24/09/2016

Passeio de Barco em Maddalena


Mais um dia difícil na Sardenha

Na Sardenha os passeios de barcos são super populares. Também pudera, com um mar de águas calmas e cristalinas não é difícil entender o porquê. No Arquipélago de Maddalena não é diferente e o carro-chefe são os passeios que dão a volta nas ilhas e passam por praias lindas de morrer e outros visuais incríveis.

Uma das coisas que mais gostei de fazer na Sardenha foi alugar um barco por conta própria e sair navegando pelas águas claras do mediterrâneo. Como eu disse no post anterior, aluguei o barco nessa região por duas vezes: uma pra ir à Caprera e outra para visitar as demais ilha do arquipélago.

Nesse post vou falar do primeiro passeio que fiz, pelas ilhas Spargi, Budelli, Razzoli e Santa Maria.

Embarque comigo! =)

Pra conferir mais fotos da viagem acompanhe no Instagram #reviajasardenha


  
Como chegar

A cidade mais utilizada como base pra pra fazer o passeio de barco pelas ilhas do Arquipélago de Maddalena é Palau, que fica no extremo norte da Sardenha. Tanto é, que a cidade possui um estacionamento enorme em frente à marina. Ali, as pessoas vindas de outras, cidades deixam o carro estacionado e embarcam nos muitos barcos que saem diariamente com destino ao arquipélago.

Marina em Palau

Pra quem optar por montar base em Maddalena por alguns dias também é super fácil, basta se dirigir à marina, que fica ao lado do porto onde atracam os ferries e procurar pelas várias agências que operam na cidade.

É possível também sair de outras cidades da Costa Esmeralda mas daí a oferta de passeios não é tão grande e variada como nos locais que falei acima. Além de se considerar que quanto maior a distância do arquipélago, mais tempo batendo em alto-mar.

Eu saí de Palau em um "gommoni" alugado, eu mesma pilotando. O dia que fui estava sem vento, então a travessia do canal entre a Sardenha e Maddalena foi muito tranquila e levou uns 20 minutos.

Como contratar

Em Palau e Maddalena é muito fácil de contratar o passeio. Basta chegar na marina e negociar nos vários quiosques que funcionam diariamente por ali e fechar o passeio que mais agradar.

As opções também são bem diversificadas e num esquema bem parecido com o que falei no post de Cala Gonone.

 A rota que eu fiz é mais ou menos essa..

- Barcos grandes que promovem excursões em grupos maiores, em média 40 pessoas. O preço é o maior atrativo desta opção, o que eu não gosto é a alta concentração de pessoas por metro quadrado. Ainda tem mais uma desvantagem: como o barco é muito grande, não ancora em todas praias. As praias menores e mais charmosas a parada é apenas pra foto.

Vários barcões ancorados na praia

Mas barcos maiores tem lá suas vantagens. Em dias de mar agitado esse é o único passeio que consegue sair da marina. Além disso oferece um pouco mais de conforto do que as outras embarcações, como banheiros e áreas cobertas.

- Lanchas de tamanho médio com condutor. Nesse tipo de passeio a embarcação usada é do tipo bote inflável, com até 8 metros de comprimento que cabem em média 10/12 passageiros. Essa opção é parecida com a anterior, só que numa versão mais reduzida de pessoas e com a possibilidade de parada em todas as praias.

O preço também é um grande atrativo desta opção de passeio pois o custo é dividido entre os passageiros. Considere que barcos menores balançam bem mais que os grandes, além de ser mais fácil tomar um banho fora de hora.

- Lancha pequena sem condutor. Sim, você faz o seu passeio, no seu horário e para onde quiser. Sem falar na emoção de pilotar um barco naquele visual incrível. As lanchas disponíveis para aluguel são do tipo bote inflável, em média com 5 metros de comprimento e com motor de até 40hp.

Gommonis

Esse passeio é ideal para um casal, no máximo dois, senão o barco fica apertado. Para pesquisar mais informações, em italiano procure por "noleggio gommoni senza patente". Os italianos estão bastante acostumados a pilotar essas pequenas embarcações, então essa é uma das opções mais contratadas na região. Até ir para a Sardenha, nunca havia pilotado um barco antes e achei muito tranquilo. Em Maddalena era o meu segundo aluguel de gomonni, então eu já estava mais familiarizada.

