in

Dicas de viagem para Praia do Forte - Bahia

- - 2 comentários
Encantos que só a Bahia tem..
Nas minhas lembranças de infância, quando morava em Salvador, a Praia do Forte era aquela vilazinha de pescadores simpática onde a minha mãe levava a gente pra ver "tartaruguinha".
Seria melhor não lembrar que isso faz uns 25 anos pra não passar atestado de velhice neam?! Mas daí que da última vez que estive na praia das tartarugas, me assustei com a proporção de tudo que encontrei por lá.

Situada a apenas 80km de Salvador, a Praia do Forte nos últimos anos foi ganhando fama, hotelões e aquele ar de vilarejo rústico de praia que faz de lá uma ótima opção para se combinar numa viagem à Salvador.

As praias do litoral norte de Salvador (que na verdade não é de Salvador, mas sim de Camaçari e Mata de São João), na minha opinião, são muito melhores do que as da capital. Espere encontrar no caminho até a Praia do Forte outras praias maravilhosas que também merecem ser visitadas: Itacimirim, Guarajuba, Barra do Jacuípe, Vilas do Atlântico, Arembepe (pra almoçar no retsurante Mar Aberto).

Já deu pra ver que sou suspeita pra falar do destino né? Mas vai por mim, a Praia do Forte é tudo de bom!

Como chegar na Praia do Forte


A Praia do Forte pertence ao município de Mata de São João e como eu disse acima, fica à 80km de Salvador e apenas 55km do aeroporto, no sentido litoral norte.

O que não falta é praia!

Onde se hospedar na Praia do Forte


A Praia do Forte tem bastante opção de hospedagem, mas eu não diria que para todos os tipos de bolsos.. A tarefa de achar uma pousada básica e barata não foi muito fácil, pelo menos pra quem decidiu ir pra lá de última hora, assim como eu. 😀

Os hotéis/pousadas estão bem arrumadinhos e sofisticados, com isso o precinho sobe também. As mais roots, nas ruas mais afastadas também não estavam baratinhas não.. Por isso acabei ficando na Pousada Casa de Praia, que tinha bons quartos e ficava na meiuca. Não foi baratinha, mas quebrou o galho.

Para consultar outras opções de hospedagem na região, clique aqui. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações, ok? 😉 

http://www.booking.com/searchresults.html?city=900040140&aid=1256661&no_rooms=1&group_adults=1

De rolé pela Praia do Forte


Eu já conheci a Praia do Forte de outros carnavais então meu olhar sobre o vilarejo é outro. Não fui exatamente com a intenção de explorar, porque fazia isso quando era molecota. Dessa vez fui pra descansar e ver como tinha ficado tudo por lá depois de tantos anos.

A vila mudou e cresceu bastante, isso não tem como negar. Mas algumas coisas ainda estavam do mesmo jeitinho que que deixei na minha memória. A pracinha com a igreja de frente pro mar e a que paz reina absoluta no dia-a-dia dos moradores locais permanecem a mesma.

A igrejinha continua lá
Fim de tarde na Praia do Forte
Pelas ruas do vilarejos você vai encontrar muitas opções restaurantes, várias lojinhas pra comprar desde souvenirs até coisas mais sofisticadas (tem até Osklen lá!). Tem barraquinha de doces, tapioca, tem as baianas com acarajé (que eu AMO!). Muito bom pra sentar e ficar de bobeira, observando a rotina local.

Não falei que tinha?!

A Praia e o TAMAR


A praia é linda e segue aquela combinação clássica da Bahia de coqueiros, piscinas naturais na maré baixa e longa, diria até que quase sem fim, rs!

Aqui, uma das maiores atrações é a sede do Programa TAMAR que é super bem estruturada para receber os turistas. Além de todo o trabalho ambiental que eles fazem, aqui parte do foco é a conscientização sobre a importância da preservação da espécie.

Foto da foto
Atenção!
A estrela da casa
Nem só de tartarugas vive o TAMAR
Os ninhos na frente do TAMAR
A visita ao TAMAR é um passeio bem legal. Quem estiver com crianças não deixe de ir.

Depois de ver as tartaruguinhas, aproveite o dia curtindo a delícia de praia e suas piscinas naturais, principalmente a que tem o nome curioso de "papa-gente". Pergunte aos locais que eles indicarão o lugar certo.

Praia do Forte

Dicas Gerais


Pela proximidade de Salvador, a Praia do Forte cabe perfeitamente num bate-volta. Se der pra pernoitar, acho que vale a pena pois o centrinho de lá à noite é bem bacana.

Evite visitar a Praia do Forte nos finais de semana ou feriados prolongados, costuma ficar bem farofado.

Depois do Forte, quem tiver tempo, recomendo uma entradinha em Imbassaí, que tem uma praia com boca de rio bem bacana. Mas lembre-se, vá em dia de semana.


**Data da viagem: fevereiro/2011

2 comentários

  1. Estive ai o mês passado, fiz o trajeto de Lauro Freitas, e fui subindo beirando litoral até João Pessoa. Confesso que fui uma das experiencias mais fantásticas que já tive. Recomendo para todos que puderem fazer essa viagem!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Nossa, deve ter sido incrível mesmo! Qualquer dia faço o mesmo, até os Lençóis Maranhenses! =)

      Excluir