12/07/2014

Dicas de viagem para San Diego


dicas de viagem san diego
Muito sol e praia em San Diego

San Diego foi uma das cidades mais bacanas que visitei nessa roadtrip pela Califórnia. A cidade, que faz fronteira com o México, possui um clima todo especial, combinando praia, surf e gente jovem.

Pra quem quer conhecer o astral californiano precisa incluir uma visita à San Diego, é certeza de se apaixonar pela cidade!

A minha viagem

Com a bobeira que eu dei na compra das passagens pra Califórnia (comprei a volta um dia antes), tive que escolher uma cidade do roteiro pra perder esse dia e acabei escolhendo San Diego. Com isso, o meu tempo na cidade foi bem curto. A ideia inicial era passar dois dias por lá. Com essa reprogramação, acabei ficando apenas um dia.

Não vou dizer que ficar apenas um dia por lá foi uma decisão totalmente errada. Gostei tanto de San Diego que percebi que dois dias pra curtir a cidade também teria sido pouco tempo. Saí de lá com a impressão que passaria uma semana na cidade tranquilamente.

Cheguei no final de um sábado, curti o domingo inteiro por lá e parti pra Vegas na segunda-feira de manhã. De início havia programado aproveitar o final do sábado, curtindo o pôr do sol no Sunset Cliffs e a noite no Gaslamp Quarter, mas minha programação foi por água abaixo!

Por causa do feriado do Memorial Day, peguei um mega trânsito pra chegar em San Diego e diante do cansaço de horas no trânsito, tive que abortar qualquer programa nesse dia para acordar com disposição no único dia inteiro que teria pra explorar a cidade.


Mapa San Diego 

E como eu só tinha esse dia pra explorar a cidade, tinha que contar com a boa vontade de São Pedro e pegar um dia de sol pois havia programado apenas passeios ao ar livre pela cidade. Se chovesse, seria um desastre total! Mas Pedrão até que é gente boa e mandou um lindo domingo de sol.

Hospedagem

Aqui me hospedei no Good Nite Inn Near Seaworld. O hotel, no estilo motel americano é simples, não tem nada demais. O quarto é espaçoso, estava limpo tinha frigobar. As instalações eram um pouquinho velhas, é verdade, mas para um curto tempo de hospedagem foi suficiente.

A localização do hotel, a princípio pode causar um certo desconforto. Ele fica numa área que não tem nenhum atrativo turístico e pra dizer a verdade, a vizinhança é até um pouco esquisita: uma oficina mecânica e uma casa de strip!

Quando cheguei, saí pra dar um volta a pé e encontrar algo pra comer e passado os vizinhos mal encarados, encontrei um grande centro comercial com várias opções de lanchonetes e restaurantes, inclusive um Panda Express (que sempre salva), uma Super Target e uma Ross Dress for Less. Pronto, má impressão desfeita na primeira passada de cartão de crédito! 😄

Um ponto positivo da localização, é que essa região fica a 15 minutos de carro de La Jolla ou do centro de San Diego. Ou seja, foi muito fácil (com a ajuda do Waze) e rápido se locomover pela cidade. Ah, e considere a opção "estar de carro" em San Diego indispensável.

Para pesquisar outras opções de hospedagem na cidade, clique aqui. Mas lembre-se sempre de ficar atento às avaliações! 



Praias de San Diego

Há quem diga que a Califórnia não é exatamente um destino de praia, já que beleza natural não é o forte das praias de lá. Eu discordo parcialmente. No sul do estado, entre Los Angeles e San Diego, é possível sim ir à praia, pegar sol e calor. É claro que não vamos comparar as praias da Califórnia com as do Caribe, mas posso garantir que dá sim pra ser feliz num dia de sol por essas bandas!

praias san diego
Praias de San Diego

Como disse no início do post, dei a maior sorte de pegar um dia de solzão em San Diego, então a programação foi toda voltada pra curtir programas ao ar livre. Abaixo, vou falar de algumas praias que fui nesse único diazinho em que estive lá.

Black Beach

Black Beach é uma praia que fica bem ao norte da cidade, no final do bairro de La Jolla. Na teoria é considerada uma praia de nudismo, mas na prática vi mais pessoas vestidas do que peladas.

black beach san diego
Chegamos em Black Beach

Bem diferente do nudismo praticado nas praias europeias, em Black Beach vi apenas alguns poucos homens praticando o nudismo. Confesso que achei até bem estranho. A única menina que se atreveu a tirar a parte de cima do biquíni, virou atração de marmanjo tarado. Ou seja, nudismo em Black Beach é caído.

