in

Roteiro para uma Roadtrip na Califórnia

- - 2 comentários
A tão sonhada Pacific Coast Highway 💙
Um dos roteiros de viagem mais desejados quando se fala em Estados Unidos é uma viagem de carro pela famosa Pacific Coast Highway na Califórnia (ou para quem preferir uma roadtrip na Califa).

E não é pra menos não viu?! Realmente é uma viagem de sonho! Essa estrada, que é uma da mais famosas dos Estados Unidos, possui paisagens de tirar o fôlego mesmo! 

Entre San Francisco e Los Angeles, há tanta opção de roteiro, paradas e pernoites, que acredito que definir o que é melhor pra você está diretamente ligado aos seus interesses pessoais.

Aqui eu vou tentar trazer o máximo de informações possíveis que te ajudem a montar um roteiro ideal por este, que é um dos passeios mais incríveis dos Estados Unidos.

Um pouco da história da Pacific Coast Highway


A construção da Pacific Coast Highway ou somente Highway 1, começou na década de 1930. Foi um marco no desenvolvimento da Califórnia pois criou uma ligação direta entre as cidades costeiras da região.

Inicialmente chamada de Roosevelt Highway, a estrada foi construída por presos que cumpriam pena nos presídios da região. O maior desafio naquela época foram as pontes (33 no total) sobre os profundos abismos.

A estrada era "repartida" em vários trechos com nomes diferentes, até que em 1964 o governo estadual resolveu "juntar" todos os trechos em um nome único: a State Route 1. Hoje, sua extensão oficial vai de Dana Point, em Orange County, até Mendocino, no norte do estado. 


Qual a melhor época para fazer uma roadtrip na Califórnia


A melhor época pra fazer uma viagem de carro pela Califórnia deve coincidir com os meses mais quentes, afinal, uma viagem à beira-mar no alto inverno, com frio, é meio deprê.

A Califórnia tem verões quentes e secos e invernos mais amenos ao sul e mais rigorosos ao norte.

Pra fazer essa viagem é preciso estar atento a dois fenômenos naturais muito comuns na Califórnia: as chuvas do norte do estado e os incêndios florestais, que acontecem mais ao sul especialmente no verão.


As chuvas fortes, que ocorrem entre novembro e março, causam desabamentos e interdições na Pacific Coast Highway. Geralmente os estragos são grandes e demoram meses para a estrada ser reaberta novamente. Quando isso acontece, o jeito é seguir pelo interior e percorrer somente os trechos abertos para trânsito.

Já os incêndios ocorrem na época seca e com altas temperaturas. O problema também é a possível interdição da estrada por causa das chamas ou da intensa fumaça que atrapalha a visibilidade.

Outro fator climático que costuma atrapalhar as viagens para a Califórnia: a fog, que no bom português conhecemos como neblina. Isso acontece com frequência por lá e é um saco! O tempo fecha, rola até um friozinho, e com muita sorte quando o sol começa a esquentar ela vai se dissipando. Isso atrapalha a vista dos mirantes da estrada.

É importante também observar o calendário de feriados nos Estados Unidos. Essa é uma viagem super desejada por todos e nos feriadões, acredite, bomba mesmo! Aí imagina só pegar trânsito na viagem? Além disso, hotéis lotados e caríssimos?! Isso aconteceu comigo.. quase fiquei sem hotel no segundo dia da viagem. Então, por experiência própria: podendo evitar os feriadões, melhor!

Por fim, na minha opinião os melhores meses pra fazer essa viagem seria entre maio e setembro, quando as temperaturas já estão mais adequadas pra uma viagem à beira-mar. De resto é contar com a sorte para que nenhum dos fenômenos climáticos da região atrapalhe a sua viagem.

Como alugar um carro para fazer a roadtrip na Califórnia


Alugar um carro nos Estados Unidos não tem mistério. Os procedimentos são bem similares aos daqui, aliás são até mais simplificados, como o processo de retirada (quando você chega no pátio e escolhe o carro que quiser, dentro da sua categoria) e entrega (que só conferem o combustível).  

A CNH brasileira é aceita normalmente e não há necessidade de apresentação da PID (permissão internacional para dirigir). 

