in

Dicas de viagem para as Exumas, nas Bahamas

- - Nenhum comentário
Um lugar como você nunca viu igual!
Quando se fala em Bahamas, todo mundo pensa logo em Nassau, cruzeiros marítimos e seus resorts super sofisticados. Mas já parou pra pensar que as Bahamas são formadas por mais de três mil ilhas em pleno Mar do Caribe e com isso há muitos paraísos escondidos e pouco explorados por ali?

Pois é.. e foi pensando em desbravar um pouco desses paraísos perdidos que desembarquei nas Exumas, um subconjunto de ilhas nas Bahamas que reserva um mar azul surreal e praias curiosas que você só verá por aqui.

Exumas foge do esquema de resorts de Nassau e é um destino de praia pra quem gosta de curtir a natureza no seu estado mais natural possível.


Para conferir mais fotos dessa trip no Instagram, clique aqui ou procure #reviajajabahamas.

 

A minha viagem 


Minha viagem pelas Exumas foi feita em quatro dias inteiros, sem contar os dias de chegada e partida.

Achei o tempo suficiente para conhecer o básico das Exumas. Quem dispor de mais tempo, recomendo passar uns cinco, seis dias pra fazer tudo com a maior calma e poder relaxar naquele mar azul neon sem fim.

Um detalhe curioso mas que fez toda a diferença positiva na nossa viagem foi que encontrei com os queridaços Lily e Júlio do blog Apaixonados por Viagens nas Exumas. Foi mega coincidência mesmo! Nossas viagens coincidiram as datas sem nada programado e com isso fizemos vários passeios juntos! A vibe deles é ótima e com certeza foi um dos pontos altos da nossa trip!

Como chegar nas Exumas


Não existem voos diretos entre o Brasil e as Bahamas. Será necessário fazer conexão via Panamá (Copa Airlines) ou EUA (várias companhias). Para chegar nas Exumas então, as opções são bem restritas pois a ilha só recebe voos vindos de Nassau, Miami, Fort Lauderdale e Toronto.

O aeroporto, que é muito pequeno, fica em Great Exuma, na capital George Town (GGT). Só possui dois guichês de check in e uma sala para os dois únicos portões de embarque. A imigração e aduana são tão pequenas quanto. Pra ter uma ideia, quando cheguei a porta da imigração estava trancada pois os funcionários estavam almoçando no próprio local! Bem coisa de lugar pequeno mesmo!

Pra disfarçar a situação (se bem que o cheiro de comida não tinha como negar) a agente me perguntou de qual voo eu estava vindo, só que só tinha uma única aeronave no pátio, que era justamente a nossa. 😆😆

O aeroporto é muito pequeno!
Na frente do aeroporto tem uma lanchonete, com acesso a wifi liberado, que é o lugar ideal pra esperar o voo e uma lojinha de souvenir pra comprar aquela lembrancinha de última hora.

Pra quem estiver em outra ilha das Bahamas, existe também a opção de transporte marítimo entre as ilhas, operado pela empresa Bahamas Ferries. Mas eles tem uns horários meio estranhos, não sei se vale muito à pena. O mais comum é se deslocar entre ilhas via avião mesmo.

Melhor época para visitar as Exumas


As Bahamas, assim como a maior parte do Caribe, possui basicamente duas estações: seca e chuvosa. A seca ocorre durante entre os meses de novembro a abril, coincidindo com o inverno no hemisfério norte, o que lá não chega a ser um problema pois ainda que seja inverno, as temperaturas continuam agradáveis.
Já o verão é mais complicado. A chuva vem com mais frequência entre maio e junho e a temporada de furacões rola oficialmente entre junho e novembro. Não quer dizer que se você viajar nessa época pra lá vai encontrar com um, mas a probabilidade é alta pois as Bahamas sempre sofrem com esse fenômeno.

Estive nas Exumas no início de março mas não dei muita sorte com o tempo. Fez sol todos os dias porém peguei uma "onda" de ventos fortes que nos dois primeiros dias foi praticamente impossível aproveitar a praia. Depois o vento baixou e deu pra aproveitar numa boa. Conversando com os locais, soube que ventos fortes como esse que eu peguei são atípicos para a época do ano.

Falando um pouco de Exumas


Como já disse as Exumas são um subconjunto de ilhas das Bahamas. São formadas por Great Exuma, Little Exuma e Exumas Cays. Todas as ilhas tem uma estrutura bem simples e rústica e é justamente isso que dá mais charme ao local.

Bahamas
Great Exuma, como o próprio nome sugere, é a maior das ilhas. E não subestime o seu tamanho: de uma ponta a outra a ilha tem 70km! É também a ilha que possui a melhor infraestrutura: onde fica capital George Town, o aeroporto, a sede do governo, hospital, centro comercial etc.

