in

Dicas de viagem para Trindade, no Rio de Janeiro

- - 30 comentários
Ah, a Costa Verde! 💚
O litoral sul do estado do Rio de Janeiro reserva paisagens de tirar o fôlego! A combinação montanhas, mata atlântica e mar verde esmeralda resulta em algumas das praias mais lindas de nosso país.

E nessa pegada a Vila de Trindade, que pertence ao município de Paraty, é a última cidade do litoral, quase na divisa com São Paulo. É uma antiga comunidade caiçara que há muitos anos atrás se tornou reduto de uma galera mais alternativa. Hoje soma-se a essa mistura, os turistas de vindos de vários lugares do mundo para apreciar a beleza e sossego desse lugar.

A estrutura de Trindade é bem simples, se resume a uma única rua principal, onde fica o comércio local: os restaurantes, algumas pousadas, o mercado (sim, só tem um), algumas lojas que só vendem quinquilharia de praia (canga, boia, cadeira, barraca etc) e lojas de "artesanato" local. Nas poucas vielas internas ficam algumas casas e pousadas mais reservadas.

A diversão noturna na alta temporada fica por conta de algum bar com música ao vivo ou algum luau na praia. Na baixa, não espere encontrar muito agito, só paz! 🙌

Por isso muita gente acha melhor montar base em Paraty e passar o dia em Trindade. Eu particularmente prefiro ficar em Trindade e curtir a vibe maravilhosa desse lugar. 😉

A minha viagem


Estive em Trindade em duas oportunidades. A primeira já faz muito tempo, eu nem escrevia o blog ainda! Fui no mês de março em baixa temporada e Trindade estava num sossego maravilhoso!

Já na minha segunda passagem, fui pra lá passar um feriado em janeiro, altíssima temporada. Encontrei Trindade lotado, bagunçado, tudo caro e tumultuado. Como gosto do lugar e sempre tem um cantinho mais vazio, achei a experiência válida. Mas se puder evitar, melhor.

Como chegar em Trindade


Trindade fica no extremo sul do estado do Rio, na Costa Verde. Na verdade é o último ponto do litoral carioca, antes da divisa com SP. O acesso é pela Rio-Santos, passando uns 14 km de Paraty. 

Mapa da Costa Verde
Pra quem vai de carro, recomendo escolher uma pousada com estacionamento, porque achar vaga na rua em Trindade nem sempre é missão fácil.

Uma opção para quem não vai de carro é seguir de ônibus até Paraty e de lá pegar um táxi ou um transfer. Ou ainda, se preferir uma opção super econômica, pegar o ônibus de linha regular que faz Paraty-Trindade com a empresa Colitur. Mas é preciso coragem pra encarar a missão, pois a Colitur, empresa que opera o trecho, é bizarra!

Saindo do Rio, fiz os 280 km em 5 horas. Demorei esse tempo todo pois há alguns complicadores no caminho: a Avenida Brasil (= trânsito) e a Rio-Santos que é uma estrada de mão-dupla super movimentada, cheia de curvas e radares (= estrada que não anda) mas que compensa pelos belos visuais.

Saindo da Rio-Santos e pegando a estradinha de acesso à Trindade é preciso dirigir com bastante atenção. É uma estrada estreita, sem acostamento, muito sinuosa e perigosa. Acidentes são muito comuns nesse trecho. No dia da volta fiquei uma hora presa na estrada porque um caminhão havia tombado na pista e aí ninguém passava. Não é exagero, é tenso mesmo.

Melhor época para visitar Trindade


A região em que Trindade está localizada, a Costa Verde, devido a sua formação de montanhas e matas próximo do mar, é uma região muito chuvosa. Por isso é sempre bom estar de olho na previsão do tempo pois lugar de praia com chuva é baixo astral.
O verão, apesar de ser a época mais quente é também a mais chuvosa. Geralmente ocorrem pancadas de chuva no final do dia. Os meses de inverno são os menos chuvosos, porém faz um pouquinho de frio, especialmente à noite.

O ideal é procurar as meias estações e como eu disse ficar sempre de olho na previsão do tempo. Na Costa verde não tem muito jeito, é contar com a sorte mesmo!