Pra mim é, sem dúvida, a melhor opção de passeio. 

- Lancha pequena com condutor (em italiano: gommoni con conduzente). Nessa opção de passeio é utilizado o mesmo bote inflável que mencionei acima, de aproximadamente 5 metros de comprimento e motor de até 40hp.

Por incrível que pareça, essa não é uma opção muito fácil de contratar, pois como a maioria das pessoas pilota o seu barco por conta própria, não tem muitos condutores de aluguel à disposição. Por isso é recomendável reservar esse tipo de passeio com antecedência.

Em Palau aluguei gommoni com duas agências diferentes. Uma delas é pra fugir com força total: Serena. A dona, de mesmo nome, é uma grossa sem jeito nenhum pra lidar com turistas. Passei por uma situação muito chata com ela. Nossa, não gosto nem de lembrar! A outra que super recomendo é a Marina David, que fica no último quiosque da marina. Ele é um italiano mega gente boa, super atencioso e sua agência tem barcos excelentes e confiáveis. Esquema profissional.

Preparativos para o passeio

A partir daqui as dicas são mais voltadas para o aluguel de gommoni, mas vale a pena ler até o final pois algumas dicas valem para todos os tipos de passeios.

Se tiver janela de tempo, escolha o dia com a melhor previsão do tempo. Isso quer dizer: com sol e sem vento. Durante a primavera e verão o mar costuma ser bem calmo na região mas em dias com vento a navegação costuma ser desconfortável e essa região em especial sofre bastante com a incidência de ventos fortes. E vai por mim, o passeio de barco pelas ilhas com verto forte não é legal.

Mas não se preocupe, se o mar estiver agitado ou com qualquer outro risco, as agências cancelam os passeios ou não alugam os barcos. Dica, se chegar em Palau e o estacionamento estiver vazio, desconfie (pena que eu não recebi essa dica antes do segundo passeio, rs).

O ideal é sair bem cedo para aproveitar o passeio.

Pra alugar o barco, o processo é bem simples. Eles me pediram o passaporte pra preencher um formulário com informações básicas, um caução de 100€ para o caso de acontecer alguma avaria na embarcação e só. Mas isso pode variar de acordo com a agência, tem algumas por exemplo, que retém o passaporte e não cobram caução. Vai depender.

A agência cobra o aluguel do barco + gasolina. O barco é entregue com o tanque cheio e no final do passeio eles completam o tanque novamente, daí cobram apenas a diferença. Só pra ter um base, o valor do aluguel, na baixa temporada, em junho/2016, custava a partir de 80€ e espere gastar em torno de 30€ de combustível.

Recomendo ainda evitar fazer o passeio nos finais de semana pois a região fica muito cheia. Eu fiz numa terça-feira e foi super tranquilo.

O que levar

Protetor solar reforçado e chapéu (boné, viseira etc). Alguns barcos possuem toldo e outros não, por isso não vale a pena arriscar.

A agência costuma emprestar um pequeno cooler pra colocar bebidas. Eles dizem que o cooler já vem com gelo, mas na verdade eles usam aquelas bags de gel congelado que não duram nem uma hora debaixo do sol forte. Por isso não vá confiando no "gelo" deles. Passe num mercado e compre um saco de gelo pequeno, ideal para o tamanho do cooler.

Aproveite também para comprar comes e bebes pra passar o dia.

Casaco leve, tipo quebra-vento. Passeios de barco no fim do dia sempre tendem a bater um ventinho mais frio.

Se tiver uma pequena caixa de som pra conectar um iPod, tá valendo também. Um sonzinho durante o passeio faz toda diferença.

No momento da locação, a agência costuma fornecer um mapa com os principais pontos de parada. Leve este mapa com você, será bastante útil para se localizar. E não esqueça de levar o telefone da agência, para acioná-los em caso de emergência.

E começa a partida..

Depois das providências administrativas, é hora de pegar o barco. O funcionário da agência te apresenta as funções básicas do barco como acelerar, dar ré, levantar o motor, como ancorar, parar na praia etc, e te entrega o barco ali na hora mesmo. Sem cerimônia.