Exumas
Little Exuma, que fica no extremo sul, é a segunda maior ilha e é interligada à Great Exuma por uma ponte.

As Exumas Cays são o conjunto de várias ilhotas que ficam localizadas mais ao norte (reza a lenda que são 365, uma pra cada dia do ano). A maioria das ilhas são particulares e pertencem a pessoas muito ricas (muito mesmo). As mansões são espetaculares e alguns poucos hotéis super luxuosos e exclusivos. Coisa fina pra gente bacana. Pra chegar até elas só de barco ou ainda pequenos aviões em pistas de pouso particulares. 

Onde se hospedar nas Exumas


Bahamas não é um destino de férias econômico e as Exumas, menos ainda! As ilhas possuem até bastante opção de hospedagem mas no geral os preços são bem elevados.

A maiorias dos hotéis são pequenos e simples. Pra quem procura acomodações luxuosas, o Sandals faz as honras da casa com uma de suas filiais mais chiques. Uma opção bastante comum nas Exumas pra quem procura economizar é o aluguel de casas e apartamentos por temporada.

Sobre a localização, não achei nenhum "lugar melhor" pra se hospedar. Como se passa o dia visitando outras praias ou ainda fazendo passeios, pouco importa a região da ilha onde vai se hospedar. Sempre vai ter uma praia linda perto da sua hospedagem e na maior parte do tempo você estará desbravando outras praias da ilha ou ainda fazendo passeios de barco.

Na hora de escolher a minha hospedagem, levei em consideração que a estrutura da ilha é bem limitada. Por isso pensei que me hospedar em um apartamento me daria mais liberdade, principalmente no quesito alimentação, pois não sabia exatamente o que esperar dos restaurantes de lá. E foi a escolha mais acertada que eu podia fazer!

A propriedade que eu escolhi foi a Sapphire Garden Townhouses um conjunto de casas geminadas de dois andares.

A casa que eu me hospedei tem dois quartos (um deles suíte com varanda), é espaçosa e super bem equipada. Tem todos os utensílios de cozinha, além de lavadora e secadora, caso precise lavar alguma roupa no meio da viagem.

Possui TV na sala e nos dois quartos e o wifi estava funcionando direitinho. Além disso tem um quintal, que é comum à todas as casas, com churrasqueira.

A localização da propriedade é boa, a uns cinco minutos de carro de George Town. Bem próximo tem outros hotéis e alguns deles possuem restaurantes abertos ao público.

http://www.booking.com/searchresults.html?city=-1543304&aid=1256661&no_rooms=1&group_adults=1

Se você quiser reservar a mesma propriedade que eu, clique aqui. Caso queira dar uma espiada em outras acomodações em Exumas, clique aqui. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações.

Como se locomover nas Exumas


Em Great e Little Exuma o principal meio de transporte é o carro. Infelizmente não há transporte público nas ilhas. No máximo há táxis que fazem transfers pela ilha mas o valor costuma ser alto. Uma corrida do aeroporto até próximo do meu hotel por exemplo custou US$30. Caronas são comuns na ilha.

Nas Bahamas dirige-se na mão-inglesa e em Exumas é o melhor lugar do mundo para treinar a direção invertida pois as estradas são quase fantasmas! Eu dirigi o tempo todo lá super de boas!

Ótimo pra pegar a manha da mão-inglesa
O valor de aluguel não é dos mais baratos. Paguei US$60 a diária no modelo mais simples. E é super importante reservar o carro com antecedência, pois é bem comum os carros mais simples esgotarem logo.

As duas locadoras que eu vi mais atuantes na ilha são a Thompson e a Berlies. Há mais duas locadoras próximas do aeroporto, a Airport Car Rental e a Don's Rental a Car. Eu aluguei na Berlies e o legal é que eles possuem sistema de reserva pelo próprio site (nas outras só via email).

Correu tudo bem com a locação do carro. O escritório deles fica um pouquinho afastado do aeroporto pra ir à pé. Por isso, ao chegar, basta avisar ao pessoal que fica ali fora do aeroporto que eles dão um jeito de chamar a atendente e ela vai lá te buscar de carro (coisas das Bahamas 😁). Aliás, ela foi mega gente boa e atenciosa. O carro estava meio baqueado (um pouco amassado e precisando de um alinhamento urgente) mas nada que tenha atrapalhado a viagem.

Um detalhe curioso é que na Berlies é cobrada uma espécie de caução pelo carro, no valor de US$350. Ok, até aí tudo bem. O engraçado é que diferente das outras locadoras que só fazem uma pré-autorização no seu cartão, lá eles passam o valor de verdade. E só depois de sete dias úteis da devolução do carro é que eles fazem o estorno. Estranho não? Você devolve o carro e vai embora das Bahamas na confiança que eles vão te devolver o dinheiro. E de fato, fizeram tudo certinho, no prazo informado.