A praia pode ser acessada pelo alto da falésia ou caminhando a partir de La Jolla Beach. Pela falésia, que é bem alta, é preciso descer uma boa pirambeira. Eu escolhi o acesso da falésia na altura do Torrey Pines Gliderport, que é uma pista de decolagem de parapentes e asas-delta.

A vista da praia nesse ponto é um espetáculo. Pra quem tem vontade de voar, aqui deve ser uma experiência incrível, pois além da vista há placas no local explicando que há um fenômeno meteorológico que mantém as condições ideais para voo nesse trecho da costa.

torrey pines san diego
Instruções de voo

torrey pines san diego
Pista de decolagem

O acesso à praia nesse ponto é pouco complicado. A trilha é de terra, com alguns poucos degraus de madeira e bem íngreme o que requer muita atenção pra não escorregar na descida e disposição pra encarar a subida.

black beach san diego
Descendo a pirambeira

black beach san diego
Vista da trilha por baixo

Chegando na praia, tirando os peladões, é só alegria e curtição. Mas eles nem chegam a incomodar, até porque a praia é bem extensa, então dá uma boa espalhada nas pessoas. Apenas os trechos de saída das trilhas é que reúnem uma maior aglomeração de pessoas. 

A água da praia era gelada, estilo Pacífico, mas pra minha surpresa não chegava a ser insuportável não.. Rolava tranquilamente de dar um mergulho rápido (nada de ficar nadando também não). Pra quem mora no Rio, posso dizer que já mergulhei em água muito pior!

black beach san diego
Curtindo Black Beach

Lá não tem estrutura nenhuma! Pra quem pretende passar algumas horas na praia é indispensável levar um kit sobrevivência (comes e bebes)

La Jolla

La Jolla é uma das praias mais badaladas de San Diego. Também pudera, o bairro em volta é um dos melhores da cidade. Aqui tive oportunidade de curtir praia em dois pontos diferentes. O primeiro foi próximo ao píer da faculdade de Oceanografia. Aliás esse trecho da cidade conta com diversos campus da Universidade de San Diego em frente a praia (já pensou estudar num lugar desses?).

la jolla san diego
Chegamos em La Jolla

Apesar da proximidade, a praia aqui é bem diferente da vizinha Black Beach. Além do acesso bem mais simples, pois é possível estacionar bem próximo à praia, é super movimentada e frequentada por várias famílias.

la jolla san diego
Dia de praia em San Diego

la jolla san diego
Embaixo do píer

O segundo ponto de La Jolla que conheci foi a La Jolla Cove Beach, que é uma prainha pequena e bem bonitinha. O acesso é feito pelo gramado que cerca a orla do centrinho de La Jolla (o bairro).

Por ser um domingo, tanto o gramado como a prainha estavam bem cheios. Por isso nem animei de descer em La Jolla Cove.

la jolla san diego
Domingão americano

la jolla san diego
La Jolla Cove bem cheia

Outra coisa muito bacana nessa área é que caminhando pelo calçadão, um pouco antes da prainha, você encontra um portão que desce para as pedras. Aqui é possível ficar muito (muito mesmo) próximo dos leões-marinhos em seu habitat natural. Para os mais corajosos é possível até nadar com eles, mas eu não acho uma boa ideia. Não só por medo dos bichos, mas pela água gelada também. De qualquer forma, aproveite o momento para bater muitas fotos.

la jolla san diego
Olha que fofura!

sea lion san diego
Daqui realmente ficamos muito próximos

sea lion san diego
Olha a galera!

la jolla san diego
Rolézinho de caiaque

Ainda tive o tempo de dar um voltinha pelo centro comercial de La Jolla e gostei bastante do que vi por lá. Muitas lojinhas, restaurantes e lanchonetes, tudo bem bonitinho e super bem frequentado.

Pacific Beach

Saindo de La Jolla em direção ao Sunset Cliffs pelo litoral, passei por essa praia. Desci nela super rapidinho mesmo pra bater umas fotos. Mas mesmo com pouco tempo achei o lugar muito legal.

A praia tem um super calçadão ótimo pra pedalar. Tem um píer enorme que, diferente dos outros que vi na viagem, é cheio de casas.

pacific beach san diego
Pacific Beach

pacific beach san diego
Mais uma de Pacific Beach

Andando rapidamente pelo bairro vi também muito comércio de surfshops (Rip Curl, Quicksilver etc), casas muito bacanas e alguns bechclubs começando a bombar no fim de tarde.