Saindo de Palau ou de Maddalena em direção às ilhas do lado oeste, é necessário atravessar o canal que liga à Sardenha ao arquipélago. Aqui vale ficar atento para a travessia do ferry pois a preferência é sempre deles.

Provavelmente a primeira parada será na ilha Spargi, a que fica mais próxima e que sem dúvida tem as praias mais tops da região. Meu conselho é passar por essa ilha no começo do passeio e no final, porque além de repetir as melhores praias, rola uma diferença de tonalidade de azul incrível.

Cala Granara

Cala "não sei o nome"

Se você não ficar hipnotizado e conseguir seguir em frente, a próxima ilha é Buddeli e nela fica uma das praias mais famosas da região, a Spiaggia Rosa. Ela recebeu esse nome porque no passado sua areia era rosa. Isso ocorria devido à fragmentação de conchas calcárias específicas da região mas o turismo desenfreado fez o rosa sumir e hoje a praia é fechada à visitação pública, numa tentativa de preservar o que ainda restou por lá.

 Spiaggia Rosa (que de rosa não tem mais nada)

De fato a areia hoje é como de uma praia qualquer mas no Google é possível encontrar imagens de como a praia era no passado.

Tocando o barco adiante, entre a ilha Buddeli e Razzoli é um ponto de parada muito popular chamado de "Piscine Naturali". O mar, muito calmo, forma uma grande piscina de águas cristalinas ideais para ancorar o barco e curtir uns momentos de relax.

 Piscina do dia

Nesse ponto, na ilha de Buddeli, fica a Spiaggia dei Cavalieri, que é linda mas perde seu encanto quando o barcão CVC encosta nela e despeja centenas de turistas. É o clássico "nós vamos invadir sua praia".

Antes - vazia

Lotação completa

Seguindo adiante, outra praia bem popular e bastante frequentada pelos turistas é a Cala Santa Maria, na ilha de mesmo nome. A praia é bem extensa e possui algumas casas. Como ela é ponto de ancoragem dos barcões, costuma ficar bem movimentada também.

Cala Santa Maria

Depois de visitar todas as ilhas, resolvi voltar para Spargi, que foi a ilha que achei que tinha as praias mais bonitas. Como disse anteriormente, a variação da posição do sol garante outras tonalidades de azul. Na foto abaixo, encontrei um lugar sem praia mas que tinha esse tom de azul hipnotizador! Mais uma ancorada e alguns minutos relaxando no paraíso!

Piscine di Renatinha (kkk)

Spiaggia dell'Amore

Cala delle Bellezze Naturali

A praia da foto abaixo eu acabei pulando na ida e só passei por ela na volta. Seu nome é Cala Corsara e é linda! Vale muito a parada ou mesmo a "ancorada".

Cala Corsara


Tem um forte militar completando a paisagem

Depois de passar o dia admirando e mergulhando nessas águas mágicas é hora de voltar à terra firme. Pilotei por mais uns 20 minutos de volta à Palau e devolvi meu gommoni na marina. Esse foi sem dúvida mais um daqueles dias inesquecíveis e que vão ficar pra sempre na memória.

Pra conferir mais fotos da viagem acompanhe no Instagram #reviajasardenha.  

Mais sobre a viagem à Sardenha

Montando o roteiro para Sardenha
Onde se hospedar na Sardenha
Alghero
Cala Gonone
Passeio de barco em Cala Gonone
San Teodoro 
Costa Esmeralda 
Arquipélago de Maddalena 


** Data da viagem: junho/2016







10 comentários:

