in

Onde se hospedar em Bali

- - Nenhum comentário
Pelos portais de Bali..
A principal dúvida que me rondou durante todo o tempo em que programei a viagem para Bali foi onde me hospedar. Confesso que mesmo depois de pesquisar muito, definir a região onde eu ia ficar e fazer a reserva do hotel, vez ou outra me pegava pensando "será que fiz a escolha certa?".

Bem, daí só indo lá para tirar as próprias conclusões né? E é justamente isso que vou contar por aqui!

Acredito que não haja uma fórmula perfeita do melhor lugar para se hospedar em Bali. O que acho, é que cada um precisa encontrar o que melhor se encaixa no seu perfil e na sua proposta de viagem. O que foi bom pra mim, pode não funcionar no seu roteiro, entende? Essa é a grande questão!

Pra começar, procure ficar próximo das atrações que deseja visitar. Bali é uma ilha com trânsito complicado e os deslocamentos costumam consumir muito tempo. Uma boa pedida é dividir a estadia entre mais de uma região.

Importante lembrar que Bali é o nome da ilha toda e dentro da ilha, há vários distritos e cidades. Aqui vou falar de algumas das principais regiões utilizadas como base de hospedagem por lá.
Principais regiões turísticas de Bali

Kuta e Legian


Kuta foi num passado não muito longínquo, uma aldeia de pescadores tradicional balinesa. Porém ganhou fama mundial e bombou tanto que perdeu completamente sua identidade e hoje mais parece uma cidade grande como outra qualquer. Legian é a sua continuação e fica entre Kuta e Seminyak. Na prática, é difícil saber onde começa uma e termina a outra.

Nas suas pesquisas tenho certeza que o que você mais vai encontrar é o mantra: fuja de Kuta! Eu particularmente não curto essas "certezas" que todos saem repetindo por aí.

Kuta é isso aí
Tudo bem, é fato que Kuta não é mais um vilarejo tradicional balinês, mas é sim uma importante região turística onde se localizam diversas opções de hospedagem, restaurantes, lojinhas, casas de câmbio e tudo mais que facilite a vida de um turista,  além de ficar muito próximo do aeroporto.

O problema, além da descaracterização e do movimento intenso de Kuta, são as boates que ficam nessa região. Com isso, a molecada australiana, que tá naquela vibe selvagem, chega com tudo! Se você está na mesma vibe de bagunça, vá pra Kuta sem medo de ser feliz. 

Se você estiver numa vibe mais tranquila, também dá pra ficar em Kuta. Procure por hotéis afastados do miolo das boates (as maiores e mais conhecidas são a Sky Garden e a Bounty) e fique muito atento às avaliações da propriedade pois se for um dos hotéis onde rola festa, com certeza vão ter comentários falando sobre pool parties e bagunças até altas horas. 

Outra dica pra acertar na escolha da propriedade é dar uma olhada no Google Maps e ver se a rua te agrada. Pois é.. eu vi vários hotéis que se encaixavam no meu perfil porém quando ia ver a rua, não gostava muito da localização, da aparência, do que tinha em volta etc. Vale informar que as ruas de Kuta em sua maioria são vielas estreitas. 

Ah, importante falar também que a praia de Kuta é bem sem graça. Certamente você não atravessou o mundo pra ver uma praia com areia e mar escuros. Se der azar, ainda pode pegar a praia bem suja de lixo. Praia boa em Bali só no extremo sul da ilha.

A praia de Kuta não anima
Sugestões de hospedagem:
Pé-na areia: The Anvaya Beach Resort, Discovery Kartika Plaza
Luxo comedido: The Stones, Sheraton Bali Kuta Resort, The Sandi Phala
Bom, bonito e barato: Pudaki Sari Unizou, Grand Ixora, Adhi Jaya, Grand Barong
Barato e ajeitadinho: Beach Hut Hostel, Sandat Hotel, Si Doi, The Kutaya

Pessoal, essas são só algumas indicações em Kuta porém a região oferece muito mais opções! Não deixe de pesquisar no Booking pra encontrar um hotel que se enquadre perfeitamente no seu perfil! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações! 😉

Booking.com


Seminyak


Na teoria Seminyak ainda pertence a Kuta, porém se diferenciou por explorar uma pegada mais seletiva. Enquanto dizem que Kuta é o caos, tipo Copacabana, Seminyak seria mais arrumadinha, tipo Ipanema. Resumindo, Seminyak é bem movimentada e desenvolvida, mas sem a loucura de Kuta.

Por ter um clima mais hype, cheia de pequenos hotéis-boutique e lojas mais "super cool", Seminyak é o local perfeito para quem vai à Bali e quer frequentar restaurantes mais requintados, gosta de fazer figura na calçada, comprinhas mais fashion e por aí vai.

Com todo esse "glamour", espere encontrar aqui preços mais elevados na hospedagem. Mas não se preocupe muito com isso, ainda assim rola o padrão Indonésia de ser e é possível encontrar opções para todos os gostos e bolsos. A região de maior movimento daqui fica próximo à Seminyak Square e a Eat Street (rua com vários restaurantes famosinhos). 

