in

Dicas de viagem para Amsterdam

- - Nenhum comentário
I am.. in love!

Antes de escrever qualquer coisa sobre Amsterdam, preciso alertar que essa é daquelas cidades que não tem como passar batido: ou você ama ou odeia!

Já ouvi gente rogar todas as pragas possíveis e jurar que jamais voltaria a essa cidade e já vi também gente que se derrete de amores e volta lá sempre que possível (eu!! rs). Aqui vai o meu conselho mais valioso: vá e tire você mesmo suas próprias conclusões!

Além disso, antes de viajar, quando eu contava que ia pra Amsterdam, todo mundo dava um risinho malicioso, tipo "Amsterdam? Hã, sei.." Na verdade, todos acham que se vai pra Amsterdam só pra fumar maconha em coffeeshop. Só que chegando lá, percebe-se que os coffees são só mais um detalhe curioso dessa cidade que tem tantas outras coisas bacanas pra se conhecer. 

Por isso, abra sua mente e permita-se conhecer uma das cidades mais interessantes do mundo! 

A minha viagem


Costumo dizer que a minha viagem à Amsterdam é eterna, pois eu nunca me canso de ir pra lá! 😁 Já fui cinco vezes e pretendo passar por lá em todas as vezes que for para a Europa e para a Ásia.

É claro que o meu amor pela cidade é suspeito mas a verdade também é que adoro voar pela KLM, então sempre procuro unir o útil ao agradável marcando um stopover por lá.

Como chegar


Amsterdam possui um dos principais aeroportos da Europa, conhecido como Schiphol (AMS). A companhia que opera voos diretos entre o Brasil e Amsterdam é a KLM. Se quiser saber mais como é voar pela KLM escrevi dois relatos aqui (Rio - Amsterdam) e aqui (Rio - Bangkok).

Mas se não der pra ir de KLM não tem problema. Diversas companhias fazem a viagem com conexão em outras cidades europeias como Londres, Madrid, Paris, Portugal etc. 

Holanda no mapa da Europa
Pra sair do aeroporto em direção à cidade existem diversas opções de transporte público: trem, ônibus e táxi. E o melhor, todos são super eficientes e funcionam perfeitamente! Escolher qual a melhor das opções dependerá da localização do seu hotel.

Uma boa dica pra descobrir qual a melhor opção de transporte, não só para o aeroporto, mas para rodar em toda a Holanda, é o aplicativo 9292. Ele é muito bom e dá a rota exata, o tipo de transporte e o tempo de cada deslocamento. Você pode inclusive salvar endereços mais utilizados como o do seu hotel, por exemplo, pra facilitar as simulações.

Recomendo muito que você baixe esse aplicativo e faça uma simulação entre o aeroporto e o hotel antes de viajar. Assim você já chega sabendo qual meio de transporte irá utilizar.

Também existe a opção do táxi, porém, como o aeroporto fica bem afastado da cidade, essa é a mais cara de todas.

Melhor época para visitar Amsterdam


Amsterdam, que é a capital dos Países Baixos (sim, esse é o nome correto do país!) está mais ao norte da Europa e por isso possui invernos rigorosos: muito frio e neve. Tem gente que ama, eu tenho pavor de frio!


Para uma visita mais agradável, com temperaturas mais sociáveis, recomendo visitar a cidade a partir do início da primavera até o final do outono, entre abril e outubro. Mas sempre vá preparado para pegar frio. Lá o vento é sempre implacável.

Onde se hospedar em Amsterdam


Pra começar a falar desse assunto, preciso fazer um alerta: esteja preparado para preços mais elevados do que em outras capitais europeias. A hospedagem em Amsterdam é cara e não tem muito pra onde correr.

Eu já me hospedei em alguns hotéis e regiões da cidade, então acho que tenho um pouquinho de experiência no assunto pra compartilhar, rs.

Por isso escrevi um outro post - Onde se hospedar em Amsterdam - onde escrevo com mais detalhes todas as minhas experiências.

http://www.booking.com/searchresults.html?city=-2140479&aid=1256661&no_rooms=1&group_adults=1

Mas se você não aguentar de ansiedade e já quiser reservar agora o seu hotel em Amsterdam, clique aqui. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações, ok?


Como se locomover em Amsterdam


Coisa mais linda de se ver é o transporte público do Primeiro Mundo, tudo funciona que é uma maravilha! E Amsterdam é daquelas cidades pra você usar e abusar dos transportes públicos pois conta com uma ampla rede de ônibus, trens, metrô e trans. E o melhor, todos eles interligados!

Dependendo do tempo de estadia na cidade, avalie a possibilidade de comprar um dos cartões de transporte existentes na cidade, como o Amsterdam Travel Ticket, I amsterdam City Card, OV-Chipkaart.

Eu confesso que nunca comprei esses cartões pois como minhas passagens por Amsterdam geralmente são rápidas, eu acabo pagando o valor integral da passagem mesmo. Além do mais, o esquema lá pra quem não está acostumado, inicialmente pode parecer complexo. Mas tem lógica. Pra entender como o esquema funciona, recomendo a leitura do meu guru, o Viaje na Viagem. Lá tem tudo bem explicadinho!

E não esqueça de baixar o 9292. Ele salva vidas, é sério!

Sai da frente que lá vem o tram!

Outra dica para se movimentar por Amsterdam é bem óbvia: a bicicleta. É possível andar pela cidade inteira de bike (aliás, não só a cidade, como o país inteiro!). E é interessante observar a galera local com suas bikes e costumes, tem de todos os estilos e você vai ver muita coisa curiosa por lá. 