  1. Olá Renata! Eh chegada a hora de fazer as reservas no Booking(e como prometido já fiz uma...Buenos Aires, conexão de 21hs e não dá pra dormir no aeroporto kkk, já dormi na viagem passada e não gostei muito rsrs).
    Preciso de sua ajuda para me enviar os links que preciso: hospedagens, aluguel carro, aluguel barco, ferries. Tudo o que vc tiver pode me enviar rsrs e se tiver um jeito de vc se beneficiar eu farei com o maior prazer(se não ficar mais caro rsrs).
    Vou ficar lá seis dias inteiros 🙏😳.
    Vc acha legal alugar o carro lá e ficar com o mesmo os seus dias, ou alugar o carro em Roma e já utilizá-lo para eu atravessar de ferries em Civitavecchia e já chegar em Olbia de carro?
    Sem falta quero ir em Cala Gonone, Palau e Maddalena claro rsrs e alugar aquele mini bote com motor que vc falou, e eu mesmo navegar rsrs ai meu Deus, vamos ver no que dákkkk.
    Então...nestes lugares que falei quero sua dica onde me hospedo, mudando o.mínimo possível de hospedagem...Mas tô contigo, na ideia que vc me der porque vi que vcs têm o mesmo estilo de viajar que nós. Me identifiquei demais com o estilo de vcs.
    Se não for incômodo ou intromissão, se puder eu ter whatsapp seria mais prático. Mas sei que eh muito pessoal e não gosto de incomodar. Mas se tiver dúvida prometo que não somos daqueles que pentelham perguntando tudo a toda hora. Seria só pra facilitar em nos ajudar.
    Acho que vcs foram de avião pre lá, né? Pesquisei bastante skyscanner e goeuro e ficou mais caro. Daí pretendo pegar Ferrie perto de Roma.
    Aguardo sem ansiedade sua resposta kkkk
    Abçs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo,

      Vamos lá ver no que eu consigo te ajudar:

      -Hospedagens: reservando pelo meu link vc não paga nada a mais, fique tranquilo! O que acontece é que o Booking divide a comissão dele comigo! Os links dos hotéis que eu fiquei estão nos posts de cada destino, onde eu tb faço uma avaliação de cada propriedade. Se eu colar aqui, não fica no formato de um link, é mais fácil acessar pelo próprio post mesmo!

      - Aluguel de carro: aluguei em Alghero e devolvi em Olbia pela Hertz. Acho fundamental ficar com o carro lá todos os dias, isso vai otimizar demais o seu roteiro. Entre alugar em Roma e na Sardenha é mais cômodo alugar em Roma pq vc já sai do porto com o carro. Não sei se deixando pra alugar em Olbia, teria locadora perto do porto ou vc teria que pegar um táxi até a locadora. Há que se considerar tb o custo, pois atravessar de carro deve ser mais caro tb. Avalie os custos e veja o que vale mais a pena pra vc.

      Aluguel de barco: nos posts dos passeios (Cala Gonone e Maddalena - esse aqui) eu menciono a empresa que fiz os passeios, recomendo outras e não recomendo uma em especial, pois o atendimento é péssimo!

      Ferries: não utilizei ferries nessa viagem pois meus deslocamentos continente/ilha foram de avião. Então não consigo te ajudar muito nessa parte.

      Sobre dividir a estadia, pelo tempo que vão ficar acho que vale a pena ficar uns dois dias em Cala Gonone e o resto pela Costa Esmeralda, onde estão várias praias lindas e o arquipélago de Maddalena.

      Sobre o zap, fica complicado eu publicar meu número aqui.. não por vcs, pq não me incomodo em nada de ajudar os meus leitores. Pq vc não me adiciona lá no Face? Assim a gente pode se falar pelo Messenger! Ou se preferir pelo chat do Instagram tb! =)

      Bem, acho que por hora é isso. Se precisar de mais alguma ajuda, é só chamar!

      =)

      Excluir
    2. OK Renata, entendi tudo...me ajudou muito. Vou entrar nos links dentro dos posts, deixa comigo. Aquela janela do Booking ao lado da tela, se eu pesquisar qualquer lugar por ali, ajuda vc também ou só no link destacado dentro dos posts?
      Vou te adicionar no Face, não sou de usar muito, quase não entro mas pelo mesenger já fica mais facil para eu me comunicar com vc. Muito obrigado tá..nem sabe quanto está nos ajudando rsrs, sei me virar mas essa viagem vai ser um desafio pra mim. É muita conexão, translados, hospedagem, carro etc e ainda tem o fator principal...ser econômico senão vai ser viagem só de ida kkk

      Excluir
    3. Oi Ricardo,

      Recebi sua msg no Face, já vou responder! É que estou na Bahia e aqui o sinal de internet as vezes é coisa de luxo! kkkk

      A caixa do Booking aqui do blog tb ajuda sim! Tem a mesma função dos links nos posts.

