in

Como é voar com a Emirates para a Ásia

- - Nenhum comentário
Mas que decepção..
É chegado o dia de atravessar o mundo mais uma vez em direção à Ásia. E ao contrário do plano que eu havia traçado da primeira vez de ir via Europa (que são 12h + 12h de viagem), resolvi encarar o desafio de ir via Dubai e enfrentar 14h dentro de um avião na classe econômica até Dubai! 😓

Mas o que me dava uma certa sensação de alívio era a ideia de estar viajando com a Emirates, considerada uma das melhores companhias aéreas do mundo! Quase precisei vender um rim pra pagar a passagem 😳 mas eu estava "certa" de estar fazendo a melhor escolha possível. Foi tipo assim, é caro mas vale o investimento.

Mas foi só entrar no avião para essa sensação de alívio se tornar uma grande decepção! Além do sofrimento da longa viagem, aconteceram algumas situações desnecessárias que vou contar por aqui.

A viagem


Esses foram os voos que eu fiz nessa viagem pela Ásia com a Emirates:

Rio - Dubai = 14 horas
Dubai  - Bali = 9 horas
Kuala Lumpur - Dubai = 6 horas
Dubai - Rio = 14 horas

Compra da Passagem


A compra da passagem foi feita pelo próprio site da Emirates, que é de navegação muito simples e intuitiva.

Minha passagem era múltiplo-trechos e mesmo assim todo o processo de busca e compra foi super simples. O complicador aqui, fica pelo valor da passagem mesmo! Coisa de sheik! 😂

Depois de selecionar os trechos, confirmar os dados do voo e inserir os dados dos passageiros, o sistema passa para a tela de marcação de assentos:

Valores para o trecho Rio - Dubai. Os valores variam conforme o trecho.
Os valores para marcação de assentos são salgadinhos, ainda mais quando se viaja em dupla e há vários voos pela frente. Resolvi pagar pra ver e não marquei nada, deixei pra marcar quando o check-in abrisse, 48 horas antes do voo (pão-dura mor! kkk).

A tela seguinte é sofrida, é aquela que você vai precisar vender um rim pra pagar ou deixar uma dívida para suas futuras gerações:


Há quatro opções para pagamento. Eu optei pelo cartão de crédito e o sistema abriu uma caixa para inserir os dados do cartão. Tudo muito simples e fácil.

As opções de parcelamento do valor da passagem na Emirates são: 3x, 5x e 9x - todas sem juros. Eu optei pela última opção, é claro! 😂😂

O legal é que depois dos dados de pagamento, o sistema abre novamente uma tela com todos os dados da passagem para uma última revisão antes da confirmação da compra. Assim, você pode se certificar mais uma vez de estar comprando sua passagem com os dados corretos.

Logo após essa última confirmação, a compra é concluída e um email com os dados da viagem é encaminhado para o endereço eletrônico do comprador. Fim!

Conexão em Dubai com tudo pago! - Dubai Connect


A Emirates possui um serviço que oferece ao passageiro que tiver uma conexão longa em Dubai hospedagem, transfer e refeições "gratuitas".

Digo gratuita entre aspas porque não existe almoço grátis nem aqui e nem em Dubai! E certamente este serviço tem seu valor agregado à passagem. Mas enfim, se já estamos pagando por ele, então vamos usufruir né?

Funciona assim, se na hora da compra da passagem a Emirates não possuir opção de conexão em Dubai inferior a 10 horas, automaticamente a passagem é elegível ao Dubai Connect. E é aí que está a pegadinha: se existirem outras opções de voos com conexões inferiores a 10 horas e mesmo assim você optar pela conexão longa, você não estará elegível ao Dubai Connect.

Na prática, já ouvi dizer de outras pessoas que mesmo existindo opções de conexão curta, optaram pela conexão longa e ainda assim ganharam o benefício. Aí vai da sorte de cada um né?!

Se a sua passagem for elegível, na própria tela de confirmação de passagem já vai aparecer a opção do Dubai Connect:

Gratuito, sei.. 
Para reservas com mais de um passageiro, é preciso acessar a opção "Gerenciar quartos" para informar se será necessário apenas um quarto ou quartos separados. Depois, no dia do embarque para Dubai, é preciso retirar os vouchers no balcão de check-in da Emirates.

No meu caso eu era elegível no trecho Kuala Lumpur - Rio pois a minha conexão em Dubai era de 17h e não havia outra opção a não ser essa. Por isso, quando emiti a passagem já apareceu o ícone do Dubai Connect e eu já fui logo confirmando pra não deixar dúvidas de que eu ia usufruir do benefício! 😂

Check-in


Como eu não comprei os assentos, fiquei na fissura de fazer o checkin no primeiro minuto para garantir a fileira de dois assentos. E assim, pontualmente 48h antes do voo, o checkin abriu e eu consegui os assentos que tanto queria! 😁 E assim foi com todos os outros voos: sempre 48h antes eu fazia o checkin e marcava os assentos.

O esquema é bem simples. Basta acessar a reserva, marcar os passageiros e alterar os assentos que já vem pré-assinalados. No final o sistema abre uma tela com opções de envio do cartão de embarque via email ou salvar no Wallet (Iphone).