Onde se hospedar em Trindade


Sobre o quesito hospedagem, Trindade possui bastante opção, mas no geral é tudo muito simples, nada requintado. Não há uma região melhor pra se hospedar porque a vila é muito pequena. Procure algo próximo do centrinho que não tem erro.

Desta vez fiquei na pousada Naturale que oferecia um quarto tipo flat, maior e com cozinha. Pra quem viaja com cachorro, quarto grande faz toda a diferença.

Pra consultar outras opções de hospedagem em Trindade, clique aqui.

Vale ressaltar que em alta temporada é indispensável reservar a pousada com antecedência.. Você corre o sério risco de passar aperto se for sem nada certo. Na baixa, não se preocupe, dá pra escolher tranquilamente onde vai ficar.

Agora, se você não vive sem uma banheira de hidromassagem ou outras amenidades do tipo, considere hospedar-se em Paraty, que conta com opções de hospedagem mais elaboradas.

Pra consultar outras opções de hospedagem em Paraty, clique aqui.

Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações, ok? 😉

As Praias de Trindade


Mas vamos falar do que interessa de verdade, motivo pelo qual fui até lá: as praias. Trindade possui 5 praias e uma piscina natural. Vou falar um pouco sobre cada uma delas:

Praias de Trindade

Cepilho


Fica logo na entrada da cidade, na beira da estrada. Tem um bar e costuma rolar umas ondas. É bem extensa com alguns campings e pousadas ms é um pouco afastado do centrinho.

No Cepilho tem um rio que passa pela estrada

Praia de Fora e dos Ranchos


É a continuação da praia do Cepilho, a parte que fica dentro da vila. É cheia de quiosques e dá pra estacionar o carro ao lado. Na alta temporada fica lotada de turistas e vendedores, uma farofa só!

Na alta temporada dá uma muvucada
E na baixa é um paraíso só!

Praia do Meio


Como o nome mesmo diz, fica no meio entre as praias dos Ranchos e Caixadaço. Costuma ficar bem cheia na alta também por causa do fácil acesso e da quantidade de amendoeiras na beira da praia, com isso a sombra é farta. É daqui que saem os barcos em direção à piscina natural do Caixadaço.

Praia do Meio vista da trilha
Vazia assim, só de manhã cedo
O rio que passa pela vila desemboca na Praia do Meio

Praia do Caixadaço


Na minha opinião a melhor e mais bonita praia de Trindade. O acesso pode ser feito através de barco ou pela trilha que corta o pequeno morro que separa as duas praias. Por esse motivo, muita gente nem se atreve a ir à Caixadaço, o que é muito bom.

 A trilha é fácil, leva uns 15 minutos (mas não espalhe isso por aí). A praia é grande e costuma ficar bem tranquila em relação à lotação. Muita gente só passa pela pela praia pra ir à piscina natural. Só possui um bar escondido entre as amendoeiras, que eu não sei se fica aberto durante a baixa temporada, portanto leve água.

Chegando no paraíso
Por outro ângulo

Piscina Natural do Caixadaço


É uma grande piscina natural formada por pedras gigantes. Fica depois da Praia do Caixadaço e o acesso pode ser feito através de barco saindo da Praia do Meio (R$10/pessoa na alta) ou por trilha no final da praia. A trilha é bem tranquila e leva uns 20 minutos.

Na alta temporada, recomendo chegar cedo pois o lugar costuma ficar super cheio. Tem um cara que fica alugando snorkel lá mas sinceramente nem perca seu tempo e dinheiro com isso. Em Caixadaço você só vai ver aquelas piabas listradas que tem em qualquer piscina natural. Leve um pedacinho de pão que vai ser bem mais divertido vê-las vindo comer na sua mão.

Piscina do Caixadaço com a praia lá no findo
Água cristalina
Vista geral

Praia Brava


Fica fora da vila. O acesso é pela estrada pra Trindade e não há nenhuma placa indicando a entrada. Fique ligado em um dos recuos da estrada, onde é possível estacionar o carro (se já tiver algum estacionado é ali mesmo). A trilha é fácil e a praia é desabitada, leve água.

Brava de Trindade

Nos arredores de Trindade


O legal de Trindade é que os passeios podem se estender pela região. A Costa Verde é um lugar maravilhoso e possui praias lindas que merecem ser visitadas. Vou falar de algumas que tive o privilégio de conhecer.

