fazer. Só jogar conversa fora e esperar a chegada nas atrações do passeio.

A primeira parada foi num dos lugares mais lindos que visitei na Tailândia, a Hong Lagoon. Uma lagoa linda de águas verdes esmeralda, com água super calma e quentinha. Maravilhoso demais. A visita só pode ser feita na maré alta pois quando seca, o barco não consegue entrar.

passeio barco hong island tailandia
Entrando em Hong Lagoon

passeio barco hong island tailandia
Passando na frestinha

passeio barco hong island tailandia
Lá dentro uma lagoa enorme!

O programa aqui é basicamente mergulhar, voltar pro barco, mergulhar de novo, bater fotos e por aí vai. Durante a maré cheia fica bem fundo, mas conforme ela vai descendo (e é muito rápido, acredite), já começa a dar pé. Até a hora que fica baixa demais e o barqueiro chama a turma pra seguir viagem.

passeio barco hong island tailandia
E o melhor, não estava muvucada!

passeio barco hong island tailandia
Saindo da lagoa

A parada seguinte é na paradisíaca Hong Island. Uma praia lindíssima, de águas com um tom de verde que eu nunca havia visto antes.

passeio barco hong island tailandia
Chegando em Hong Island!

Pra entrar na ilha é preciso pagar a tal taxa de conservação dos parques nacionais de THB 400 por pessoa. Na ilha é possível encontrar uma estrutura completa com restaurante, lanchonete, banheiros, mesas pra pic nic e salva-vidas (!). Costuma ficar bem cheia nos horários de pico e esvazia mais pro fim de tarde.

Dessa vez não rolou o esquema "no pay" até porque uma das fiscais da ilha era namorada do barqueiro e daí ele disse que se fizesse qualquer besteira, depois apanhava em casa! 😂

passeio barco hong island tailandia
A linda ilha de Hong

passeio barco hong island tailandia
Mar super calmo

passeio barco hong island tailandia
Mesmo cheia tem cantinhos vazios

Só que dei um azar danado no dia da minha visita. No mesmo dia uma autoridade tailandesa, tipo o chefão da área, estava visitando a ilha e aí estava o maior esquema de segurança. Os guardinhas da ilha estavam neuróticos e só permitiam entrar no mar quem estivesse com colete salva-vidas, sendo que a água além de rasa era mega tranquila.

O guardinha que me desculpe mas eu entrei sem colete mesmo! Fiquei ali no rasinho como quem não queria nada e depois de um tempo ele acabou desistindo de reclamar! Já no restaurante estava o maior esquema de segurança e só uma parte estava aberta ao público.

passeio barco hong island tailandia
A turma do colete

A última parada do passeio será em algum ponto bacana pra fazer snorkel. E isso pode variar de acordo com o barqueiro ou com a maré. Mas nem se preocupe onde exatamente será a parada pois qualquer lugar terá o fundo do mar incrível.

passeio barco hong island tailandia
Achei o Nemo!

Foi nesse dia que vi o tão esperado peixe-palhaço, mais conhecido como Nemo. O segredo para "encontrar o Nemo" é ficar de olho nesse tipo de planta nos corais. Eles adoram ficar escondidos nela.

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia 

*Data da viagem: abril/2017

Leia mais sobre a minha viagem para a Tailândia:

- Montando o roteiro de viagem pela Tailândia
- Informações importantes antes de ir para a Tailândia
- Como escolher o melhor voo para a Tailândia
- Como chegar ou sair dos aeroportos de Bangkok
- Dicas Gerais de Bangkok
- O que fazer em Bangkok 
- Dicas Gerais de Krabi
- Dicas Gerais de Railay Beach
- Dicas Gerais de Koh Phi Phi (em breve)
- O que fazer em Koh Phi Phi (em breve)
- Dicas Gerais de Ao Nang (em breve)


15/06/2017

O que fazer em Railay Beach


o que fazer em railay beach
Meu paraíso tailandês

Agora que você já leu todas as dicas para montar seu roteiro para conhecer Railay Beach, esse paraíso na Tailândia, vou te contar em detalhes o que tem pra fazer por lá.

Bem, não será novidade nenhuma se eu te contar que o que tem de melhor pra se fazer por lá é curtir as praias maravilhosas da região. Sejam as praias de Railay mesmo ou ainda embarcando em um passeio pelas ilhas mais próximas.

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia

Praias

Apesar de ser uma península bem pequena, Railay conta com quatro praias muito bacanas. Cada uma com seu encanto.