Em uma das minhas visitas à cidade, aluguei uma bicicleta por 24h e fiz um passeio tão legal, que resolvi escrever um post separado, onde conto tudo em detalhes - Passeio de bike em Amsterdam - dá um conferida lá.

 Bikes em ação!

O que fazer em Amsterdam


Você deve pensar "poxa mas depois de ir 5x vezes no mesmo lugar, será que não cansa?" E é aí que eu mato a charada: não, porque sempre descubro algo novo pra fazer nessa cidade tão encantadora. Fora que pra mim só a sensação de estar numa cidade com um clima tão legal como Amsterdam já é por si só um programão.

Pra uma primeira visita é sempre indicado incluir aqueles programas clássicos. O legal é que essas atrações são bem próximas umas das outras, pois o centrão de Amsterdam é relativamente pequeno. Por isso recomendo conhecer a maioria dos lugares a pé. Assim você já faz o primeiro clássico de Amsterdam, que é caminhar pelas ruas da cidade e observar o casario antigo, os canais, as bikes, os holandeses.. Ai tudo é tão lindo! 😍

O charme nos mínimos detalhes

Principais pontos turísticos de Amsterdam

Dica mais preciosa de todas: escolha sapatos confortáveis para caminhar o dia todo. Seus pés agradecerão.

Como tem muito lugar, muita dica e muitas fotos, escrevi em um outro post - O que fazer em Amsterdam (em breve) - não deixe de conferir!

Nos arredores de Amsterdam


Quem viaja com mais tempo e quiser dar uma conferida nos arredores de Amsterdam, tem muita coisa boa e interessante pra ver hein.

Keukenhof


O Keunkenhof é a exposição de flores, em especial as tulipas, que ocorre somente durante a primavera. É um dos programas super clichês pra quem visita Amsterdam nessa época, mas é também uma das coisas mais lindas que já vi.

 Uma das maravilhas desse mundo!

O post com todas as fotos e dicas, você pode ler aqui - Dicas para visitar o Keukenhof - o parque das tulipas na Holanda.

Zaanse Schans


Outro clássico holandês são os moinhos de vento. Já foram muito utilizados para as mais diversas finalidades, hoje eles estão mais para serem contemplados, numa visitinha rápida à cidade vizinha de Zaanse Schans.

 Mais holandês que moinho, só tamanco!

Todas as dicas de como chegar, o que fazer e fotocas pra você ver como o lugar é bacana, podem ser encontradas aqui - Dicas para visitar os moinhos holandeses - Zaanse Schans.

Compras em Amsterdam


Sobre pontos interessantes na cidade para compras vale a pena dar uma volta na Kavelstraat pra dar uma olhada no comércio local, tem muitas lojas, além de filiais de grandes redes como Zara, H&M etc.

O que eu adoro em Amsterdam e nunca deixo de dar uma passada é o mercado Albert Heijn. Você vai achar que é loucura, mas eu adoro conhecer mercado nos lugares que vou (coisa de dona de casa). Sempre compro muitas besteiras, tipo chocolate suíço, biscoitos holandeses, entre outras delicinhas que no Brasil é super caro e lá é merreca, tipo 2€.

Pra quem curte um mercado de pulgas, o da Waterlooplein é ótimo. Sempre que vou encontro coisas interessantes. Funciona de segunda à sábado, de 9:30h às 18h.

Dicas gerais


Apesar da língua deles ser indecifrável, todos falam inglês, portanto é bem fácil de se virar por lá.

Se possível compre um chip pré-pago com acesso à internet, com isso você não dependerá dos wifis alheios. Além disso, a internet permite buscar qualquer informação de última hora e facilita muito a vida do viajante, como pesquisar as rotas no 9292, por exemplo. Eu costumo comprar na Kalvestraat, que tem algumas lojas de operadoras como a T-Mobile e Vodafone e custa em média uns 20€. Sempre salva muito.

Para as gordices de plantão, aproveite as várias lojas de guloseimas maravilhosas espalhadas pela cidade, uma perdição. Não sei se é porque a galera vive com fome (porque será?) ou se eles curtem mesmo. Eu sei que me acabei e recomendo que façam o mesmo!

Alguém aí consegue resistir? Eu nem tentei..

Outras comidas tradicionais que podem ser encontradas em todos os cantos:

- Os cones de batatas-fritas: todo lugar tem uma loja que vende batata-frita com cobertura de queijo derretido;

- Febo: é uma rede de lanchonetes que não possui vendedores. Os salgados ficam expostos em janelinhas e você paga e retira sozinho;

- Stroopwaffel: que eu poderia chamar de biscoitinho dos deuses, mas vou dizer que é um wafflle de massa fina recheado de caramelo. No Albert Cuypmrkt é feito na hora e o caramelo vem derretido 😋. Se não der compra o do Albert Hejn mesmo que é gostosão também.

- Queijos: nesse quesito os holandeses dispensam apresentação. Tem lojinha em todos os lugares.

Leia mais sobre Amsterdam e a Holanda
- O que fazer em Amsterdam
- Onde se hospedar em Amsterdam
- Keukenhof: o incrível jardim de tulipas
- Zaanse Schans: a cidade dos moinhos
- Passeio de bike em Amsterdam
- Coffeshops de Amsterdam (em breve) 


Nenhum comentário

Postar um comentário