Praia do Sono


É uma praia lindona que localizada no distrito de Laranjeiras, vizinho à Trindade. É um lugar super roots, de natureza intocada. Destino perfeito para os amantes de praia e natureza.

Mas o lugar ainda é uma vila de caiçaras pouco desenvolvida, a estrutura é bem simples. Como tem muitas informações e fotos para postar, vou escrever um outro post - Dicas de viagem para a Praia do Sono. Por agora, vou deixar só algumas fotos pra mostrar a beleza do lugar. 

Praia do Sono
Riozinho no final da praia

Litoral norte de São Paulo


E quem tiver um pouco mais de disposição e curiosidade pode ainda incluir em sua visita a Trindade, um passeio para conhecer um pouco do lindo litoral norte de São Paulo. Vou mostrar um pouco das praias que visitei na região, em direção à Ubatuba.

Mapa litoral norte SP
Praia do Félix
Praia da Fazenda
Praia de Camburi

Praia Brava de Camburi


A praia mais bonita da região na minha opinião. Porém seu acesso não é do mais fáceis.

No sentido Ubatuba, fica logo após o km 5. É preciso ficar atento do lado esquerdo da estrada tem uma casinha bem simples com um estacionamento na frente e uma bica caindo água direto. Por mais que não pareça, pode parar o carro que é ali mesmo!

A trilha até a praia é complicada pois é descidão estilo pirambeira e subidão na volta (a bica da casinha é providencial) e geralmente está com mato alto, mas é rápida, uns 20 minutos. Chegando na praia a sensação é aquela do filme do Leonardo DiCaprio, você encontrou "A Praia". Poucas pessoas, na maioria surfistas, se aventuram até lá, por isso a praia fica quase exclusiva. Tem um rio no final da praia, do lado esquerdo. O contraste do mar com as montanhas é lindo.

Linda, linda..
Também tem riozinho
É ou não é perfeita?

Cachoeiras em Trindade


Outro atrativo de Trindade e toda essa região são as cachoeiras, que são muitas, já que a região é muito montanhosa. Em Trindade há um circuito com vários poços e cachoeiras. A trilha é bem fácil, começa na praia e vai subindo a montanha. A mais famosa é a Pedra que Engole, que tem esse nome curioso não é à toa, pois uma fissura na pedra faz com que tenhamos a impressão que a pessoa foi engolida pela cachoeira, é bem legal!

Cachoeiras de Trindade
 

Passeio em Paraty


Não podia deixar de fora a sede do município né? Um dos destinos turísticos mais conhecidos do nosso país, Paraty!

Pra quem preferir montar base em Trindade, pode fazer um passeio de um dia ou ainda um fim de tarde na vizinha. Como fica bem pertinho de Trindade, vale dar uma volta pelo Centro Histórico que possui vários bares/restaurantes, lojinhas etc. Bem diferente da calmaria de Trindade, rs.

Foto de igreja em Paraty é clássico né?
Centro histórico
Nossa, como esse post ficou grande hein?! Nem eu imaginava que tinha tanta coisa pra falar dessa região. Enfim, é uma ótima pedida pro carioca sair daquele velho esquema de Região dos Lagos e curtir uma vibe diferente, conhecendo o sul do nosso estado que é lindo e pouco explorado por nós.

Dicas Gerais


Tenha sempre em mente que Trindade é uma vila bem simples. É pra quem procura um destino rústico com natureza exuberante. Quem precisa de mais estrutura pode ficar em Paraty que é bem próximo.

Pra entender a energia de Trindade, vá fora de temporada e feriadões. A cidade muda completamente de astral.

Para comer, a cidade possui vários restaurantes e lanchonetes na rua principal. Mas claro, tudo muito simples. O carro-chefe de todos eles é o famoso PF.

Não deixe de levar dinheiro em espécie para Trindade. Lá não há nenhuma agência bancária, nem caixas eletrônicos. Nem todos os lugares aceitam cartão e os poucos que aceitam dependem do sinal precário de celular que por muitas vezes some e não volta mais!

**Data da viagem: janeiro/2014


30 comentários

  1. Respostas
    1. Valeu Jalbas! Qualquer dúvida, estamos à disposição!
      ;)

      Excluir
  2. Valeu, as dicas são muito boas.

