in

Passeio de barco em Barra Grande - Bahia

- - 4 comentários
Viajando pela baía..
Um dos passeios imperdíveis na Península de Maraú é o de barco pela Baía de Camamu. Esta, que é a terceira maior baía do país em volume de água, perdendo apenas para as baías de Todos os Santos (BA) e Guanabara (RJ), é um reduto de paz, tranquilidade e paisagens naturais quase intocadas! 

As águas da Baía de Camamu são calmas, quentes e esverdeadas. Só isso já valeria o show né? Mas aí acrescente ilhas, praias, muito verde e vida animal abundante. Com sorte dá pra ver golfinhos - eu já vi! 🙌

Águas cristalinas

Como contratar


O passeio de barco pela Baía de Camamu é facilmente contratado em Barra Grande. Todo dia tem barco saindo, basta procurar as agências locais no cais ou perguntar na pousada em que estiver hospedado.

Cais de Barra Grande
São duas opções de passeio. A primeira é o Passeio das 5 Ilhas, que é a versão mais simples, rápida e passa pelas ilhas: Coroa Vermelha, Pedra Furada, Goió, Sapinho e Campinho. Pode ser feito em escunas para muitas pessoas (com direito a animador e música no último volume), saveiros (embarcação tipo escuna, só que menor e sem o "plus" anterior) e lanchas rápidas ou botes com capacidade para grupos pequenos. Preço médio R$50,00 por pessoa.

A outra opção de passeio mais completa é o 5 ilhas + Cachoeira do Tremembé. Além das ilhas já citadas acima, o barco vai até a única cachoeira do país que desagua direto no mar. Como a cachoeira fica bem distante de Barra Grande, o passeio é oferecido apenas em lanchas rápidas e botes. O preço em média é R$120,00 por pessoa em grupo.

Nas duas versões do passeio, o tempo de permanências nas ilhas é de 40/50 minutos.

Quem estiver com grana sobrando pode também alugar uma lancha sozinho ou com a turma, com capacidade para até 12 pessoas. Preço médio R$600,00 e o piloto fica à sua disposição. Com isso, é possível ganhar mais autonomia no passeio e montar seu próprio roteiro.

Mapa da Baía de Camamu
Eu recomendo a opção do passeio completo (ilhas + cachoeiras) em grupos menores. Apesar de ser mais caro acredite, o investimento vai valer a pena porque é simplesmente demais!

Quem quiser, segue o contato do Edmílson, figura mega gente boa, nativo da região e que agiliza passeios de barco e o que mais você precisar (quadriciclo, pousada etc): (73) 99964-3480. Ele trabalha na empresa Princesinha Turismo, com sede no píer de Barra Grande. 

O passeio


A saída dos barcos em Barra Grande costuma ocorrer entre 9 e 11h e a maré costuma influenciar a disposição das visitas às ilhas e com certeza a experiência em cada uma delas.

No meu caso, o barco seguiu primeiro para a Ilha da Pedra Furada, depois deu uma esticada até a Cachoeira do Tremembé e passou no restante das ilhas no retorno.

Ilha da Pedra Furada


É a primeira ilha do passeio e fica bem próxima de Barra Grande. Recebeu este nome por causa de uma pedra em formato de portal, tipo a prima famosa de Jericoacoara. É bem pequena, possui formações rochosas super interessantes e algumas prainhas.

A pedra que deu nome à ilha
A ilha é particular, mas seu proprietário é gente boa e permite a visitação do público, que precisa pagar a bagatela de R$5,00 por pessoa a cada visita. Vale muito a pena pois a ilha além de gracinha, é super bem cuidada e muito bacana.

Quem me dera que minhas reuniões fossem assim..
A ilha possui um pequeno cais onde só as pequenas embarcações conseguem atracar. As escunas, que são grandes, precisam parar num banco de areia próximo à ilha (foto abaixo). Se a maré estiver alta, como no dia em que eu fui, os turistas precisarão caminhar pela água pra chegar até a ilha.

Galera da escuna chegando via mar

Ilha do Goió


Essa é uma pequena ilha rodeada por praias de areia branca e o mar espetacular da Baía de Camamu.  esse é o ponto que possui a água mais cristalina - aproveite pra mergulhar muito! Tem um pequeno bar que vende bebidas e fica de frente, bem pertinho, da próxima ilha do passeio que é a do Sapinho.

Ilha do Goió
Como eu já sabia que a próxima ilha não possuía praia, era apenas uma parada para almoço, eu preferi ficar no Goió e aproveitar mais um pouco pois, depois que todas embarcações foram embora, o mergulho, a água e a vibe da ilha, estavam perfeitos!

