28/11/2015

Dicas de viagem para Itacaré

3 comentários     
categories: , ,

dicas viagem itacare
Maresia baiana..

Viajar e conhecer novos lugares é uma paixão minha mais do que declarada. E quando gosto muito de um lugar sempre prometo voltar, mas infelizmente não costumo cumprir essa promessa pois sempre estou envolvida com a descoberta de novos destinos.

E pensando em diminuir um pouco essa minha dívida com o universo, resolvi dar um esticada na minha última viagem de 2015 e revisitei essa simpática cidade baiana onde estive em 2009 e de onde saiu este post aqui.

Depois de seis anos não vi muita mudança na cidade. Talvez mais um bar aqui, um restaurante acolá, várias novas pousadas e umas duas ruas calçadas a mais. Itacaré manteve o mesmo ar de cidade pequena. Vou escrever em detalhes tudo que vi por lá nessa passagem relâmpago de dois dias.

Como chegar

No post da minha primeira visita à cidade explico em detalhes como é o processo pra chegar em Itacaré. E nada mudou de lá pra cá. Dessa vez, diferente de 2009 quando estava em Porto Seguro e utilizei o aeroporto de lá, eu fui pelo aeroporto de Ilhéus, que é o mais próximo de Itacaré, a apenas 60km.

Eu não sabia que este aeroporto é considerado pelos pilotos como o segundo mais perigoso do Brasil, ficando atrás apenas do aeroporto de Congonhas. E descobri isso da pior maneira possível: com o avião arremetendo e dando várias voltas por cima da cidade, acompanhado de um pouso com direito à derrapagem e freada brusca! Ufa! Isso sim é que é uma chegada com emoção!

Mas, tirando o momento emocionante, pra quem vai conhecer a região, sem dúvida o aeroporto de Ilhéus é uma mão na roda.

A estrada que liga Ilhéus a Itacaré é asfaltada e está em boas condições. Por isso o deslocamento entre as duas cidades é bem rápido. Pra quem pegar a estrada com fome, sugiro uma parada estratégica na Casa da Empada, no meio do caminho. Além do salgado que dá nome à casa, também serve refeições. Tudo muito bem feito.

Hospedagem

Os melhores lugares para hospedagem em Itacaré continuam sendo os arredores da Pituba e Praia da Concha, pois além da grande oferta de pousadas, a proximidade com o burburinho da cidade é um grande facilitador.

Dessa vez fiquei hospedada na Pousada Galeão e modéstia parte, acertei na mosca em minha escolha! A pousada é simples e super bem localizada. Os quartos são super limpos e cheirosos e o café da manhã é de comer rezando! Mas o grande diferencial, que conquista a todos que se hospedam lá é qualidade no atendimento. Toda a equipe é super atenciosa e preocupada com os mínimos detalhes. Pra quem não tem frescura e procura por algo simples e de excelente qualidade, pode escolher a Galeão sem medo de errar!

http://www.booking.com/searchresults.html?city=-647482&aid=1256661&no_rooms=1&group_adults=1


Praias

Itacaré é um destino pra quem curte praia, já que elas são as maiores atrações por aqui. Algumas delas ficam dentro da cidade e são facilmente acessadas a pé. São: Coroa, Concha, Resende, Tiririca, Costa e Ribeira. E tem as praias que ficam na zona rural, que são afastadas do centro e precisam ser acessadas pela estrada Ilhéus/Itacaré e/ou por trilhas: Prainha, Engenhoca, Havaí, Havaizinho, Itacarezinho e Jeribucaçu.

Das praias urbanas a do Resende a da Costa continuam do mesmo jeito: sem nenhuma construção e super preservadas. A Praia da Coroa, que fica na foz do Rio de Contas e no centro da cidade, continua do mesmo jeito, não tem muito o que mudar. Idem para a Praia da Concha que é super lotada de quiosques. Ou seja, ambas são meio farofadas.

A surpresa negativa ficou por conta da Tiririca e da Ribeira. As duas, já em 2009, tinham algumas construções e quiosques, mas agora o negócio tá feio por lá. A Tiririca está tomada por bares e pousadas construídos de forma totalmente desordenada, mais parecendo uma favelinha à beira-mar. E a Ribeira que era um charme de praia, mas que já possuía alto índice de farofamento, agora farofou geral: está tomada por barracas e cadeiras.

dicas viagem itacare
Tiririca

dicas viagem itacare
Ribeira

Mas teve surpresa boa também! As praias distantes, que são acessadas só por trilha e que eram as mais bonitas essas sim foram preservadas e continuam do mesmo jeito: intocadas! Ponto para Itacaré que pelo menos está conseguindo preservar essas praias.

Para conhecer as praias "rurais", o passeio mais vendido pelos guias locais é o roteiro das 4 praias: Itacarezinho, Havaizinho, Havaí e Engenhoca. O percurso geralmente começa em Itacarezinho e vai visitando as demais praias através de trilhas por dentro da Mata Atlântica (dá pra fazer o roteiro inverso também). A trilha é de nível fácil, bem aberta e a distância entre cada uma delas é de uns 20/30 minutos de caminhada. O guia é dispensável, eu mesma fui sozinha (com o maridão) e deu super certo. O maior dificultador é a falta de sinalização (uma cortesia dos guias locais) mas há sempre bastante gente circulando pelas trilhas, então na dúvida basta perguntar qual a direção certa.

dicas viagem itacare
 Havaí

praia havai itacare
Havaizinho

praia engenhoca itacare
 Engenhoca

Destaque para a Praia de Jeribucaçu, que sempre figura nos meus sonhos como sinônimo de praia perfeita. Ela continua do mesmo jeitinho, linda e deliciosa de morrer! A trilha continua aquela pirambeira pra descer e um sufoco danado pra subir, mas acredito que este seja um dos motivos dela continuar tão bem preservada: a dificuldade de acesso.

praia jeribucacu itacare
A emoção do retorno ao paraíso
 
praia jeribucacu itacare
 Jeribucaçu sendo linda

praia jeribucacu itacare
 Alguém topa esse ducha?

praia jeribucacu itacare
Vale mil repetecos..

