in

O que fazer em Amsterdam

- - Nenhum comentário
I am... in love! 😍
Continuando a série de dicas sobre Amsterdam, nesse post vou tentar mostrar pra vocês um pouquinho das atrações dessa cidade que eu tanto amo.

É bem verdade que toda as vezes que visito Amsterdam, sempre acabo descobrindo algum novo lugar legal. Mas aqui vou tentar focar nas atrações principais, aquelas que você não pode deixar de ir!

Nem vou me estender muito na introdução porque tem bastante texto pela frente! Aproveitem!


Principais atrações turísticas de Amsterdam

Dam Square


A Dam Square é um dos principais marcos de Amsterdam. Construída no século 13, a praça é um dos principais pontos turísticos de Amsterdam. É onde você vai encontrar muito turista, artistas de rua e pombos!

É turistão mas tem que passar por lá!
É lá que fica a sede do Palácio Real, que hoje funciona como uma das residências da família real holandesa, aquele museu de cera que todo mundo curte, o Madame Tussauds e a Bijenkorf uma tradicional loja de departamentos holandesa.

Mercado das Tulipas


Seguindo a Kavelstraat (uma rua que começa na Praça Dam, fechada para carros e possui muitas lojas) até o final chega-se ao Bloemenmarkt, um mercado de flores flutuantes, mais conhecido também como Mercado das Tulipas.

O mercado fica ali naquelas casinhas
O lugar é quase que passagem obrigatória pois fica no caminho para a Leidseplein. Lá é possível encontrar também muitas lojas de souvenir, que tem os melhores preços da região.

Jordaan


É um bairro super charmoso de Amsterdam. Lá você vai encontrar ruas e canais lindos, lojas, bares e restaurantes descolados.

Amsterdam e seus detalhes super charmosos
A Casa da Anne Frank, o museu da menina judia que contou sua história em um diário que se tornou um dos livros mais importantes sobre a Segunda Guerra Mundial, fica lá. Porém o local é pequeno e o número de visitas por dia é limitado. Ou seja, sempre rola uma super fila.

Outra atração famosa do bairro são as 9 Straatjes, que em bom português quer dizer nove ruas, é o conjunto de ruazinhas fofas cheia de brechós e outras lojinhas bacanas. São elas: Reestraat / Hartenstraat / Gashuismolensteeg / Oude Spiegelstraat / Wolvenstraat / Berenstraat / Wijde Heisteeg / Huidenstraatt e Runstraat.


Red Light District


A zona da luz vermelha em Amsterdam, acho que dispensa apresentações né? É exatamente a zona de prostituição da cidade. Mas lá, a profissão é legalizada, segue regras locais rigorosas e ainda sofre incidência de impostos. 

Tem uma galera que torce o nariz, diz que o lugar é deprê e tal. Eu vou te dizer que acho o lugar meio louco, bem diferente, mas faz parte da cultura deles né.. Inegável é o fato que você precisa ir lá pra ver com seus próprios olhos. E antes que pense que é um lugar tipo inferninho, perigoso etc, te adianto que é suuuper turístico e vive cheio. Além do mais o bairro também tem sua porção residencial, então a coisa toda é bem curiosa: prostitutas, turistas e velhinhas saindo pra comprar o pão de manhã cedo. 😂

As ruas da Red Light sempre lotada de turistas
Além disso, a região possui diversos bares que sempre estão lotados. A diversão é garantida! Ah e nunca é demais avisar que não pode tirar fotos das meninas, é proibido. E não deixe de ir à noite para ver as famosas luzes vermelhas acesas.

Praças de Amsterdam


Plein em holandês significa praça, então quando você ler algo XXplein é de uma praça que eles estão falando. E algumas praças são famosos redutos da boemia holandesa e possuem vários barzinhos em volta que estão sempre cheios. Apesar do frio, a galera de lá curte muito um happy hour, tomar umas cervas com os amigos e botar o papo em dia.

As praças sempre estão lotadas
Aja como um local e aproveite o que a cidade tem de melhor. Sente numa mesinha, peça uns bons drinks e observe a cultura local. Você vai ver que povo legal que eles são!

As praças mais conhecidas e movimentadas são a Rembrandtplein e a Leidseplein.

Heineken Experience


A famosa marca de cerveja é holandesa e iniciou sua fabricação em Amsterdam. Hoje o prédio que começou toda essa história de sucesso foi transformado em uma atração turística, chamada de Heineken Experience.

Apesar de todo o apelo, eu achei que é daquelas atrações que são mais famosas do que legais. Mas em todo caso, quem tiver interesse, vale a pena dar uma conferida.