A praia é exatamente a mesma de Kuta, sem graça que só! Porém aqui o destaque são os beach clubs mais descolados de Bali: o Ku De Ta e o Potato Head.

Sugestões de hospedagem:
Luxo e pé-na areia: The Legian Bali, Anantara Seminyak, Alila
Barato e ajeitadinho: Bhudastay, Seminyak Garden, Grandmas Plus

Essas são só algumas indicações de hospedagem em Seminyak. Há muitas outras opções disponíveis no Booking! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações! 😉

Canggu


Canggu (na pronúncia local xangú) é um vilarejo que fica mais acima de Seminyak e portanto, um pouco mais afastado do aeroporto (20km / 1h). Mas em compensação é o novo lugar queridinho de Bali no quesito hospedagem.

A região é muito popular entre os jovens e surfistas e por isso vem se desenvolvendo bastante nos últimos anos. Por aqui o clima ainda é bem tranquilo e não tem aquela muvucada de turistas como Kuta ou Seminyak. Há diversos cafés, restaurantes na pegada natural, barzinhos descolados, centros de ioga e pousadas novas e super charmosas.

Aliás em Canggu há muitas opções de hostels e pequenas propriedades administradas por famílias. Há pouquíssimas filiais de redes internacionais. Um dos maiores atrativos são os precinhos camaradas.

Ainda em Canggu fica localizado um dos templos mais famosos de Bali, o Tanah Lot, que foi construído sobre um rochedo no mar e só pode ser acessado na maré baixa. Aliás a praia daqui é de areia preta e portanto, não muito bonita.

Tanah Lot
Sugestões de hospedagem:
Pé-na areia: COMO Uma Canggu, Morabito Art Resort, Hotel Tugu Bali
Luxo: Kalapa Boutique Resort & Yoga
Bom, bonito e barato: The Daun Bali, Butterfly Bali, The Kirana Hotel Resto & Spa
Barato e ajeitadinho: Sunari Guest House, Luna Room, Ibus Room, AghasVina Guest House

Essas são só algumas indicações de hospedagem em Canggu. Pra quem procura hospedagens com precinhos super camaradas, não deixe de dar uma espiada nas várias outras opções disponíveis no Booking! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações!

Uluwatu


Uluwatu fica localizada no extremo sul da ilha de Bali, na região mais conhecida como Península de Bukit. É a região que concentra as praias mais bonitas da ilha e também a preferida pelos surfistas pois é aqui que rolam as melhores ondas de Bali.

É uma região muito tranquila, com muitos hotéis e uma estrutura turística e comércio em geral bem espalhados. Não há um centrinho comercial ou rua com restaurantes que servem pra bater perna depois de um dia de praia.

A região que mais gostei de Bali
Aqui as opções de hotel vão desde os hostels simples e baratinhos voltados pra galera do surf até hotéis incríveis, com vistas de tirar o fôlego. Tem preço pra todos os gostos e bolsos.

Um outro fator que pode ser um inconveniente de se hospedar nessa região, é o fato dela estar localizada no extremo sul da ilha. Pra quem pretende se movimentar muito para visitar outras regiões pode ser um complicador.

Uma boa opção é montar base em Uluwatu naqueles dias da viagem em que você queira passar de frente pro mar curtindo uma praia linda e tranquila e dividir a estadia com outra região que seja de seu interesse.

Sugestões de hospedagem:
Luxo: The Ungasan Clifftop Resort, Six Senses Uluwatu, Banyan Tree Ungasan, Anantara Uluwatu Bali Resort, Bulgari Resort Bali
Bom, bonito e barato: Uluwatu Jungle Villa, Puri Pandawa Resort
Barato e ajeitadinho: Jordan Guest House, Breeze Hidden Village by Bukit Vista, Baik Baik Homestay

Essas são só algumas indicações de hospedagem em Uluwatu. Não deixe de conferir alguns dos hotéis mais lindos de Bali, há muitas outras opções disponíveis no Booking! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações!


Nusa Dua


Nusa Dua também fica no extremo sul de Bali e é a região dos resorts. É recomendado pra quem procura sossego absoluto e as comodidades de um grande resort.

A praia tem o mar super calmo, ideal pra famílias que viajam com crianças. No entanto, é praticamente uma praia privada, já que os resorts fecharam os acessos. É permitido até cruzar a praia, mas parar, estender uma canga e relaxar, nem pensar!

Sugestões de hospedagem:
Luxo e pé-na areia: The St. Regis Bali Resort, Sofitel Bali Nusa Dua Beach Resort, Mulia Resort
Bom, bonito e barato: Pandawa Hill Resort, Sama Sama Suites & Restaurant, Bali Relaxing Resort and Spa
Barato e ajeitadinho: Timbis Homestay Bali, Summer Homestay Bali

Essas são só algumas indicações de hospedagem em Nusa Dua. Se você se amarra num resort, dá uma olhadas nas várias opções disponíveis no Booking! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações!

