in

Como é voar com a Copa Airlines

- - Nenhum comentário
Bom dia Panamá!
Hoje vim avaliar a Copa Airlines, a companhia aérea panamenha que dispensa apresentações.

Já tinha voado com a Copa anteriormente quando fui à Cancún e dessa vez, voltando ao Caribe para visitar Jamaica e Bahamas, escolhi a Copa novamente. Porém, cada viagem é uma experiência diferente né? E não posso negar que dessa a vez a Copa me surpreendeu bastante (nem sempre positivamente).

O motivo principal que me fez escolher a Copa foi a agilidade de conexão no Panamá, já que a minha outra opção seria viajar com alguma companhia americana e com isso precisaria fazer imigração nos Estados Unidos (o que eu acho um saco!). Além disso o preço e os horários das passagens também foram fatores decisivos para a escolha.

Então, é isso. Vamos de Copa!

Compra da Passagem


O site da Copa é super amigável e de fácil navegação. Aqui o meu alerta é para se certificar de estar navegando na versão brasileira do site. Observe se no alto do canto direito está sinalizada a bandeira do Brasil.


Isso é fundamental para que o valor da passagem seja apresentado em reais e ao final da compra a opção de parcelamento (em até 6x sem juros) fique disponível. Caso contrário o valor mostrado pelo sistema será em dólar e sem a opção de parcelamento.

Pós compra

Um belo dia estava eu de bobeira em casa, repassando as informações das viagens e resolvi acessar minha reserva através do site da Copa pra checar os horários. Para minha surpresa havia uma mensagem de erro na tela:


Sem entender exatamente o que essa mensagem significava, entrei em contato com a Copa pelo telefone. Para minha surpresa (ou melhor, pânico geral) o voo de volta havia sido cancelado. Caros amigos leitores, como assim uma companhia aérea cancela um voo e não avisa o passageiro?

Eu descobri o tal cancelamento em 02/01 e o atendente me informou que o voo foi cancelado no dia 05/11, o mesmo dia que eu comprei as passagens, ou seja, quase dois meses depois da compra e nesse tempo a Copa não fez nenhum contato?!

Eu achei isso o cúmulo do absurdo, pois nesse tempo eu fiz toda uma programação contando com a data comprada, reserva de hotéis e passagens internas. O atendente se limitou a dizer que a justificativa pra tal demora no contato é de que haveria ainda muito tempo para o voo, que seria somente em março 😑. Oi?! Total falta de responsabilidade e compromisso que dá preguiça até de comentar.

O mais estranho nessa história é o cancelamento ter ocorrido no mesmo dia da compra. Seria mesmo muita coincidência assim? Enfim, achei tudo tão tosco que nem me aprofundei no assunto. O mais importante era resolver o problema.

No atendimento telefônico a orientação para casos como esse é para enviar um email para o Setor de Reacomodações da Copa fazer a realocação. E aí continua o absurdo da situação: a Copa cancela o seu voo, não te avisa e é você que tem que correr atrás de uma solução.. lamentável!

Nesse padrão de atendimento nem preciso dizer que ninguém nunca respondeu o meu email, é claro. E sem amparo nenhum, porque nem comunicação oficial do cancelamento eu tinha, fui correr atrás de resolver o problema e foi aí que descobri que a Copa tem um escritório de vendas no Centro do Rio de Janeiro, bem pertinho do meu trabalho. Nem pensei duas vezes e corri pra lá pra contar minha história triste.

Pra minha sorte o atendimento presencial é outro nível. As atendentes são super atenciosas e fizeram de tudo para me ajudar, checando todas as disponibilidades de voo e passando diversas orientações, mas infelizmente existe o tal Setor de Reacomodações que fica no Panamá e só ele é o responsável pelas alterações nesses casos. De lá mesmo do escritório foi enviado um email internamente para o tal setor. O legal é que a atendente do escritório ficou intermediando a situação, com isso eu tinha alguém lá da Copa olhando por mim!

Mas nem tudo foram flores.. mesmo com a ajuda da "minha amiga" (kkk, a essa altura eu já estava íntima de todos da loja do Rio), a solução demorou a chegar. Só consegui resolver tudo no dia 15/02, ou seja um mês e meio depois, ficando em cima deles direto.

Então aqui vai o meu conselho precioso pra você não se dar mal com a Copa: acompanhe a sua reserva e de vez em quando dê uma olhada nela pra saber se está tudo certo. A Copa acha normal cancelar um voo e não avisar aos seus passageiros.

Check in


Não sei se por causa do problema do cancelamento / remarcação, não consegui fazer o check in on line. Em todos os meios ou dispositivos a mensagem era sempre a mesma: que o check in não estava disponível para aquela reserva. Mais ligações, emails e não teve jeito.. tive que fazer o check in no aeroporto.

Lá no aeroporto achei o atendimento lento demais! Poucos atendentes, fila grande e mais de quarenta minutos em pé na espera mas pelo menos tudo deu certo e consegui imprimir meus bilhetes de embarque. Ufa!

Voo de ida


O embarque da Copa eu acho meio confuso pois eles embarcam a frente do avião primeiro e o fundo depois. Então fica aquele monte de gente no corredor atrapalhando a passagem, mas enfim, é o esquema deles.

Na poltrona da econômica só uma manta. Os fones foram entregues pela aeromoça individualmente. O sistema de entretenimento não encantou muito. Pouca variedade de filmes, alguns bem antigos porém todos com dublagem em português.

Sobre o serviço de bordo, na ida, como o voo era noturno e saiu daqui do Rio às 00:30 não foi servida nenhuma refeição, apenas biscoitos e bebidas. Antes do amanhecer foi servido um café manhã meio sem graça.

No voo seguinte (Panamá - Montego Bay) foi servido apenas um sanduíche acompanhado de bebidas, inclusive as alcoólicas eram liberadas.

Importante ressaltar que todos os voos foram pontuais, chegando e saindo nos horários marcados.

Aeroporto do Panamá


Tocumén, o aeroporto-base da Copa que fica na cidade do Panamá é enorme e parece um grande shopping.

Mas não se engane, os preços são pegadinhas pra turista e tudo é muito mais caro. Serve apenas pra dar uma olhada "na modas" antes de seguir para o próximo voo.

Voo de volta


Na volta, o primeiro voo saiu de Nassau para o Panamá. Como o voo é curto (de apenas três horas) foi servido sanduíche acompanhado de bebidas.

Já o voo Panamá-Rio era diurno (saída às 15:30) e foi servido um almoço bem sem-vergonha, daqueles sem gosto de nada. Mais um menos uma hora antes da aterrissagem, foi servido mais um lanche.

Mais uma vez todos os voos saíram no horário marcado. Os comissários de bordo em geral eram simpáticos mas também não se preocupavam em encantar.

Conclusão


De início eu fiquei bem chateada com toda a confusão criada pelo cancelamento do voo e pior, sem nenhuma comunicação da por parte da Copa. No entanto, graças à minha insistência e ao comprometimento da equipe do escritório do Rio, a situação foi contornada.

A minha opção foi retornar para o Brasil com a própria Copa dois dias depois da data comprada inicialmente. Com isso, eu fiquei mais dois dias nas Bahamas e a Copa arcou com todas as despesas de hotel, alimentação e transfer. Então no final, apesar da desorganização, tudo deu certo e o problema foi resolvido.

Ah e só pra constar o tal setor de reacomodação até hoje nunca me respondeu nada!

Por isso e talvez até por falta de opção melhor, acredito que em uma nova investida no Caribe, voaria com a Copa de novo.


Nenhum comentário

Postar um comentário