O valor da entrada é de 16€ por pessoa e o ingresso pode ser comprado através do aplicativo ou na hora, na bilheteria. Só que a fila costuma ser beeem grande, por isso recomendo baixar o aplicativo e comprar os ingressos, certamente vai economizar um bom tempo. Com o aplicativo também é possível fazer um passeio "guiado" em português. Vale a pena baixar.

O tour vai contando a história da cervejaria e mostra o processo de produção da cerveja. A maioria das etapas são interativas e rola até uma prova da cerveja fresquinha.

Caldeirão da Heineken
O final do tour pra mim foi o ponto alto da visita pois é a ala mais moderna onde tem várias salas interativas, com games, salas espelhadas e campanhas de marketing que lembram a história mais recente da cerveja.

Uma das salas interativas (e doidas) da Heineken

Museus


Eu preciso confessar que museu não é o meu forte, aliás, nem gosto. Por isso minhas visitas sempre se limitaram a passar na frente do museu e dizer: "olha o museu tal é aqui"! 😂

O Rijksmuseum e o Van Gogh são os museus mais importantes da Holanda e ficam bem pertinhos um do outro, na Museumplein. Mesmo os que não curtem museus, como eu, vale a pena dar uma conferida nessa praça, que é muito legal. Além de linda, é aqui que fica um dos três painéis I Amsterdam.

O Rijksmuseum é lindo por fora! (não sei por dentro, rs)
Amsterdam é tão comédia, que você também poderá encontrar alguns museus bem curiosos como o da Maconha e o do Sexo.

Painéis I Amsterdam


Uma das atrações mais conhecidas da cidade é o painel com letras gigantes "I Amsterdam". Na verdade foram instalados três painéis desse: no aeroporto, na Museumplein e na parte norte da cidade, ao lado do ADAM Lookout (atrás da Centraal Station).

O do aeroporto eu acho meio sem graça. O do norte da cidade, ainda não fui, não posso opinar. Já o da Museumplein, é o mais fotogênico e meio mundo vai lá todos os dias. Conseguir uma foto decente lá não é missão das mais fáceis. Pra tirar aquela foto sem ninguém, só de manhã bem cedo ou já de noite. Mas de qualquer forma, vale a passada lá pra se divertir com o tanto de gente escalando as letras.

Missão quase impossível tirar aquela foto sozinho
Pra ver vazio assim, só muito cedo ou à noite

Vondelpark


Amsterdam é uma cidade que possui diversos parques, um mais lindo do que o outro. Mas o mais bacana e tradicional é o Vondelpark. Não deixe de passar por ele, seja a pé ou de bike.

Domingo de sol no parque é só alegria!
Amo!

Passeio de bike


Aliás, já que falei de do rolê pelo Vondelpark, aproveite para alugar uma bike pra pedalar pela cidade toda! Programão clássico e muito legal de se fazer em Amsterdam.

Um dos melhores programas de Amsterdam
Eu já fiz e super recomendo. Conto mais detalhes em outro post - Passeio de bike em Amsterdam.

Moinho Holandês dentro de Amsterdam


Se você não tiver tempo para visitar Zaanse Schans (que eu já fui, amei e conto aqui) pra ver os moinhos bem de perto (eu conto mais sobre essa atração aqui), ainda existe um único exemplar perdido na cidade. Fica na Brouwerij't IJ, uma cervejaria artesanal, muito tradicional por lá.

Moinho holandês cervejeiro
O local é um pouco afastado do centrão turístico, mas vale o passeio (pra chegar até lá use o 9292).

Dicas Gerais


Amsterdam é uma cidade relativamente pequena e as atrações não são muito distantes uma das outras. É possível fazer quase tudo a pé. Por isso a minha maior recomendação ao passear pela cidade é: use sapatos confortáveis.

Um programão super recomendado em Amsterdam é visitar o jardim de tulipas, o Keukenhof. Porém o parque só fica aberto durante a primavera. Eu já fui, amei e conto tudo em outro post - Dicas para visitar o Keukenhof - o parque das tulipas na Holanda.

Um lugar mágico
Lembre-se que um dos melhores programas de Amsterdam é não ter programa mesmo e se perder pelas ruas e canais da cidade. Assim você sempre descobre lugares novos e incríveis que não estão em guia nenhum.

 
Leia mais sobre Amsterdam e a Holanda
- Dicas de viagem para Amsterdam
- Onde se hospedar em Amsterdam
- Keukenhof: o incrível jardim de tulipas
- Zaanse Schans: a cidade dos moinhos
- Passeio de bike em Amsterdam
- Coffeshops de Amsterdam (em breve)

Nenhum comentário

Postar um comentário