Coisa mais linda essa tal de Goió

Ilha do Sapinho


A Ilha do Sapinho é apenas a parada de almoço do dia. Não possui praia e os barcos atracam nos decks, "desovam" os turistas e depois do almoço seguem para o final do passeio. Essa parada certamente consome boa parte do dia, já que pra reunir todo o grupo no final dá um trabalhão danado (especialmente nas escunas). Por isso achei que essa é uma parada totalmente dispensável.

Ilha do Sapinho
Sem cerimônia, pedi ao guia para me deixar no Goió e me buscar no final. Ele não se opôs, até porque as duas ilhas são muito próximas uma da outra, pra quem tem preparo físico dá até pra ir nadando.

Ilha do Campinho


Geralmente essa é a última parada do passeio. Campinho, apesar de não ser muito turístico, possui algumas histórias interessantes. A primeira é que há alguns anos essa região teria sido escolhida para a instalação de um grande porto, devido à profundidade natural que o mar possui nessa região. É um dos melhores calados do país.

O plano não deu certo, pois os fazendeiros de cacau fizeram um lobby para levar o porto para Ilhéus (ainda bem!) e o que sobrou foram as enormes peças de concreto que iriam servir para atracação dos navios. 

Porto fantasma de Campinho
A outra boa história de Campinho é que o escritor Antoine de Saint-Exupéry, autor de O Pequeno Príncipe, se hospedou na região em sua visita ao Brasil lá pelos anos de 1950. Ele se apaixonou pelo lugar e por uma bela morena nativa e por ali passou uma extensa temporada, até voltar para a França.

O passeio faz uma parada num trecho desabitado de Campinho, que possui uma praia deserta de águas quentes e cristalinas, ou seja, paradisíaca! 

Ilha do Campinho

Cachoeira do Tremembé


Pra quem optou pela versão completa do passeio pela Baía de Camamu, a Cachoeira de Tremembé é o ponto alto do dia. Esta é a única cachoeira do país que desagua direto no mar. Fica bem no fundo da Baía de Camamu e por isso é bem distante de Barra Grande (aproximadamente uma hora). 

Quando o barco vai se aproximando da cachoeira é super emocionante.. O visual é realmente incrível!

Cachoeira do Tremembé
Mas o melhor do dia é quando o barco se aproxima e entra na cachoeira! É possível tomar banho de cachoeira sentado confortavelmente em seu barco (neste momento lembre-se de tirar seus pertences do chão!)

Uma das embarcações se posicionando para o banho
É ou não um luxo?
Depois do mergulho super original, o barco encosta para que os turistas possam conhecer a cachoeira a pé. Vários meninos dá área ficam por ali auxiliando o pessoal, mostrando onde tem buraco, qual a profundidade, poços bons pra tirar fotos e uma mãozinha amiga pra não deixar a gente cair nas pedras escorregadias. Pode confiar sem medo.. os meninos são locais e conhecem a cachoeira como a palma da mão! No final eles pedem uma contribuição mais do que merecida! Eles não estipulam valores, cada um dá se quiser e o quanto puder.

Molecada local
Nesse dia eu tinha tirado várias fotos "lindas" na cachoeira com a GoPro, mas depois fui descobrir que  nenhuma foto ficou boa! 😡

O passeio termina por voltas das 16hs, retornando ao cais de Barra Grande. Ainda dá tempo de curtir o pôr do sol na Ponta do Mutá ou no Bar da Rô. Viu como a Península de Maraú é mesmo uma terra abençoada?

Ilha Grande


A Ilha Grande de Camamu não faz parte do roteiro dos passeios comercializados pelas agências locais. Mas como é um ponto de interesse na região, achei por bem compartilhar 😁

Esta é a maior e mais populosa ilha da Baía de Camamu - tem três mil habitantes. É grande mesmo! Tem escola, posto de saúde e pracinha. Mas não é muito turística e mais frequentada pele população local.

Aqui o destaque maior é a Prainha, uma praia paradisíaca que fica bem na frente da Ilha de Pedra Furada e pode ser acessada de barco ou por trilha.

Prainha
Olha aí a vantagem de alugar a lancha privada. Assim pode descobrir cantinhos ainda não explorados na Baía de Camamu.
Carnaval em Barra Grande


http://www.booking.com/searchresults.html?city=-653758&aid=1256661&no_rooms=1&group_adults=1
 

**Data da viagem: novembro/2015


4 comentários

  1. Hola Renata,me lees? Tengo muchas preguntas!adore tu publicación!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana,

      Gracias! =)

      Quais são as suas perguntas? Se eu puder te ajudar..

      =)

      Excluir
    2. Que relato maravilhoso👏👏👏👏indo semana que vem...tomara que o sol apareca

      Excluir
    3. Olá Marininha,

      Fico feliz que tenha gostado do post. Estou na torcida pra São Pedro te ajudar em sua viagem! rs..

      Aproveite que a Península de Maraú é tudo de bom!
      =)

      Excluir