    ResponderExcluir
  3. Irei para lá em setembro e adorei as dicas!!! Fiquei só um pouco preocupada com a informação sobre o ônibus Paraty-Trindade, pois estava pensando em uma opção mais econômica mesmo, pois imagino que o valor de táxi seja bem salgado... Valeu!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel,

      Desculpe a demora na resposta. Estou viajando e já já tem novidade no blog.

      Então, se o seu orçamento esta curto e vc não tem frescura, não se preocupe. Eh um ônibus de linha regular, vc pode dar sorte e pegar ele super tranquilo ou pegar com a galera local levando gato, cachorro, saco de farinha, feijão, essas coisas.. hahaha.. Tente consultar com a pousada que vc reservar se eles indicam algum serviço de transfer. Claro que a opção do ônibus eh a mais em conta.. mas ai~eh vc q tem q avaliar o que cabe no seu bolso.

      Qualquer duvida, estou a disposição.

      Excluir
  4. Olá sou fã de Trindade e ja estive na vila por 8 vezes, gostaria de corrigir uma informação na foto em que você descreve a Cachoeira Pedra que Engole na verdade é a Cachoeira Poço Fundo a Pedra que Engole fica um pouco acima seguindo pela mesma trilha. Adorei o post Beijinhos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele,

      Obrigado pela visita e pela contribuição. Farei a correção no texto. Algumas fotos foram de uma viagem que fiz em 2008 e de fato, posso ter me confundido mesmo.. faz tanto tempo!

      =)

      Excluir
  5. Olá Renata, estou louca para ir conhecer Trindade, estou me programando para ir agora em outubro no feriado. Lendo suas dicas fiquei ainda mais empolgada, porém estou com um pouco de medo, não sei nadar mto bem, gostaria de saber se as cachoeiras são tranquilas ou são fundas? A piscina natural tbm gostaria de saber. Se por um acaso saber +/- a profundidade. ;) Fico com um pouco de medo Obrigada =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Késsia,

      A piscina possui trechos rasos e outros mais fundos.A profundidade da piscina vai estar diretamente ligada com a maré, dê preferência para visitá-la nos horários de maré baixa. Quanto às cachoeiras, no geral também são rasas e tranquilas, mas tb vai depender do volume das chuvas dos últimos tempos. No mais, tente se manter nos lugares rasos e não terá problema.

      Aproveite Trindade, lá é um paraíso!

      =)

      Excluir
  6. Olá Renata,

    Li as suas dicas e achei o máximo, pois a principio eu iria ficar em Paraty e mexendo na internet apareceu Trindade e eu me encantei.

    É fácil chegar nessas cachoeiras? A pé, com carro e etc...

    Forte abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá Renata

    Da para ir á pé nas cachoeiras, ou é necessário ir de carro? É área particular? Eu ia direto para Paraty, porém mexendo na internet descobri Trindade S2.

    Amei o seu blog.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel!

      Fico feliz que vc tenha gostado do blog! :)

      Então, se vc curte natureza e gosta de lugares simples, Trindade é uma ótima pedida! As cachoeiras são próximas da vila e são acessadas através de uma trilha que faz o circuito das cachoeiras. Só dá pra ir a pé e a caminhada é tranquila!

      Aproveite!

      =)

      Excluir
  8. Oi, voce sabe me dizer se pode levar cachorro de pequeno porte nessas praias - sobretudo na de Camburi ? Obrigada desde ja :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana,

      Levei minha filha caçula, a Malu, pra Trindade e ela foi em todas as praias comigo sem problema nenhum. Ela é uma Staffbull de pequeno porte, tipo Bulldog Francês. A única situação que tive problema com ela foi pra voltar da Praia do Sono, porque resolvi ir de barco e pra isso tem que passar por dentro do condomínio que não permite cachorros. Daí o barqueiro nos deixou antes do condomínio e fizemos uma pequena trilha.

      Nessa segunda vez, em que a Malu estava conosco, não visitei Camburi por isso não posso te afirmar com 100% de certeza. Mas acredito que vc não terá problemas.. Arrume um canto tranquilo, com poucas pessoas próximas e faça um cão feliz!

      =)

      Excluir
  9. Bom dia! Você esqueceu de citar acho que a informação mais importante rs. A diária dos campings.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Thaisa,

      Não é exatamente um esquecimento. Nas duas ocasiões que fui à Trindade me hospedei em pousada, por isso não tenho informações sobre os campings a não ser a existência deles!