Mapa de Railay beach
 Mapa de Railay

Um detalhe muito importante para curtir as praias da Tailândia é a tábua das marés, pois a variação de lá é muito grande. Chega até a ser assustadora (aquele medinho do tsunami ever!). A experiência em cada maré é completamente diferente.

Vamos conhecer?

- Railay East 

É o lado da península onde fica o píer de Railay e por onde chegam os barcos vindos de Krabi. Sua orla é bem extensa e possui vários hotéis, restaurantes e comércio em geral.

o que fazer railay beach
Na maré cheia

o que fazer railay beach
e na maré vazia! 😲

Não é exatamente uma praia, está mais pra um mangue. Não recomendo o banho deste lado pois além desse mangue, há despejo de esgoto (prática comum nas praias tailandesas) e bastante lixo.

o que fazer railay beach
Esse trecho é o mais simpático

É também deste lado que nasce o sol. Pra quem conseguir acordar cedo, super vale a pena dar uma conferida. É certeza de espetáculo e lindas fotos.

o que fazer railay beach
Olha que maravilha 😍

- Railay West

Essa é a praia onde chegam os barcos que vem de Ao Nang. Na maré cheia é ótima pra banho, já na maré seca, fica muito rasa e a água é bem quente. Meio chato pra mergulhar, mas dá pro gasto.

o que fazer em railay beach
Railay West

Exatamente na frente da saída da vila é onde atracam os barcos. O espaço é delimitado por uma boia e é bom evitar tomar banho ali pois os barqueiros são os "donos" do pedaço. O melhor ponto para mergulhar é caminhando um pouco para o lado direito, em um trecho que não possui construções.

o que fazer railay beach
Caminhando um pouco mais pra direita

Já do lado esquerdo da praia, ficam os hotéis pé na areia, com suas piscinas e restaurantes de frente para praia. À noite, com uma iluminação bacana, são ótimas opções para jantar. Além claro de ser o lugar mais fresco da ilha, com aquela brisa do mar irresistível!

É nessa praia também que rola o pôr do sol, que é maravilhoso! Não deixe de ir mesmo que esteja nublado. As cores do céu sempre são um espetáculo.

sunset railay beach
Sempre maravilhoso

- Ton Sai

Essa é uma praia praticamente deserta. Tem pouquíssimos hotéis e um deles possui um restaurante bacana de frente pra praia.

 Tonsai Beach

O acesso não é dos mais fáceis. Na maré baixa dá pra ir caminhando entre as pedras no final do lado direito de Railay West, mas é preciso ficar muito atento pra maré não subir e você ficar preso. O outro acesso é através de uma trilha pelo alto das montanhas. Dizem que é um pouco puxada, cheia de altos e baixos e leva uns 40 minutos pra ser percorrida. A travessia das pedras é muito mais fácil e leva uns 15 minutinhos!

Uma última opção pra chegar é pegar um barco em Railay West. Não sei exatamente quanto custa, mas deve ser uma merreca, porque é muito pertinho.

Achei a praia legal até, o problema é que como visitei ela quando a maré estava baixa, simplesmente não tinha água pra tomar banho! O fundo é todo de pedras pontiagudas e as poucas pocinhas d'água que se formaram estavam fervendo! Aí depois de uma mini trilha entre as pedras, não ter uma aguinha pra dar um mergulho, foi puxado!

 
Essa imagem aérea dá a real noção de como são diferentes os fundos das duas praias. Enquanto Raialy West (à direita) é claro pois é fundo de areia, em Tonsai o fundo é cheio de pedras.

- Phra Nang Cave

A praia mais linda de Railay é também uma das mais famosas de toda a Tailândia. E acredite, não é pela beleza natural dela, já te conto..

Pra chegar até a praia é muito fácil. É só seguir pela orla de East Railay até o final. Quando chegar num barzinho, onde os macacos marcam ponto, é só virar a direita e seguir o fluxo.

trail phra nang beach
Caminho até Phra Nang Cave

Só o caminho pra praia já é o maior barato, cheio de formações rochosas interessantíssimas, que já rendem boas fotos.

Aqui a minha recomendação maior é evitar a praia logo de manhã cedo. Essa é a hora que os passeios vindos de outras localidades lotam a praia. Eu que cheguei na praia cheia de expectativa, quase caí pra trás quando encontrei centenas de chineses histéricos gritando.

crowd phra nang beach
Terror e pânico

O motivo dessa histeria? É o mesmo que disse acima que faz essa praia ser tão famosa na Tailândia: a Phra Nang Cave. Uma caverna onde, acreditam os locais, vivia uma princesa que virou uma deusa ou as duas coisas ao mesmo tempo, não sei...