O único complicador aqui seria a entrega em local diferente da retirada. Muito provavelmente você vai retirar o carro em San Francisco e devolver em outra cidade. Algumas locadoras cobram uma taxa extra, muitas outras não. Eu aluguei com a Avis e não houve cobrança de adicional. Gostei bastante e recomendo.

Sobre o carro conversível, há quem goste e ache linda a ideia de dirigir com a capota aberta sentindo a brisa do mar. Pois bem, vamos aos detalhes práticos: com a capota aberta você vai levar tanto vento na cara que vai desistir e fechar aquela bagaça em 10 minutos. 😂😂 Além disso, o porta-malas é apertadíssimo! Se você viaja com mais de uma mala grande, vai passar um perrenguinho com um carro desse tipo. Avalie bem.

Dicas pra cair na estrada


O trecho mais legal da Pacific Coast fica entre San Francisco de Los Angeles. Porém pra fazer o roteiro clássico, muito cuidado com o GPS pois ele sempre vai apontar as rotas mais rápidas, que geralmente são pelas highways internas, que cortam o interior e não tem nada a ver com essa viagem. Fique atento pra traçar a rota sempre margeando o litoral.

Essa é uma estrada pra curtir os visuais, então separe no mínimo três dias pra fazer os passeios com calma. Se puder dispor de quatro, cinco dias, melhor ainda! Dá pra fazer tudo com calma e se o clima aprontar alguma pegadinha, você fica com uma janela de tempo pra esperar a poeira, ou melhor a fog, baixar.

O ideal é começar a viagem em San Francisco por um detalhe técnico que faz toda a diferença: o lado em que se dirige na estrada! O mar e os mirantes ficam do lado direito da estrada, por isso que dirigir nesse sentido faz toda a diferença, porque auxilia nas paradas e é bem melhor pra curtir o visual. 

Antes de encarar a estrada, passe no mercado e compre alguns comes e bebes pra levar no carro. No trecho mais top, no Big Sur, há pouquíssimo comércio. Se bater aquela fome, pare num mirante e faça um lanchinho com vista para o mar.

Lanchinho com vista
Apesar de estar nos Estados Unidos e respirar aquela sensação de segurança, não deixe nada de valor à mostra dentro do carro. As malas devem estar acomodadas no porta-malas e de preferência que também não fiquem à mostra. A oportunidade faz o ladrão e na Califórnia não é diferente. Eu mesma tenho amigos que foram roubados lá e ouviram do policial que isso é extremamente comum na região.

Por mais que a estrada oficialmente termine em Orange County, se puder estenda a viagem até San Diego, que é uma das cidades mais legais da Califórnia na minha opinião. 

Montando o roteiro para a Pacific Coast


Agora que você já topou fazer essa trip, vamos pôr a mão na massa. Como eu já disse antes, o ideal é começar a viagem por San Francisco. Aproveite pra passar uns dias na cidade que é muito bacana (dois ou três dias são suficientes).

San Francisco é muito legal!
Leia mais sobre a cidade em Dicas de viagem para San Francisco e O que fazer em San Francisco.

Dá pra fazer o roteiro ao contrário? Dá! As paradas serão as mesmas, porém você vai precisar sempre estacionar do lado "errado" da estrada e ter que atravessá-la. Além disso pode perder algum visual bacana por estar do lado que não favorece.

Deixe para alugar o carro no último dia em que estiver na cidade. San Francisco é meio complicadinha no quesito andar e estacionar carro, as melhores opções pra circular por lá são a pé ou transporte público.

Você pode aproveitar esse dia de carro pra conhecer locais mais distantes da cidade, como o litoral ou ainda dar uma esticada em Napa Valley para conhecer as vinícolas da região.

Dia 1 de roatrip


Chegado o dia da roadtrip, procure sair cedo pra aproveitar o dia. O primeiro trecho de estrada vai de San Francisco até Monterey / Carmel e tem aproximadamente 200km.