      Mas fique tranquila, Trindade possui vários campings e certamente vc encontrará algum dentro do seu orçamento.

      =)

      Excluir
  10. Renata, dá pra levar nosso cãozinho para as praias de Trindade? Eles são pet friendly? E bares e restaurantes, você conseguia sentar com a Malu com tranquilidade? Um palio 1.0 aguenta o tranco da estrada para Trindade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila,

      Olha eu levei a minha para todas as praias, sempre preferindo sentar em lugares mais tranquilos, afastados da maior concentração de pessoas pois sei que nem todo mundo gosta de cachorro na praia. Foi mega tranquilo.

      Sobre bares e restaurantes eu só não levei a Malu por que em Trindade tem muito cão de rua e ela não é das mais sociáveis.. Então a primeira tentativa de sair na rua com ela deu um pouco de trabalho e depois nem tentei mais! Kkkkk

      Sobre o Palio 1.0, na cidade vi todos os tipos de de carro circulando por lá, então acho que não vai ser tão perrengue assim não. A estrada é íngreme mas asfaltada, então todo santo ajuda pra baixo e pra cima tb!

      =)

      Excluir
  11. Olá renata, estou querendo ir acampar em trindade neste ano novo. gostaria de saber se você sabe de algum camping bom por lá, pois estou tendendo a ir para um camping que se localiza na Praia do Meio e gostaria de saber se você acha uma praia boa para acampar.
    outra dúvida, em questão de quanto você gastou indo de carro para lá, você se recorda?
    ADOREI o post!
    desde já muito obrigada!
    Letícia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia,

      Infelizmente não conheço os campings de Trindade e por isso fica difícil para eu opinar sobre eles. Gosto da Praia do Meio, como ponto de localização é interessante, especialmente pela época que vc vai, quando certamente a cidade estará lotada.

      Quanto ao gasto de gasolina isso é bem relativo. Depende da distância do seu local de partida até Trindade, se irá ficar somente na cidade ou irá transitar pela região, do modelo do seu carro.. Eu explorei bastante a região, logo gastei bastante gasolina, já que meu carro na época era 2.0.

      Lamento não poder te ajudar muito :/

      Mas se precisar de algo mais é só falar! =)

      Excluir
  12. Olá, gostei muito do post...
    Estou indo agora, esta semana, e acredito que nao teremos chuva... mas gostaria de saber como é o rio que cruza e pista, na entrada da cidade, dá pra passar de carro baixo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vívian,

      Fique tranquila, dá pra passar tranquilamente de carro baixo. No post coloquei uma foto dos carros passando pelo rio e você pode ver que são carros baixos!

      Boa viagem!

      =)

      Excluir
  13. Letícia Ribeironovembro 15, 2017

    Adorei seu post. Estou planejando minha primeira viagem com meu cãozinho e estava mesmo pensando em Trindade. Depois de ler suas dicas não tenho mais dúvidas. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia,

      Obrigado!

      Tenha uma ótima estadia em Trindade! Vc e seu doguinho vão amar!

      =)

      Excluir
  14. Respostas
    1. Olá Viagem Bonito MS,

      Obrigado!

      Boa viagem! =)

      Excluir
  15. Oi Renata,
    Então, não entendi bem, como ir de trindade até o condomínio Larajeiras sem carro? A pé é longe ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Então, ir de um lugar para o outro sem carro não rola, rs. São 12km de serra (subida e descida).

      Também não há linha de ônibus regular que faça o trajeto. O que vc pode é se informar na cidade (na pousada ou com os moradores locais) outras formas de locomoção até lá (um táxi, uma lotada, carona etc).

      Boa viagem!
      =)

      Excluir
  16. Olá, gostei muito do seu relato e gostaria de uma dica , to querendo viajar sozinha e pensei em Trindade você acha um bom lugar pra uma mulher viajar sozinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nê,

      Então, eu não uma expert no assunto de mulheres que viajam sozinhas. Mas acho que Trindade é um destino super tranquilo sim.

      Lá você vai encontrar bastante gente jovem, que gosta de fazer novas amizades, é um lugar calmo, tranquilo e aparentemente seguro.

      Recomendaria sim.

      Boa viagem! =)

      Excluir