in

Dicas de viagem para o Havaí

- - Nenhum comentário
Aloha Hawaii!
Conhecer o Hawaii, ou Havaí em bom português, era um dos meus grandes sonhos. Na verdade era aquele destino que eu sempre achei que não conseguiria visitar porque é longe e caro. Mas como a gente deve sempre correr atrás de realizar os nossos sonhos, com um pouco de planejamento e pesquisa, vi que o Havaí era muito mais possível do que eu imaginava!

O Havaí é um arquipélago formado por 19 ilhas. Dessas, apenas 4 são mais exploradas pelo turismo: Oahu, Maui, Kauai e Big Island. As ilhas são bem grandes e possuem diversas atrações. Por isso na hora de montar uma viagem pra lá é importante pensar muito bem no roteiro pra evitar começar querendo fazer tudo e no final não aproveitar nada.

Nesse primeiro post, vou dar dicas gerais sobre o Havaí e depois em post específicos, contarei em detalhes as ilhas que consegui visitar: Oahu e Maui.

Um pouco da história do Havaí


As ilhas do Havaí eram originalmente habitadas por polinésios, aquele povo corajoso que embarcava numas canoas pelo Oceano Pacífico e descobriam ilhas desabitadas. Eita povo guerreiro esse hein?

E assim eles viveram por lá muitos anos felizes e contentes, numa sociedade altamente organizada com idioma, cultura e religião próprios. Daí, em 1778 o explorador britânico James Cook chega e diz que "descobriu" o Havaí.

Diferentemente do que conhecemos de outros povos que foram "descobertos", o Havaí não foi colonizado e a monarquia local  conseguiu manter-se no domínio de suas terras por um longo tempo após a "descoberta". Porém a sua localização estratégica no meio do Pacífico fez os olhos dos americanos crescerem e por volta de 1900 eles iniciaram uma manobra pra anexar o arquipélago ao seu território.

Por ser um lugar "de passagem" ali no Oceano Pacífico, o Havaí recebeu muitos imigrantes de diversas origens, principalmente asiáticos e europeus. Acredita que até os portugueses se estabeleceram no arquipélago? Foram pra cultivar de cana-de-açúcar e por lá se estabeleceram. É possível encontrar diversas famílias locais com sobrenomes portugueses, além de outras heranças culturais. Por exemplo, o ukulele se parecer com um cavaquinho não é apenas coincidência não..

Somente em 1957 o Havaí foi elevado para o status de Estado Americano, o último dos 50 que forma o país.

Como chegar no Havaí


Por ser um estado americano nunca é demais lembrar que é preciso ter visto americano pra visitar o arquipélago.

Chegar lá também não é uma tão missão fácil, é longe e cansativo. Não há voos diretos do Brasil para o Havaí, então é necessário fazer conexão em alguma cidade norte-americana.

A menor rota dos EUA pra lá é a partir de Los Angeles, com voos com duração média de 5 horas. Todas as grandes companhias americanas operam o trecho então a oferta de voos é bem grande. Abaixo segue a lista com os principais aeroportos do arquipélago:

Aeroportos no Hawaii
1 - Oahu - Honolulu (HNL)
2 - Maui - Kahului (OGG)
3 - Big Island - Kona (KOA)
4 - Kauai - Lihue (LIH)
5 - Big Island - Hilo (ITO)

Pra viagem não ficar muito cansativa, bolei um roteiro de ida que incluía uma parada de dois dias na Califórnia tanto na ida, quanto na volta. Assim, além de descansar um pouco foi bom pra se acostumar com a diferença de fuso, que do Brasil para o Havaí é de 7 horas a menos!

Pra baratear a passagem, comprei o voo Rio - Los Angeles e o trecho Los Angeles - Oahu eu consegui resgatar com milhas na Delta através do Smiles.

Melhor época para visitar o Havaí


O Havaí possui basicamente duas estações ao ano: inverno e verão. O inverno não chega exatamente a ser frio, com temperaturas máximas variando entre 25°C a 27°C. A época mais chuvosa é entre outubro a março mas durante o ano todo é normal cair uma chuva passageira (formando o arco-íris, que é um dos símbolos do arquipélago).

A escolha da época para ir ao Havaí está ligada diretamente ao seu interesse na ilha. Se quiser curtir praia com mar tipo piscina, prefira os meses mais quentes, entre abril e outubro. Pra surfar ou apenas apreciar as ondas gigantes que aparecem na TV, então tem que ir no inverno (novembro a meados de março).


A minha viagem foi feita em maio e fez muito sol, calor, teve chuva passageira e arco-íris. A água não era assim tão quentinha quanto eu esperava, tipo nordeste brasileiro.. mas tava boa e o mergulho era bem refrescante naquele calorão.