Saindo de San Francisco em direção à Pacific Coast você tem quatro opções:

- Pegar a Freeway 101 de SF direto até Monterey: opção sem charme porém mais rápida.
- Pegar a Freeway 101 até Half Moon Bay e daí pegar a Highway 1: muita gente prefere essa rota para cortar um pouco de caminho e pegar a parte "mais interessante" deste trecho da Highway 1.
- Pegar a Highway 1 a partir de Pacífica: outra opção interessante mas um pouco mais demorada.
- Pegar direto a Highway 1 desde San Francisco: começar a viagem pelo litoral de SF, a partir da Cliff House. Muito interessante também mas é a mais demorada de todas as opções.


Essa decisão vai influenciar no tempo de chegada à Monterey. Vai da preferência de cada um. Eu sou da opinião que ir pela praia, vendo a vista do mar é mais legal que qualquer Highway que corte caminho.

De Half Moon Bay até Santa Cruz, a estrada passa por pequenos vilarejos de praia e parques estaduais. Quase não há construções e o visual é bem bonito. Há algumas paradas bem legais, como o Pigeon Lighthouse.

Farol bonitinho no meio do caminho
Santa Cruz já é uma cidade maior, desenvolvida. O trânsito aqui toma proporções maiores e fica até um pouco carregado. A cidade é o berço do surf nos Estados Unidos e tem uma atmosfera toda voltada para esportes ao ar livre. Tem uma orla simpática com direito à parque de diversões. Quem dispor de tempo, vale a pena passar pra dar uma olhada no movimento. A partir daí a estrada até Monterey é uma freeway afastada do litoral, meio sem graça. 

Monterey é uma cidade grandinha e que também possui um orla simpática com bares, restaurantes e lojinhas: a Cannery Row. Além disso, aqui também fica localizada uma das maiores atrações da Califórnia: o Monterey Bay Aquarium.

Mais 15km adiante fica Carmel, uma cidadezinha pequena e super charmosa. A grande atração aqui é o caminho que leva até Carmel, a 17-Mile Drive. Uma estradinha que passa por dentro de um condomínio de luxo, chamado Pebble Beach, com visuais incríveis. Soma-se a isso o centrinho de Carmel cheio de galerias de arte e uma praia de areia branquinha e mar azul (pena que é friiio!).

No caminho para Carmel
Escrevo essa parte da viagem com mais detalhes e muitas fotos em - Dicas de viagem para Monterey e Carmel - Roadtrip na Califórnia.

Essa região é tão legal que aqui vale a pena gastar um dia bônus do roteiro, caso você o tenha. Passear com calma pelo centrinho de Carmel, ver o pôr do sol de lá que é lindão e curtir o visual da Scenic Drive é uma ótima pedida.

Dia 2 de roadtrip


Se você der sorte e não encontrar nenhum trecho da estrada interditado, vai poder percorrer o trecho mais bonito de toda Pacific Coast. Espere dirigir neste dia uns 300km, dependendo de onde escolher pernoitar.

Se o tempo amanhecer feio, dê uma olhada na previsão pra ver se não vai melhorar ao longo do dia. Essa região costuma ser assim, amanhece com neblina e conforme vai esquentando o tempo abre. E vai por mim, percorrer esse trecho da estrada com sol vai fazer toda a diferença.

Vai por mim, o sol vai fazer toda a diferença!
O trecho que se inicia depois de Carmel e vai até San Simeon é o mais fotogênico. Aqui quase não há construções e o visual de mirantes, praias e pontes é realmente incrível. Destaque para a Bixby Bridge e o Julia Pfeiffer State Park.

Olha que perfeição!
Depois que passa o trecho mais "uau" da estrada, começa um trecho com menos natureza e mais vida urbana.  Há duas atrações que não podem passar despercebidas: a Elephant Seal Vista Point, uma praia lo-ta-da de elefantes marinhos e o Hearst Castle, uma mansão megalomaníaca, que pertenceu ao magnata William Randolph Hearst e hoje funciona como parque estadual.

Esse lugar é um barato!
Aqui será preciso definir onde será o pernoite deste dia de viagem. Se estiver com folga no roteiro pra curtir a região, escolha alguma das cidades pequenas pra pernoitar. Quem está com o roteiro apertado, costuma esticar até Santa Barbara. Eu acho meio cansativo e chato pois é muito tempo dentro do carro (e pra quem tá dirigindo é mais maçante ainda).