Ubud


Ubud fica na região central de Bali e portanto não tem vista do mar. Mas não desanime porque Ubud tem lá os seus encantos: templos balineses fantásticos, terraços de arroz e um mercado de artesanato com muita variedade e ótimos preços.

Os famosos terraços de arroz
Pra quem procura Bali como destino cultural e/ou espiritual ou ainda quer um refúgio mais tranquilo, Ubud é a pedida certa. A cidade conta com ótimas opções de hospedagem para todos os bolsos, centrinho descolado com dezenas de cafés, restaurantes e bares moderninhos. Soma-se a isso inúmeros centros de ioga e terapias alternativas.

Ubub é uma boa pedida também pra combinar com outra hospedagem em Bali: uns dias na praia + uns dias no interior.

Sugestões de hospedagem:
Pé-na areia: não tem!
Luxo: Alila Ubud, Bisma Eight, The Royal Pita Maha, The Kayon Jungle Resort
Bom, bonito e barato: Taman Cottages Ubud, Bakung Ubud Resort and Villa, Garden View
Barato e ajeitadinho: Swan InnKausala at Bisma Ubud, Nuriani Restaurant and Rooms

Essas são só algumas indicações de hospedagem em Ubud. A cidade conta inúmeras outras opções disponíveis no Booking! Clique aqui para ser redirecionado e lembre-se sempre de ficar atento às avaliações!

A minha escolha


No meu caso eu tinha pouco tempo de permanência na ilha (4 noites) e queria focar em conhecer mais as praias da Península de Bukit. Também queria dar uma conferida no burburinho da cidade (Kuta, Semyniak, Canggu etc) e quem sabe até se sobrasse tempo e eu tivesse coragem de encarar o trânsito, passar um dia em Ubud.

Bem, eu queria o impossível - fazer tudo em três dias e ainda por cima ficar em um único lugar! 😂

Mas como não é todo dia que eu atravesso o mundo pra ir em Bali, tentando otimizar esses deslocamentos loucos que eu queria fazer, resolvi ficar em Kuta.

Podem me chamar de louca, do contra, o que quiserem! Mas geograficamente falando, era o que melhor atendia o meu plano. Além do mais, o meu voo de ida chegava super tarde e eu não queria ainda ter que ficar mais tempo dentro de um táxi pra chegar no hotel.

Kuta era a região que melhor atendia aos deslocamentos: aeroporto (20 min), Uluwatu (1h), porto de Sanur (30 min) e Ubud (2h - eu sei que esse aí é meio tenso kkk).

Mas durante todo o tempo antes da viagem eu me perguntava se não era melhor ficar em Uluwatu, perto das praias, e quando quisesse ir pra bagunça, pegava uma táxi e ia para Kuta ou Seminyak.. Era uma outra opção e eu realmente sofri muito com essa dúvida. Porém, pelas praticidades de ter tudo perto (restaurantes, casas de câmbio etc) apostei em Kuta e não me arrependi.

De fato Kuta é meio bagunçado mas eu não vi nada que eu pudesse dizer pra outras pessoas "não fique lá de jeito nenhum". É só uma região turística bombada, com muitos hotéis, restaurantes, lojas etc. A única questão que pegou pra mim foi o trânsito e os deslocamentos. Isso sim foi tenso, porque de fato o trânsito de Bali é caótico e eu perdi muito tempo me deslocando para outras regiões.

Sem dúvida nenhuma, a chave para o sucesso da uma viagem pra Bali é dividir a hospedagem entre as regiões que você tiver interesse em conhecer.

O hotel que eu escolhi foi o Satriya Cottages, localizado no coração de Kuta, na Poppies Lane II, nos fundos do shopping. A escolha da localização foi proposital pois eu queria ficar próxima de todas as facilidades: casas de câmbio, restaurantes, loja de chip de celular e todo o comércio em geral. Com pouco tempo a ideia era otimizar funções.

Apesar da localização dele estar no meio da muvuca, as avaliações diziam que era uma propriedade bem reservada e silenciosa, que era exatamente o que eu queria: estar no meio de tudo mas com o devido silêncio para o descanso.

O quarto era super espaçoso, limpinho e a internet funcionou super bem. Só achei que faltou cortinas escuras, daí de manhã cedo o quarto ficava muito claro! O café da manhã era meio fraquinho: poucas opções e todo dia era a mesma coisa. Mas como eu fiquei pouco tempo, deu pra sobreviver.

Por isso, super recomendo a hospedagem nesse hotel. Localização boa, quarto bom e serviço ok. Só faço ressalvas para o café da manhã.

Booking.com

Dicas Gerais


Atenção ao fazer reservas de hotéis no Dia do Silêncio (Nyepi), que corresponde ao Ano Novo hindu. Essa data é móvel e em 2019 ocorreu em 07/03. Neste dia não se trabalha, o aeroporto fecha e os turistas são "convidados" a ficar dentro dos hotéis em sinal de respeito à tradição local. Logo, não há checkin e nem checkout nessas datas! Fique atento!  

A título de curiosidade, os próximos Dias do Silêncio ocorrerão em 24/03/2020 e 14/03/2021.

Nenhum comentário

Postar um comentário