O voo


Rio - Dubai 


A aeronave que opera esse voo é um Boeing 777-300 antigo, com tela de entretenimento das antigas. De primeira não causou uma boa impressão, mas vamos adiante. O voo saiu na hora marcada, sem atrasos.

O voo era noturno, então foram servidas duas refeições: jantar e café da manhã. A comida bem mediana, nada que surpreendesse. Entre as refeições ficou disponível lá no fundo uma caixa com chocolates e outra com croissant e pastel de forno. Só que detalhe: foi uma caixinha de cada para um avião lotado com mais de 300 pessoas. É claro que isso não durou nada e não foi feita qualquer reposição. Achei de uma pobreza sem tamanho!

O atendimento não foi dos mais cordiais. Pedi fone para dois comissários diferentes, todos me ignoraram. Um terceiro gente boa que me salvou. E na hora da refeição, quando foram servir as bebidas, pularam nossos assentos, além de ter que pedir "pelo amor de Deus, volta aqui que tô entalada", pedi gelo para o refrigerante, mas também não veio. 

E pra finalizar esse serviço que eu considerei um dos mais "muquiranas" que já vi, com aproximadamente 45 minutos antes do pouso, passaram recolhendo os fones e as mantas. Fiquei meio revoltada, pois estava com frio e boba, entreguei a minha manta assim mesmo. Mas prometi que no próximo voo seria diferente. 😂

Dubai  - Bali 


O voo para Bali começou com um atraso sinistro de mais de uma hora motivado pela retirada de duas passageiras do voo e a rechecagem de todas as bagagens despachadas! Tenso e chato!

Durante o voo, nenhuma surpresa. A mesma comida mediana, o mesmo atendimento sem graça e a miséria da caixinha de chocolate lá do fundão. 😒

Kuala Lumpur - Dubai 


Esse voo veio para melhorar um pouco a imagem da Emirates. Feito num A380 de dois andares, que além de bonitão, era super confortável e silencioso. Pensa numa viagem boa de se fazer?!

O voo saiu no horário marcado e o atendimento desta vez foi bem mais cordial. A única coisa que me desagradou foi o serviço de bordo começar logo após a decolagem. Mal deu tempo da gente se ajeitar e já tinha bandeja de comida chegando.

Dessa vez me revoltei com o esquema de recolher as mantas e fones bem antes do voo terminar fiz a tailandesa: a comissária pediu, fiz que não entendi, olhei pro lado e ignorei. Ah que coisa mais desagradável!

Dubai - Rio 


Hora de encarar o voo famigerado. E foi a mesma coisa da ida. Avião velho e comida mediana. Pelo menos dessa vez achei que os comissários eram mais simpáticos.

Presenciei algumas situações que achei bem desnecessárias. Ainda sobre a caixa de chocolates que óbvio, mais uma vez acabou em minutos, pois não dá conta pra um avião lotado. Passei um tempo lá atrás esticando as pernas e reparei que tinha um saco de Serenata de Amor num cantinho, que poderia muito bem ter sido colocado na reposição, mas enfim.. Porém, chegou uma criança pedindo um chocolate e a aeromoça se limitou a dizer que já tinha acabado. Gente, achei isso tão miserável! Nunca pensei que fosse presenciar uma situação dessas: negar chocolate pra uma criança! Sendo que tinha chocolate porque eu vi.

A caixa de salgados que tinha na ida (croissant e pastel de forno) foi substituída na volta por uma com pão puro (não tinha nada, nem uma manteiga pra acompanhar) e banana meio verde. Gente vocês leram certo: banana verde! Cara, foi surreal.. 

E não parou por aí. Bem quase do final do voo, serviram uma pizza de lanche. Para acompanhar de bebidas só tinha água, suco de laranja, café e chá. Gente, quem come pizza com essas bebidas? Fui pedir um refrigerante e pasmem: me negaram! A aeromoça falou que naquela refeição seriam servidas somente aquelas bebidas e pronto.

Só de raiva também fiquei com o fone e a manta até o final. Não devolvi antes! 😂

Conclusão


Eu fiquei MUITO frustada com a Emirates. Sempre ouvi dizer que essa era uma das melhores companhias do mundo e até já tinha feito um voo curto com eles entre Santiago e São Paulo e havia gostado. Por esses motivos, quando resolvi ir pra Ásia escolhi investir uma boa grana pra comprar a passagem com eles.

Estou me sentindo enganada. Acho que essa é a frase que melhor define a minha experiência. A gente viaja por um monte de companhias aéreas pelo mundo e vê de um tudo. Mas nunca, de verdade, pensei que logo na Emirates fosse assim. 

Eu não pretendo voar com a Emirates tão cedo na minha vida. Comprei uma passagem super cara e no final até refrigerante me foi negado. Talvez esse atendimento super top que a gente ouve falar por aí, seja restrito somente a primeira classe. Bem, se isso for verdade mesmo, me desculpem, mas tem companhia aérea prestando um serviço muito melhor por aí e com preço muito mais justo.

Emirates e eu: não rolou um caso de amor. 😤

Nenhum comentário

Postar um comentário