Ou seja, Pacific beach merece uma visita com muita calma.

Sunset Cliffs

Pra encerrar o dia, visitei o famoso bairro de Sunset Cliffs, o point da cidade pra curtir o pôr do sol. Sua boa fama não é a toa, realmente o bairro é muito bonito. Diferente de La Jolla e Pacific Beach, aqui o bairro é estritamente residencial e não há comércio. As casas, principalmente na beira-mar são lindas, parecem de filme!

sunset cliffs san diego
Sunset Cliffs

sunset cliffs san diego
Não bastava ser lindo, ainda tem praia

Os cliffs são lindos. Variando em tons de vermelho, amarelo e marrom, com a iluminação do fim de tarde rola um efeito maravilhoso. Mas São Pedro quis dar uma zoada básica na gente. Depois de um dia lindo de sol, enviou uma neblina pra encerrar o dia e com isso não rolou o tão esperado pôr do sol. Mas ainda assim, curti o astral bacana do lugar e tirei ótimas fotos.

sunset cliffs san diego
Molecada brincando

sunset cliffs san diego
Galera curtindo o fim de tarde

sunset cliffs san diego
Essa foto traduz o astral do lugar

sunset cliffs san diego
Não resisti.. mudei pra cá! rs

Gaslamp Quarter

Pra finalizar esse meu dia agitado em San Diego ainda dei um pulinho na área boêmia da cidade. Cheguei lá por volta das 21h e o lugar já estava começando a bombar. Todo mundo chegando arrumadinho pra night e a gente de chinelão de praia! 😁

Achar vaga no bairro foi uma missão quase impossível. Demorei horas rodando, já estava estressada, até que encontrei uma vaga num estacionamento particular por $10. Mesmo assim, foi difícil pois todos os particulares também estavam cheios. Por isso, se for até lá de carro, recomendo chegar um pouco antes do horário da bombação.

O lugar é super bacana e é parada obrigatória numa ida à San Diego. São várias quadras cheias de bares, restaurantes e boates. Cheio de gente jovem e animada pra curtir a night que parece que começa (e termina) cedo, pois 22h já havia fila nas boates e dava pra ver que dentro já estava bombando!

O que faltou fazer em San Diego?

Com certeza com mais tempo na cidade descobriria mais coisas fantásticas pra fazer por lá. Algumns programas cara, eu fiquei com vontade de conhecer/fazer mas não deu tempo. São eles:

- Voo de parapente em Black Beach
- Andar de caiaque com os leões-marinhos em La Jolla
- Curtir a prainha de La Jolla Cove
- Conhecer a região onde fica USS Midway  e a famosa estátua do beijo
- Visitar a Old Town

Valeu a pena??

MUITO! Achei San Diego uma das cidades mais bacanas da Califórnia. Agora, tenha em mente que esta é uma cidade de praia e conhecê-la no inverno pode não causar em você a mesma boa impressão que eu tive.

Muitas vezes lia em outros blogs as pessoas falando basicamente do zoológico e do Sea World, me deixando uma impressão de que a cidade não teria muitos atrativos. Acho que isso faz muita gente desistir de descer até o extremo sul do estado, o que é um terrrível engano pois há muito o que se ver e fazer em San Diego.

Eu voltaria pra lá pra passar uma semana tranquilamente, claro que numa época de sol e praia. Aproveitar com calma todas as praias e seus bairros em volta. Fazer uma night ou ainda jantar num dos restaurantes bacaninhas da Gaslamp. Ou seja, cabe mais uma viagem pra lá facilmente.

Leia mais sobre a roadtrip pela Califórnia
Como montar um roteiro pra Califa: uma ajudinha pra montar seu roteiro
Santa Monica: primeira parada na Califa
San Francisco: segunda parada na Califa
O que fazer em San Francisco: prepare-se pra uma cidade especial! 
Bike The Bay: atravessando a Golden Gate de bike
Monterey/Carmel: começando a roadtrip
Big Sur: o filé da roadtrip
Camarillo Outlet: no meio do caminho tinha um outlet!
Na estrada até Vegas: o deserto e Calico Ghost Town
Las Vegas: nossa roadtrip chegou ao fim


**Data da viagem: maio/2014




0 comentários:

Postar um comentário