Em todas as praias tem gente vendendo comes e bebes, então não há aquela preocupação de carregar o kit sobrevivência. Nas trilhas para as praias também há ótimos pontos de parada pra dar aquela descansada básica como mirantes, piscinas naturais e cachoeiras.

trilha praia itacare
Em algum lugar das trilhas..

Eu não tive oportunidade de revisitar a Prainha. Mas perguntei na pousada e disseram que aquela prática de abrir trilhas erradas na mata pelos guias locais continua sendo praticada. Então por isso recomendaram a ida com guia.

Pôr do sol

Em Itacaré o point do pôr do sol é a Ponta do Xaréu, que fica entre as Praias da Concha e Coroa. O sol se põe virado para o continente na direção da foz do Rio de Contas. Apesar de não ser aquele visual clássico do sol morrendo no mar, é bonito de se ver também.

por do sol itacare
 Ponta do Xaréu e a foz do Rio de Contas

Como é o lugar principal onde as pessoas se reúnem pra acompanhar o fim do dia, o local fica super cheio, se adiante para conseguir um lugar estratégico. Tem vários vendedores ambulantes, galera tocando violão e uma mini Jamaica do lado direito (só os fortes entenderão! kkk).

por do sol itacare
E aí, quem ganha a corrida?

Diversão noturna e compras

A diversão noturna em Itacaré fica por conta da Pituba, que é a rua principal da cidade cheia de bares, restaurantes e lojinhas. Por causa da grande quantidade, tem para todos os bolsos e gostos.

O que eu notei de diferença entre as duas visitas, é que os arredores da Pituba também foram se desenvolvendo e há ótimas opções de bares e restaurantes também na Villa, que é uma quase continuação da Pituba, e na orla da Praia da Coroa.

Outro assunto que eu não poderia deixar de falar é sobre compras. Pois é.. compras em Itacaré. Pra quem curte artesanato local, não deixe de conferir o de lá. São peças super originais feitas pelos artistas locais. E olha que Itacaré é cheio de artistas.. kkkkk! (desculpem meu momento piada interna). Diferente de outros lugares onde só encontro cerâmica de galinha com pintinhos, Bob Marley e aquelas bonecas bojudinhas, em Itacaré achei várias coisas diferentes e bacanas.

Entre a Praia da Coroa e da Concha, há um trecho com várias casinhas onde artesãos locais expõem seus trabalhos com madeira e derivados do coqueiro. Eu comprei algumas peças com um artesão local e foi muito legal a conversa que tivemos. Ele me explicou que alguns itens são feitos por famílias que moram em comunidades muito pobres e que o artesanato acaba mudando a realidade dessas famílias por se tornar uma nova fonte de renda.

artesanato itacare
Artesanato local

 Pirei nos balõezinhos..

Além de novos itens para minha decoração "mundial" (cada item de decoração na minha casa lembra um momento de uma viagem) gostei muito de saber dessas duas nuances do artesanato local: a criatividade e o lado social.

Violência

Já tinha lido muito a respeito sobre a violência na cidade e os vários relatos de assaltos a turistas nas trilhas de acesso às praias e até mesmo nas ruas que dão acesso às praias urbanas (durante à noite essas ruas costumam ficar bem desertas). As pousadas desmentem com medo de assustar os turistas, mas numa pesquisa rápida no Google fica difícil negar os fatos.

A verdade é que eu cheguei lá com receio, lógico! E justamente as praias mais interessantes são essas acessadas pelas trilhas e não fazia sentido revisitar Itacaré e deixar de ir nelas. Perguntei na pousada como estava a situação e a reposta foi a seguinte "Nãããão... isso é história, é passado. Hoje tem mais nada não, pode passear tranquila." Então, com o radar sempre ligado, lá fui eu.. De fato não me aconteceu nada, ainda bem! Mas fui precavida: deixei celulares na pousada (na praia não tem sinal mesmo!), levei apenas uma câmera fotográfica (a mais simples) e pouco dinheiro.

Já no centro da cidade à noite, achei perigoso sim andar pelas ruas de dentro, principalmente para quem está hospedado na Praia da Concha: as ruas são escuras e super desertas. Na área da Pituba, onde fica a grande concentração de bares e restaurantes é super tranquilo pois sempre tem movimento.

Então a dica pra Itacaré é: vá sem medo e aproveite tudo que a cidade tem de bom. Apenas fique alerta, pois malandragem existe em qualquer lugar!

 Dicas Gerais

A voltagem na cidade é 220v. Portanto, leve carregadores bivolt.

Na cidade só existem três agências bancárias: Bradesco, Banco do Brasil e Caixa. Há dois caixas 24 horas: na rodoviária e em um supermercado no centro. Quase todos os estabelecimentos aceitam cartão de crédito/débito.

Evite feriados e alta temporada. A cidade costuma ficar lotada e bem micaretada.

Pra quem for marinheiro de primeira viagem, não deixe de conhecer as cachoeiras da região. Destaque para a Tijuípe e as do Cleandro.


**Data da viagem: novembro/2015

3 comentários:

  1. Muito obrigada!!!! Estou indo em julho conhecer Itacaré.Agora vou mais tranquila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliana,

      Se vc curte praia, vai adorar Itacaré!

      Boa viagem! =)

      Excluir