07/06/2014

Passeio de bicicleta pela Golden Gate


passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Atravessando a Golden Gate de bike

Quem diria que, de uma cidade tão cosmopolita como San Francisco, o passeio mais bacana, na minha opinião, seria atravessar a Golden Gate de bicicleta? Pois é meus amigos, esse foi um dos passeios mais emocionantes que já fiz até hoje!

E nesse post aqui vou contar tudo que você precisa saber pra montar seu passeio e desbravar essa ponte que é um dos ícones da cultura americana.


Montando o passeio

O primeiro detalhe importante pra programar o seu passeio é escolher um dia de previsão de tempo aberto. Eu sei que pegar um dia de sol, céu claro e sem fog em San Francisco é missão complicada! Mas se não for assim, é melhor nem ir pois não vai dar pra ver nada! 

Sobre o grau de dificuldade da pedalada, o trajeto quase todo é tranquilo até para os menos esportivos como eu. Tem apenas dois trechos de subida íngreme mas pra não aguenta subir no embalo, não tem problema. Basta descer da bike e subir empurrando (essa foi a minha opção, é claro). Mesmo o vento forte e constante de SF não atrapalharam o passeio. E olha que em alguns momentos ele bate muito forte, mas aí é só diminuir a marcha e apreciar a vista. Aliás, faça como eu, quando o cansaço batia eu dizia que era hora de tirar foto!

Atenção para um detalhe técnico: durante a semana até as 15:30h pedestres e bikes dividem o espaço lateral da ponte do lado direito dela (east side - pra dentro da baía). Já nos dias de semana após 15:30h e nos finais de semana rola uma divisão: pedestres do lado direito e bikes do lado esquerdo (west side - lado do oceano).

Acontece que, atravessando do lado west da ponte, ao chegar na outra extremidade e seguir para a estrada que vai pra Sausalito é preciso passar por debaixo da ponte, subindo e descendo algumas escadas. E posso imaginar que de bike essa missão não deve ser muito legal.. Por isso, se puder, programe seu passeio para os dias de semana. Além de ser mais vazio, proporciona a facilidade de sair da ponte já do lado da estrada que vai pra Sausalito.

As informações de funcionamento da ponte podem ser pesquisadas aqui.


Nosso mapa Bike the Bay 

A locação da bike

Alugar uma bicileta em SF é super fácil. A média das diárias da bike gira em torno de US$32 e a oferta de locadoras na região do píer é enorme, tem uma em cada esquina. Eu reservei pelo site da San Francisco Bike Rentals e paguei US$24 na diária de cada bike. Chegando lá, eles tiraram uma cópia do meu cartão de crédito como garantia e paguei pelo aluguel da bike na devolução.

Antes de sair pro passeio lembre de levar uma garrafa de água. As bicicletas contam com uma bolsa, que parece uma caixa na garupa. Dá pra levar mais coisas dentro dessa bolsa tranquilamente, até um lanchinho se você for mais precavido do que eu. Ah, e certifique-se de pegar com a locadora uma tranca para cada bicicleta. Isso será muito útil quando você chegar em Sausalito.

O rolé de bike

Agora vamos falar do que mais interessa: o rolé de bike. O passeio é muuuuuito legal.

Comecei no Fisherman's Wharf. Nesse pequeno trecho da Jeferson St é preciso pedalar pelo cantinho da rua, mas foi rápido e tranquilo, sem problemas com os carros. Cheguei então na Ghiradelli Square, uma praça linda, em frente à famosa fábrica de chocolates (quem quiser já pode fazer a primeira parada do passeio aqui). Ao lado da praça fica o Aquatic Park, com a sua simpática prainha e uma arquibancada para assistir as competições de natação.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Aquatic Park e a primeira visão da ponte, lá longe

Daqui em diante o passeio é todo feito em ciclovia.

Mais adiante chegamos na entrada do Municipal Pier. Apesar da grade, é permitido entrar de bike nele. Daqui dá pra ter uma vista bem bacana de Alcatraz e da Ghiradelli Square.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Alcatraz bem de pertinho

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Ghirardelli Square

Depois desse ponto peguei o primeiro trecho de ladeira. Não era muito íngreme não, mas eu preferi descer e ir empurrando pra não gastar logo toda minha energia. Aproveite para apreciar a vista nesse ponto.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Primeira ladeira do dia

No fim dessa ladeira cheguei no Fort Mason. Aqui tem tipo um binóculo que dá pra ver o trânsito da ponte super aproximado. Tem também uma praça enorme e muito bonitinha com banheiro e bebedouro. Boa pedida pra fazer uma pausa depois da ladeira, dar uma relaxada e encher a garrafa d'água.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Super binóculo

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Vista da ponte

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Fort Mason merece uma paradinha

Em seguida passei por um dos bairros mais bacanas de SanFran, a Marina. Aqui as casas são uma graça e o vento vem com força total. Força no pedal! (e muita pausa pra tirar foto, hahaha).

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Marina District

Depois da Marina, cheguei ao Crissy Field. Aqui tem duas opções de caminho: seguir pela ciclofaixa da Old Mason St ou entrar numa trilha que vai beirando a praia. Eu nem preciso dizer que a trilha é muito mais legal né? Apesar de trocar o asfalto pela estrada de terra, você vai estar do lado do mar e vendo a ponte se aproximar cada vez mais. É emocionante.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
A ponte vai ficando cada vez mais próxima

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Muitos cães na praia. We love dogs!