Vale dizer ainda que o consumo do carro foi mínimo. Andei muito nos cinco dias que fiquei por lá e só gastei US$20 (mais uma vantagem de reservar o carro econômico). Aliás, a ilha só tem dois postos de gasolina e o valor da gasolina era US$5,10 por galão.

Outra opção é alugar uma scooter. Pra quem tem a manha de dirigir moto, com certeza sai mais em conta. A locadora é a Balfour Bros Scooter Rentals.

O que fazer nas Exumas


Bem, destino nas Bahamas não tem muito mistério né? É pra curtir praia! E nas Exumas esteja preparado pra ver algumas das praias mais lindas e curiosas desse mundo!

Sobre passeios, o carro chefe nas Bahamas envolve barco, pesca e mergulho. E nas Exumas a coisa não é diferente. Então, é possível encontrar diversas opções de passeio, combinando paisagens incríveis com atividades esportivas, pra quem curte.

Você pode parar seu barquinho em praias paradisíacas!
As operadoras que vi mais atuantes em Exumas são:

Four C’s Adventures – Exuma Water Tours
Sugar Adventure
Coast Line Adventures
Aquadisiac
Roberts Island Adventures

O passeio mais tradicional é o que faz um tour pelas Exumas Cays (já vou falar dele) mas também tem outros tours pra pescar, mergulhar, fazer kite ou simplesmente montar acampamento em um sand bar perdido no meio do oceano. Os passeios podem ser feitos em grupos ou ainda é possível alugar o barco e fazer o seu roteiro próprio (é caríssimo, mas tem como). 

Exumas Cays


O passeio de barco pelas Exumas Cays é um clássico nas Exumas.

Nas ilhas particulares dos ricaços a gente mal chega perto! Já as que são abertas à visitação do público, guardam algumas das maiores curiosidades das Bahamas: praias habitadas por porcos nadadores, iguanas e tubarões-lixa super simpáticos.

Praia com Iguanas
Ou com porcos nadadores (e muito espertos, por sinal)
E tubarões fofinhos! 💙
Esse passeio é tão legal e eu tenho tanta informação e foto para postar, que escrevi um outro post - Passeio de Barco pelas Exumas Cays.


Aluguel de barco por Elizabeth Harbour


Entre Great Exuma e Stocking Island, uma ilha vizinha muito charmosa, forma-se uma área de águas abrigadas por onde é permitido o aluguel de pequenos barcos por conta própria. Essa é uma modalidade de passeio que eu amo, pois a sensação de pilotar o seu "próprio" barco e poder fazer o seu roteiro é maravilhosa. E quando eu soube que podia fazer isso também nas Exumas (já tinha feito na Sardenha), não pensei duas vezes!

E nessa região, conhecida como Elizabeth Harbour existem várias praias lindíssimas, o Chat'n Chill, um bar super legal em Stocking Island onde moram simpáticas arraias e bancos de areia que surgem na maré baixa. Coisa fina de ver!

Praias paradisíacas só pra você
Arraias super simpáticas
E os famosos sand bars bahamenses
Pra explicar toda a dinâmica do aluguel, como funciona, roteiro e atrações do passeio com bastante fotos e detalhes, tem mais um post - Alugando um barco em Exumas, nas Bahamas.

Praias 

 

Nas Exumas prepare-se para encontrar algumas das praias mais lindas desse mundo. Imagine você: um mar azul neon, praias de areias finas e branquinhas e na maioria delas quase ninguém! É ou não um paraíso?

No entanto, a maioria das praias lá não tem qualquer estrutura de bar/restaurante. E as poucas que tem, abrem quando quer. Então nunca conte com isso e leve sempre com você um kit sobrevivência com comes e bebes.

Como eu disse anteriormente, nos dois primeiros dias que estive em Exumas, ventou muito forte e eu acabei não aproveitando o tanto que queria das praias. Mas ainda assim dei um super rolezão para conhecer as praias e quando encontrava alguma abrigada do vento aproveitava pra montar acampamento e curtir um pouquinho.

Não sei o nome, rs. Ficava perto do hotel e era protegida do vento!
A praia abaixo é a Tar Bay, uma praia super extensa e com esse marzão azul neon! Tem algumas poucas casas, algumas hospedagens e não vi nenhuma estrutura de bar/restaurante.

Tar Bay
Uma outra praia que adorei é a Emerald Bay, que fica mais ao norte da ilha. Ela é bem extensa e super vazia! Na outra ponta da praia fica o Sandals.