San Luis Obispo, é uma cidade universitária, grandinha e com boa estrutura. Uma outra cidade dessa região que fiquei encantada foi Morro Bay, pequena e com uma orla muito bacana, cheia de lojas e restaurantes. Em Pismo Beach, cidade bonitinha também, há um Premium Outlets para os consumistas de plantão. Santa Maria é a maior cidade da região e conta com toda aquela estrutura americana que conhecemos, mas fica longe do mar, não tem charme.

Há ainda várias outras cidadezinhas pela região. Eu mesma fiquei numa cidade fora de qualquer roteiro, chamada Lompoc. Na verdade, era véspera de um feriadão nos Estados Unidos e a hospedagem nas cidades mais famosas estavam lotadas ou caríssimas. Daí tive que procurar um plano B para não falir. 😁

Escrevo essa parte da viagem com mais detalhes e muitas fotos em Dicas de viagem para Big Sur - Roadtrip na Califórnia.

Dia 3 de roadtrip


Considerando que você não esticou até Santa Barbara, aproveite o terceiro dia da viagem pra dirigir menos e curtir mais. 

Vá tomar café na cidade de Solvang. Você não vai entender nada e vai achar que está em algum vilarejo do interior da Europa. É que a cidade foi fundada por dinamarqueses no início do século passado. Além disso há várias padarias típicas com delícias pra você começar o dia daquele jeito, enfiando o pé-na-jaca!

Pedacinho da Europa na Califórnia
Pertinho dali fica a cidade de Los Olivos. Se você ainda não incluiu uma visita à vinícolas em sua viagem e tem vontade de conhecer uma, essa é uma ótima pedida.

Mais adiante chega-se à Santa Barbara, uma cidade de colonização espanhola mas que está mais pra um balneário super chic. A orla, o píer e o centrinho valem a pena pra dar uma passeada. Há quem curta também a parte histórica da cidade e visite a Missão de Santa Barbara.

Um fim de tarde aqui tá valendo!
Podendo curtir a região com calma, pernoite em Santa Barbara e deixe pra seguir até Los Angeles no dia seguinte. Com pouco tempo, vá direto até Los Angeles, que fica mais 150km adiante.

Dia 4 de roadtrip


Considerando que você teve tempo de curtir a região de Santa Barbara com calma e pernoitou por lá, tem a opção de seguir para Los Angeles pelo interior, fazendo um pitstop no Camarillo Premium Outlets ou ainda continuar pelo litoral, curtindo o visual do mar.

Esse trecho de praia não é tão bonito e nem muito charmoso. O destaque aqui seriam as praias de Point Mugu, El Matador e a clássica Malibu.

El Matador
Sinceramente falando, eu acho que vale mais a pena seguir pelo interior até Los Angeles (que é mais rápido), se acomodar no hotel e num dia livre passear por essa região, sem o peso na consciência de ter malas dentro do carro.

Em Los Angeles, os interesses são bem variados, já que estamos falando da maior cidade da Califórnia e que possui diversas opções de entretenimento. Por aqui eu recomendaria uns dois ou três dias, mas isso vai estar diretamente ligado ao seu interesse na cidade.

Eu por exemplo, gosto mais de curtir o clima praiano, então todas as vezes que fui pra lá fiquei hospedada em Santa Monica e curti as redondezas. Conto mais sobre as minhas passagens por lá em Dicas de viagem para Santa Monica e Venice Beach.

Como não amar um lugar desses?

Desdobramentos da roadtrip na Califórnia


A partir de Los Angeles, muitas pessoas resolvem seguir a roadtrip em direção à Las Vegas, que fica a 450km. Pra quem não curte praia ou está viajando em época fria eu até acho uma boa ideia. Las Vegas é uma cidade muito bacana. Mas pra entender e curtir a cidade, é preciso ir com a expectativa na medida certa

Eu falo mais sobre Las Vegas em Dicas de viagem para Las Vegas e Os hotéis de Las Vegas.

Agora se você é dos meus e ama um clima praiano vale muito a pena seguir até o sul do estado. Bem próximo de Los Angeles, fica uma cidade que eu amo e é uma lindeza só: Laguna Beach! As praias de lá são lindas e valem muito a pena uma visita.