Montando o roteiro pro Havaí - qual ilha visitar?


Essa é uma questão bem difícil de resolver pois todas as ilhas são maravilhosas. E ainda quando se tem pouco tempo, que era o meu caso, fica mais difícil ainda de escolher. As ilhas são enormes e possuem muitas atrações, o que exige tempo para conhecê-las. O ideal é combinar o tempo disponível com o seu perfil de viajante, priorizando aquilo que tem mais vontade de ver e conhecer.

As ilhas principais e mais amigáveis ao turismo são: Oahu, Maui, Big Island e Kauai. As outras ilhas são menores tanto no tamanho quanto na estrutura turística. No meu caso, como fui na intenção de curtir praia e natureza me decidi por Oahu e Maui. Aqui vou fazer um breve resumo das quatro ilhas e detalhar as que visitei em posts específicos, com muitas informações e fotos.

Oahu


É a ilha mais desenvolvida de todas e nela fica a capital do estado, Honolulu. Em Oahu por alguns momentos você não percebe que está no Havaí e acha até que poderia estar em qualquer outra cidade americana com freeways para todos os lados, trânsito na hora do rush, centro comercial com vários prédios altos, muitas lojas, shoppings etc.

Mas aí você chega em Waikiki, que mesmo com o alto skyline tem aquela praia maravilhosa com um vulcão lá no final, aí você para e pensa: sim, estou no Havaí! 😍

Waikiki
Pra ver um Havaí mais original que esse centrinho mais desenvolvido de Waikiki, é preciso desbravar os outros lados da ilha, como o North Shore e as costas Leeward e Windward, que possuem praias belíssimas e um clima mais tranquilo.

North Shore
Em Oahu esteja preparado pra uma avalanche japonesa! É que pela distância, a ilha é invadida por turistas japoneses ávidos pelo consumo americano. É japonês pra todos os lados, em todos os lugares, com exceção da praia, território não muito apreciado por essa galera.

Com certeza Oahu é a ilha com a melhor infra pra receber os turistas e com as praias mais bonitas. Meu tempo de estadia nesta ilha foi de 5 dias e deu pra conhecer tudo numa boa, com tranquilidade até.

Falo sobre Oahu em detalhes e bastante fotos em Dicas de viagem para a ilha de Oahu e As Praias de Oahu.

Maui


Maui é surpreendente, essa é a palavra.

De tamanho, a ilha é bem parecida com Oahu mas as semelhanças acabam aí. As duas ilhas são completamente diferentes em seus estilos. Enquanto Oahu é super desenvolvida, Maui é bem menos ocupada e olhando de cima é bem mais verde que a irmã.

Maui de cima: muito verde
Aqui se vê mais o "hawaiian style" nas pessoas, o ritmo é outro, bem mais tranquilo. Claro que possui todas as facilidades americanas como boas estradas, praias com estruturas completas (chuveiros, bebedouros etc), grandes redes de supermercados e fast food, mas tudo com um toque de aloha irresistível.

Esteja com o bolso preparado, pois o custo de vida na ilha é bem mais caro e isso se reflete nos preços de todas as coisas: produtos e serviços em geral.

Mas a natureza de Maui vale o esforço: praias lindas, floresta tropical com direito a estrada panorâmica com incontáveis cachoeiras, um vulcão extinto enorme e cidades gracinhas. Tem muita coisa pra ver e fazer..

Praias lindíssimas
Vales e cachoeiras
Eu fiquei apenas dois dias e meio por lá. Conheci muita coisa, é verdade, mas poderia ter ficado no mínimo uns 4/5 dias pra ver tudo com mais tranquilidade.

Falo sobre Maui em detalhes e bastante fotos em Dicas de viagem para MauiPasseio pela Road to Hana e Como cruzar a temida Piilani Highway.

Big Island


Como o próprio nome sugere, é a maior das ilhas havaianas. Também chamada de Hawai'i, seu território sozinho é maior do que todas as outras ilhas juntas. Daí é fácil concluir que precisa-se de tempo pra conhecer esta ilha, pois as distâncias são enormes! Como eu não tinha muito tempo, não pude incluir a Big Island nos meus planos desta vez.

O clima nessa ilha é incrível: vai de floresta tropical, passa pela praia e vai até neve nos pontos mais altos. Pra curtir o dia, além da dupla praia e cachoeira que as outras ilhas possuem, na Big Island fica uma das atrações mais incríveis do planeta: o Volcanoes National Park, onde é possível chegar bem perto de um vulcão em plena atividade, o Kilauea. Não é demais?! Esse é um dos motivos pelos quais ainda voltarei ao Havaí, preciso ver isso com meus próprios olhos!