Sei que ali foi construído um pequeno templo de adoração e pra agradar a tal princesa/deusa, são ofertados além de flores e incensos, milhares de "pirus" (com o perdão da palavra) de todos os tamanhos, cores e formatos! Segundo eles, o tal agrado à princesa/deusa traz fertilidade e prosperidade a seus devotos.

phra nang beach
Fartura de piru 😂😂😂

De fato, a tal caverna é mesmo engraçada! Não há como passar por ela desapercebido e nem se pegar rindo das pessoas que posam com o seu piru de preferência. 😂

Depois que a turma dos passeios vai embora, a praia fica bem tranquila, com aquela cara de paraíso tailandês que eu tanto sonhei.

phra nang beach
Uma das melhores na minha opinião

Tirando o fato da caverna curiosa, a Phra Nang é disparada a melhor praia de Railay. É ótima pra banho pois o mar, de água verde cristalina, é super calmo e quentinho.

phra nang beach
Phra Nang Beach

É extensa, então não fica aquela muvuca concentrada e possui bastante sombra das árvores. Pra completar ainda tem uns barquinhos que vendem todo o tipo de comida, da tailandesa até hambúrgueres. É uma ótima pedida pra passar um dia lagarteando, de bobeira, sem fazer nada!

phra nang beach
Peça pelo número!

View Point

O View Point de Railay é sem dúvida um dos lugares mais lindos que estive na Tailândia. Só que pra chegar em alguns paraísos é preciso passar pelo purgatório antes e a subida pro view point é nada mais nada menos que si-nis-tra.

A trilha de subida, que fica no meio do caminho pra Phra Nang Beach, é uma barranqueira inclinada quase a 90°, na qual você sobe escalando entre degraus de pedras, barro e algumas cordas que servem de apoio. Segurança zero.

trail view point railay beach
Acredite, isso é uma trilha

Eu não estava preparada pra subida, na verdade tinha ido pra Phra Nang curtir praia. Mas ao chegar lá e me deparar com os chineses histéricos, dei meia volta na hora. Aí no caminho de volta é que fui reparar na trilha, porque tinham umas pessoas paradas olhando pro alto, provavelmente pensando se subiriam a pirambeira ou não.

Olhamos um pro outro e falamos: vamos? E sem pensar muito lá fomos nós, de chinelo de praia inventar moda de subir a trilha e descobrir um novo lugar. E quer saber? Foi a melhor coisa que fizemos!

view point railay beach
Olha a nossa recompensa!

De cima do View Point dá pra ver Railay do alto, do lado east a west. E a vista é linda demais! Pra ter essa visão, dê preferência pra subir num horário que tenha boa incidência de sol e que a maré esteja alta.

Preciso confessar que chegar lá em cima foi meio perrengue. E olha que eu sou um pouco acostumada com esse tipo de atividade de trilha, subir pedras e tal. Mas preciso alertar que essa trilha não é pra qualquer um. Ela não é longa, leva uns 20 minutos pra ser percorrida. O problema é o início e essa pirambeira que não oferece segurança nenhuma.

Por isso só recomendo a ida a quem tiver preparo físico e real noção do risco que está correndo em se embrenhar numa (não) trilha num lugar remoto como Railay.

Hide Lagoon

Na entrada da trilha do View Point há uma placa indicando também a entrada para a Hide Lagoon. Nas minhas pesquisas de Railay eu até havia lido algo sobre essa tal lagoa, mas confesso que não dei muita bola pois achei que fosse uma pocinha de água sem graça e meio enlameada .

Mas aí eu já estava lá em cima, a praia lá embaixo estava lotada, então resolvi ir lá dar uma conferida na tal lagoa. O caminho até a lagoa é muito mais sinistro que o do view point. É preciso descer uma trilha bem íngreme, escorregadia e há dois lances de escada de bambu que não oferecem nenhuma segurança. É totalmente programa de maluco!