Laguna Beach é o lugar!
Conto tudo em detalhes e muitas fotos em Dicas de Viagem para Laguna Beach.

Huntington Beach é o símbolo da cultura surf californiana. A cidade conta com um centrinho super animado, com vários barzinhos, restaurantes e galera jovem (e surfista) circulando pelas ruas.

Corona del Mar é bacana também. A praia é legal e as casas de lá são a personificação daquele sonho de morar na Califórnia.

Corona del Mar e seus cantinhos especiais
San Diego é minha queridinha na Califórnia. Apesar de ser uma cidade grande (a 6ª maior do país) tem um clima praiano super legal. É também uma cidade universitária, então tem muitos jovens e clima mais descontraído.

Topo da lista na Califórnia
Leia mais sobre em Dicas de viagem para San Diego.

Finalizando o roteiro


Bem, agora que você já leu todas as informações acima, já deu pra ter uma ideia de como funciona o roteiro para a roatrip pela Pacific Coast. Agora vai depender da sua disponibilidade de dias e disposição pra percorrer o caminho.

Vou montar um esqueminha abaixo que pode te ajudar um pouco mais:

Pessoal, só lembrando que esse roteiro é só uma sugestão, ok?! É possível montar inúmeras outras configurações. Isso vai depender do perfil e do interesse de cada um. Ah, e claro vai depender também do tempo disponível pra fazer a viagem né, que nunca é exatamente aquilo que gostaríamos.

Eu mesmo me arrependo um pouco do roteiro que fiz na época. Eu estava naquela ânsia de fazer o máximo de coisas possíveis, sabe? Foi bem corrido e um pouco cansativo. Hoje, meu perfil de viajante mudou um pouco e acho que teria feito um outro roteiro, bem mais parecido com esse que montei acima, curtindo tudo com mais calma e aproveitando mais os lugares.

Onde se hospedar numa roadtrip pela Califórnia


Seguindo a lógica do roteiro acima, você vai precisar escolher um hotel em San Francisco para passar os primeiros dias.

No primeiro dia da roadtrip você pode se hospedar em Monterey ou Carmel. As duas cidades são muito próximas, porém os valores de hospedagem são bem diferentes. Em Monterey é possível encontrar hotéis simples e preços justos para um pernoite. Em Carmel, os hoteis podem ter os preços bem mais elevados.

O pernoite seguinte vai depender de como você montará o seu roteiro. Todas as cidades que citei (San Luis Obispo, Morro Bay, Pismo Beach e Santa Maria) possuem ótima rede hoteleira e contam com várias opções. Escolha o que se adequa melhor ao seu perfil e o roteiro.

Pra quem puder pernoitar em Santa Barbara, procure hotéis perto da praia e do píer pra não precisar usar o carro de noite.

Já em Los Angeles, o local da hospedagem vai estar diretamente ligado aos seus interesses na cidade. Pra quem pretende explorar a cidade, uma região muito procurada é a de West Hollywood. Quem pretende ficar perto do mar, Santa Monica é uma ótima pedida, porém com preços elevados.

No post sobre cada etapa da minha viagem, eu escrevi em detalhes sobre os hotéis que me hospedei.

Para pesquisar os hotéis de sua viagem, pesquise no Booking. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações, ok? 😉

Booking.com

Galera, eu acho que é só isso tudo! 😁 Eu tentei reunir aqui nesse post as principais informações pra ajudar num roteiro bacana pra viajar de carro pela Califórnia.

Essa foi uma viagem que eu amei fazer e tenho certeza de que você também vai amar! Se pintar alguma dúvida, não hesite em perguntar, estou aqui para ajudar!




2 comentários

  1. Ameeei o post!!!

    Estou estudando a possibilidade de fazer esta aventura em Junho/Julho 2020. Sou casada e tenho uma menina de 7 anos. Tranquilo fazer com crianças né?

    Bjuss

    Glauce Gachet,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Glauce,

      Super tranquilo! A viagem é gostosa de fazer e nos EUA a super estrutura turística não deixa passar nenhum perrengue! Se vc incluir no roteiro a Disney então, sua filha vai amar!

      Boa viagem e aproveitem bastante!
      =)

      Excluir