      Pode deixar que juntos venceremos esse desafio! kkkk

      =)

      Excluir
  2. Olá, Renata!
    Me chamo Renata também e vou viajar pra Sardenha em Setembro, com meu marido e uma amiga. Li seus posts e foram excelentes referências!Minha dúvida é sobre a navegação de gommoni entre as ilhas. Elas são próximas a ponto de vê-las? Não existe o risco de nos perdermos? Sairemos de La Madalenna e não temos experiência com barcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Então, para as ilhas que ficam acima de Madalena é super tranquilo, pois é bem pertinho e vc tem visão de tudo. Já na volta de Caprera eu dei uma titubeada e fiquei meio confusa sim, mas rapidamente me lembrei do caminho na ida e me achei. Mas eu estava em Palau e precisava voltar pro "continente". Já vc vai estar em Maddalena, dai não tem problema pq vc vai sempre margear a ilha. Tem perigo não, va de boas!

      Boa viagem! 😉

      Excluir
  3. Olá, Renata!

    Vamos para a Sardenha em Setembro e nos hospedaremos em La Madalenna, onde pretendemos alugar um gommoni para conhecer o restante do arquipélago. Minha dúvida é se as ilhas são próximas a ponto de vê-las a olho nu. Não existe risco de nos perdermos? Não temos experiência com barcos. Há algum perigo na travessia entre as ilhas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Então, para as ilhas que ficam acima de Madalena é super tranquilo, pois é bem pertinho e vc tem visão de tudo. Aqui vc precisa apenas ter atenção com o ferry que faz a travessia para Maddalena, pq a preferência é dele, mas ele é grande, não tem como não notá-lo, rs.

      Já no sentido Caprera, na volta, eu dei uma titubeada e fiquei meio confusa sim, mas rapidamente me lembrei do caminho na ida e me achei. Mas eu estava em Palau e precisava voltar pro "continente". Já vc vai estar em Maddalena, daí não tem problema pq vc vai sempre margear a ilha. Tem perigo não, vá de boas!

      Boa viagem! 😉

      Excluir
  4. Olá Renata,

    eu e meu marido vamos pra Sardenha em setembro e estamos enlouquecendo com a logistica do roteiro! rsrsrs
    Vamos conhecer as praias da Costa Esmeralda, O Arquipélago La Maddalena, e estamos cogitando a Cala Gonone.
    O nosso único incoveniente é o carro. Alugariamos em Olbia e ficariamos com ele por quase toda a viagem. Mas como vamos passar 3 noites em La Maddalena, não queriamos levar o carro (alugariamos uma moto lá) . Não tem opção de devolver o carro em Palau, só em Olbia, o que nos leva ao problema: teríamos que ir devolver o carro, pegar um onibus até Palau pra poder pegar o ferry. E na volta igual, de Palau pegar um onibus até Olbia.
    Você tem alguma idéia de como podemos melhorar isso?
    Não queríamos deixar o carro dormir sozinho em Palau por perigo e por conta do preço, e também levá-lo para Maddalena nos traria dor de cabeça (vagas, etc).
    Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Então, acho que vcs estão numa sinuca de bico! rs..

      Nesse caso não tem muito o que fazer. Qualquer uma das opções trará problemas. Vcs precisam avaliar qual deles prefere encarar (o que é uma decisão pessoal).

      Levando o carro pra Maddalena vc pode ter problemas para estacionar ou não (pode conseguir uma vaga, um estacionamento ou algum outro esquema). Além disso, poderia usar o carro lá como meio de locomoção.

      Entregar o carro em Olbia e pegar ônibus até Palau, eu acho meio missão, pq depois vc voltaria a ficar a pé. Mas enfim, não sei se pra vc isso seria um perrengue.

      E por fim, acho que a opção de deixar o carro em Palau é a que menos faz sentido. Pq vc vai pagar pelo carro e pela moto ao mesmo tempo. Talvez não valha a pena.

      Queria poder te ajudar a fazer alguma mágica mas nesse caso não tem jeito. Vc vai ter que escolher algum desses problemas!

      Boa sorte e boa viagem! =)

      Excluir