Mas às vezes a gente precisa de uma dose de loucura nessa vida, não é? E foi lá que vivi uma das sensações mais incríveis da minha viagem à Tailândia! Por achar que não encontraria nada demais lá embaixo foi que me surpreendi demais com uma grande lagoa com águas esverdeadas.

hide lagoon railay beach
Hide Lagoon

Na real, acredito que a "lagoa" nada mais é do que a água do mar que passa por uma fenda e fica represada nesse grande buraco, rodeado pelas altas montanhas de Railay. Quando a maré sobe, a lagoa enche e quando desce, ela seca (por isso que em algumas fotos eu vi a poça de lama). Então, pra ter boa experiência e valer a pena o sacrifício da trilha, tem que ficar ligado no horário da maré e se for por volta de 12h, melhor ainda, porque pega a incidência do sol em cima do buraco.

Pra quem saiu do caos da Phra Nang Beach e seus chineses histéricos, encontrar aquele oásis foi muito surreal. Ali eu me senti o Leonardo DiCaprio encontrando "a praia"! 😜 Além disso não havia ninguém lá, também pudera, com aquela trilha assustadora.. 😂 Fiquei ali, curtindo aquela lagoa enorme, na maior paz. O silêncio era cortado só pelo som dos pássaros. Experiência única!

Depois de fazer a trilha de volta subindo as escadas do terror, chegando ao topo e descendo a trilha sinistra do view point, entendi que o melhor mesmo é que o acesso continue precário desse jeito. Só assim esse lugar vai continuar tão bem preservado.

Outras atividades em Railay

Pra quem não quiser ficar só lagarteando nas lindas praias de Railay, pode também optar por algumas atividades físicas que a vila oferece.

SUP

Há uma empresa que aluga pranchas de SUP. São todas infláveis e da marca Isle, que eu adoro! A lojinha fica no centrinho da vila e durante o dia as pranchas ficam na praia, em Railay West.

Eles alugam individualmente e também organizam tours com pequenos grupos. Tem um tour no fim de tarde, que sai pra ver o pôr do sol e tem outro que sai à noite, em pranchas adaptadas com luzes de led. Esse deve ser um barato, pena que não fui!

sup railay beach
Sunset SUP em Railay

Vou ficar devendo os valores do aluguel.. Lembrei mil vezes de ir lá perguntar, mas no final percebi que esqueci todas as mil vezes! 😂

- Escalada

Railay é um destino mundialmente conhecido pelos praticantes de escalada. É que a formação das montanhas da região é um playground perfeito para a prática desse esporte.

o que fazer em railay beach
Pessoal subindo a montanha

Na vila há várias escolas de escalada que oferecem aulas para iniciantes e também alugam os equipamentos para quem já tem prática. Pra quem curte, é um prato cheio!

- Caiaque

Outra atividade muito bacana em Railay é o aluguel de caiaque. As águas calmas da região fazem um convite quase irrecusável de remar por esse mar lindão!

O aluguel pode ser contratado em Railay West e de lá seguir remando pra Phra Nang Beach. Dá uns 15 minutos de remada tranquila. Só fica um pouco chato quando bate o vento contra, mas com calma sempre se chega lá.

Dá pra alugar também já em Phra Nang Beach e com isso "economizar" na remada. As duas opções são bacanas e super valem a pena.

kaiak railay beach
Dá pra passar entre aquelas pedras!

Eu aluguei em Railay West um caiaque pra duas pessoas por duas horas por THB 300. O passeio foi ótimo, curti um outro visual de Phra Nang Beach, remei até atrás da caverna e ainda peguei umas mini praias que se formam entre West e Phra Nang. Super valeu a pena!

kaiak railay beach
Chegando em Phra Nang Cave

Não pode ficar de fora dessa lista, é claro, os passeios de barco pela região! Pra saber tudo sobre eles leia - Passeios de barco em Krabi.

E aí, será que você encontrou motivos pra visitar Railay? Tenho certeza que sim!

Para curtir todas as fotos da minha trip, acompanhe no Instagram em #reviajatailandia

*Data da viagem: abril/2017

Leia mais sobre a minha viagem para a Tailândia:

- Montando o roteiro de viagem pela Tailândia
- Informações importantes antes de ir para a Tailândia
- Como escolher o melhor voo para a Tailândia
- Como chegar ou sair dos aeroportos de Bangkok
- Dicas Gerais de Bangkok
- O que fazer em Bangkok
- Dicas Gerais de Krabi
- Dicas Gerais de Railay Beach
- Passeio de barco em Krabi: Quatro Ilhas e Hong Island
- Guia de viagem para Koh Phi Phi (em breve)
- Onde se hospedar em Koh Phi Phi (em breve)
- O que fazer em Koh Phi Phi (em breve)
- Dicas Gerais de Ao Nang (em breve)