Praias de areia branca
De areia preta
Essa é a Big Island!
Devido ao seu tamanho, é recomendada a divisão da estadia entre as duas cidades principais: Kona e Hilo. Aliás, dá pra chegar de avião por uma e sair por outra, otimizando assim o roteiro. O tempo sugerido na ilha é de no mínimo 5/6 dias.

Kauai


Kauai é conhecida como a Garden Island, por possuir florestas bem preservadas com uma vegetação muito diversificada. Dizem que Kauai é uma das ilhas mais misteriosas do Havaí e pra bom explorador, essa palavra basta! É a ilha mais antiga do arquipélago e reza a lenda que um dia, num futuro muito distante ela sumirá do mapa devido a erosão natural do solo vulcânico em contato com o mar.

A mais famosa das atrações da ilha é a Na Pali Coast, que já foi cenário de diversos filmes, como Piratas do Caribe e Jurassic Park. As formações de paredões vulcânicos enormes, terminam no mar cristalino criando um visual incrível. As formas mais fáceis de explorar a região são através de passeios de helicóptero ou de barco. Pra quem tem disposição, o parque possui diversas trilhas, que nem sempre em boas condições por causa das condições climáticas e dificuldade de acesso.

Na Pali Coast
Praias paradisíacas
Mas como nem tudo são flores, esteja preparado para chuva, pois essa é a ilha com o maior índice pluviométrico do arquipélago. Tempo de permanência recomendado na ilha: 4 dias.

A minha viagem


Como já disse antes, as minhas escolhidas foram Oahu e Maui pelas belezas naturais, é claro mas também pela facilidade de conseguir voos com milhas na época. E o meu roteiro ficou assim:
x

Como se locomover no Havaí


A melhor maneira pra conhecer as ilhas do Havaí é alugar um carro. Espere encontrar preços ligeiramente mais elevados que no continente. 

Oahu é a única ilha que possui alguma estrutura de transporte público, ainda assim, pouco funcional para o turista que pretende explorar a ilha pois deixa de fora diversos pontos de interesse. Importante informar também que em Oahu rola um certo trânsito e na hora do rush é super pesado.

Aloha State
Uma outra alternativa é contratar as agências de turismo locais pra fazer os passeios. Pra quem não dirige, é uma mão na roda. É a opção preferida pelos japoneses! A agência que eu vi mais atuante é a Robert Hawaii.

Pra se deslocar entre as ilhas, só de avião. Pra ir de Oahu para Maui eu voei com a Hawaiian Airlines, uma companhia local que é bem grande até. Opera voos locais, para os Estados Unidos e para outros países também.

Compras no Havaí


Nas minhas pesquisas antes da viagem, vi muita gente falando que compras não era um negócio muito vantajoso no Havaí, pois o preços em geral são mais elevados em relação à outras cidades americanas. Isso se justificaria pelos custos com o transporte até a ilha, o que faz sentido.

Pra compensar esse custo, o imposto do estado é de apenas 5%. Então algumas lojas, principalmente as grandes redes como Apple Store, Best Buy etc que possuem produtos tabelados, podem ser um ótimo negócio.

Bem, eu preciso explicar que eu não sou assim tão consumista. Ainda mais tendo ido tão longe pra ver as belezas naturais do lugar e com pouco tempo, não ia cometer o pecado de me enfiar num shopping! Mas com esse imposto camarada, algumas compras são inevitáveis até mesmo para uma desligada como eu! E lá fui eu dar uma conferida..

As minhas poucas compras lá valeram super a pena pois paguei o mesmo preço que vi em Los Angeles porém com imposto menor. Notei valores mais altos no geral na prestação de serviços como aluguel de carro, hospedagem etc e compras no supermercado.

Dicas Gerais


O Havaí é realmente um lugar surpreendente. É uma viagem cara, se comparada às demais cidades americanas. Eu consegui economizar e tornar a viagem viável (para os meus padrões) porque reservei tudo com muita antecedência, peguei os trechos domésticos com milhas e pesquisei muuuito atrás de boas dicas, descontos e bons preços.

A diferença de fuso é de 7 horas a menos em relação ao Brasil.

A estrutura geral das ilhas é bem estilo americano, com tudo muito organizado, limpo e preparado para receber os turistas. Não tem nenhum perrengue.


**Data da minha viagem: maio/2015


Mais sobre a viagem ao Havaí

Dicas de viagem para a ilha de Oahu
Praias de Oahu 
Trilha para o Diamond Head 
Dicas de viagem para a ilha de Maui
Um passeio pela Road to Hana
Como cruzar a (temida) Piilani Highway
Coisas do Havaí



Nenhum comentário

Postar um comentário