O cantinho charmoso de Emerald Bay
A praia é longa e lindona
Hoopers Bay, é outra praia que vale dar um confere. Apesar do acesso um pouco escondido, tem uma placa na estrada sinalizando a entrada. Aqui além da praia linda, é possível encontrar várias tartarugas nadando na beira. Para avistá-las, basta caminhar até o lado direito da praia, onde há um píer.

O acesso é por um beco espremido entre as casas
Hoopers Bay
Já em Little Exuma, não deixe de conhecer a Tropic of Cancer Beach, uma praia super extensa de água claríssimas por onde passa o Trópico de Câncer!

Tropic of Cancer Beach
Aquela linha imaginária dos tempos do colégio
O acesso até a praia é bem sinalizado. É preciso deixar a estrada principal e andar uns 500 metros de estrada de chão até lá. Dá pra estacionar o carro do lado da praia.

No mais permita-se descobrir novas praias. Saia dirigindo pelas ilhas e ao menor sinal de entradinha com mar neon gritante ao fundo vá lá conferir. O bom das Exumas é ser surpreendido por essa explosão de azul!

Outras praias que estavam no meu roteiro e acabei não visitando: Coco Plum, Sugar Beach, Forbes Hiil Beach e Love Beach.

Pôr do Sol


O point pra assistir o pôr do sol em Great Exuma fica do lado oposto às praias. Tem um bar em especial, o Catch a Fire, que é uma ótima pedida pra curtir o fim de tarde.

Eu estive lá em dois dias diferentes e em nenhum deles o bar abriu! Nem sinal de vida por lá! Coisas das Bahamas.. De qualquer forma, vale pela vista do lugar.

Catch a Fire sempre fechado!
Mas pode ir que a vista compensa!
Ah, vale a pena avisar que aqui tem uns mosquitinhos minúsculos que atacam com força total. Leve repelente!

Onde comer nas Exumas

 

Comer nas Exumas nem sempre pode ser uma missão fácil. Especialmente quando a opção é passar o dia inteiro na praia e deixar pra fazer aquela "almojanta" no fim do dia. O problema de Exumas é que não há muitas opções de restaurantes e a maioria fecha cedo ou abre quando quer.

Os restaurantes geralmente ficam dentro de hotéis e são abertos ao público em geral. Espere preços salgados como água do mar.

Um lugar super curioso que fui, e foi uma das experiências mais engraçadas da viagem é uma praia, que não sei o nome, mas fica em frente ao hospital e do lado do porto, e que possui vários quiosques frequentados basicamente pelos locais da ilha e alguns turistas curiosos e perdidos como nós. Conhecemos a única família brasileira que mora na ilha, que nos apresentou várias figuras únicas e clássicas de Exumas. Foi pra ficar na história.

Esse lugar além de oferecer uma experiência bem local, pode ser também um opção para comer mais em conta, pois os quiosques servem alguns pratos típicos. Mas só que também fecha cedo.
Na ida até Little Exuma, vale dar uma passada no Santana's, um restaurante local bem tradicional, que serve pratos simples.

Dicas Gerais


No geral o atendimento em Exuma é lento e nem um pouco simpático. A ilha não tem muito a pegada do turismo, então a galera local não se liga em agradar o visitante. Vá preparado!

Aproveite pra pegar na locadora um livrinho chamado Exuma Visitors Guide. Tem vários contatos úteis de restaurantes, operadoras de passeio, lojas etc. Também da pra consultar o guia no site oficial.

Loja de souvenir só vi duas. Uma no centro de George Town, em frente à sede do governo e outra na frente do aeroporto. Mas prepare-se pois os preços são bem salgadinhos: um ímã de geladeira, por exemplo, custa US$10 (nunca paguei tão caro em um ímã).

Na época que fui estava rolando a temporada das moscas. Bizarro! Teve um dia que abri a porta da cozinha quando estava preparando comida e a casa foi invadida por milhares de moscas. Nunca vi nada igual! Segundo os locais, isso é normal. 😱

Leve itens de uso pessoal como protetor solar, repelente, remédios etc. Numa ilha isolada onde tudo vem de fora, não vale a pena contar com a sorte.

O mercado do centro de George Town é pequeno mas dá pra quebrar um galho com artigos de primeira necessidade. Tem outro mercado na estrada principal, o Smith's mas não cheguei a ir nele.

Bebidas alcoolicas são vendidas somente em liquor stores e elas fecham cedo. Na frente do mercado de George Town tem uma.

Para conferir mais fotos dessa trip no Instagram, clique aqui ou procure #reviajajabahamas.

**Data da viagem: março/2018

Leia mais sobre as Bahamas
Montando o roteiro de viagem para as Bahamas
Passeio de barco por Exumas Cays
Passeio de barco por Elizabeth Harbour
Nassau

Nenhum comentário

Postar um comentário