Depois do Crissy Field, outro ponto que você tem duas opções de caminho: ir para o Fort Point ou seguir direto para o trecho de subida de acesso à ponte. Preferi subir logo a ponte por que eu fiquei com medo da fog que estava ameaçando entrar. Se soubesse que não ia ter fog nenhuma nesse dia, teria seguido até o Fort Point pois de lá, dá pra ter a vista debaixo da ponte!

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Na dúvida: ir para o forte ou pra ponte?

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Crissy Field visto do alto

Aí cheguei na segunda ladeira do caminho. Essa é um pouco mais puxada, mas pode descer da bike e seguir empurrando, na boa. Quase no topo, a parada no Golden Gate Vista Point é obrigatória para bater as últimas fotos antes da travessia.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Golden Gate Vista Point

Quando enfim cheguei no topo da colina, antes da entrada da ponte, encontrei o Golden Gate Bridge Cafe, que foi mais uma parada estratégica pois tem banheiros e bebedouros.

Desse ponto em diante, é só alegria e admiração. Sim, estávamos finalmente atravessando a famosa Golden Gate. A travessia é um pouco barulhenta e nos dias de semana em que a pista é dividida com os pedestres é preciso pedalar com um pouco de paciência e cautela na direção.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
E aí vamos nós..

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Em um dos pilares da ponte

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
E mais ponte..

Como você pode observar, a grade de proteção da ponte é bem baixa. O número de suicídios daqui é tão alto que ao longo da ponte é possível ver placas com um número de telefone para ligar em caso de "crise". A galera do politicamente correto já pediu pra instalarem grades mais altas mas o governo já negou, alegando que isso iria descaracterizar o projeto original da ponte, além de privar todos de aproveitarem a bela vista dela. Boa!

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Em caso de crise, ligue!

Após a ponte, segui pela direita pra pegar a estrada para Sausalito. Esse trecho é uma descida bem íngreme, que é preciso descer pelo acostamento. Fique esperto pois a bike desce à toda.. É uma sensação maravilhosa e não se preocupe com os carros, pois os motoristas americanos respeitam os ciclistas, sempre mantendo distância (bem diferente daqui..). Em uns 10 minutos cheguei em Sausalito.

passeio de bicicleta pela Golden Gate san francisco
Vista da ponte do outro lado

sausalito san francisco
Chegamos em Sausalito!

sausalito san francisco
Ciclovia gracinha de Sausalito

Lá mesmo não há muito o que fazer. A cidade é pequenina, gracinha, com vários restaurantes e lojinhas. Deixei as bikes no estacionamento (hora de usar a tranca) que fica atrás da praça, e dei uma voltinha na cidade. Aproveite para fazer um lanche ou tomar um super sorvete nas sorveterias de lá. Essa volta de recuperação em Sausalito não deve demorar mais que uma ou duas horas.

sausalito san francisco
Bike parking

sausalito san francisco
A pracinha

sausalito san francisco
 Restaurante gracinha

sausalito san francisco
Calçadão de Sausalito

A volta pra San Francisco

Se você for "o esportista" e estiver cheio de disposição, pode voltar para SanFran pedalando. Agora o que os reles mortais fazem é voltar de ferry. A travessia é igualmente legal, pois é mais um ângulo diferente da ponte a se observar. Quando o ferry se aproxima de Alcatraz, ele diminui a velocidade e passa bem devagar do lado da ilha para que todos os passageiros possam apreciar a vista da ilha de pertinho.

Um detalhe técnico muito importante pra você observar: o horário dos ferries de volta à SanFran. Existem duas linhas que operam o trajeto Sausalito - SanFran e elas te deixam em pontos completamente diferentes. A Golden Gate Line vai te deixar no Embarcadero e a Blue Line no Pier 41.

Como não prestei atenção a este detalhe, quando resolvi voltar pra SanFran, por volta de 15h, o próximo horário para o Pier 41, próximo daonde aluguei as bikes, era somente às 17h. Ou seja, tive que pegar o ferry para o Embarcadero. Até aí nenhum problema, se não fosse as perninhas cansadas de tanto pedalar. Eu quase morri pra chegar pedalando (com o vento contra) até o local da entrega das bikes!! Portanto, se você não quiser passar o mesmo aperto que eu, sugiro que fique de olho nisso aí.

Bem, é isso. Acho que consegui falar quase tudo sobre o rolé de bike por SanFran. O resto, só indo lá para conferir

=)

Leia mais sobre a roadtrip na Califórnia
Como montar seu roteiro pra Califa: uma ajudinha pra montar sua viagem
Santa Monica: primeira parada na Califa
San Francisco: segunda parada na Califa
O que fazer em San Francisco: prepare-se pra uma cidade especial! 
Monterey/Carmel: começando a roadtrip
Big Sur: o filé da roadtrip
Camarillo Outlet: no meio do caminho tinha um outlet!
San Diego: ultima parada na Califa (e uma das melhores)
Na estrada até Vegas: o deserto e Calico Ghost Town
Las Vegas: nossa roadtrip chegou ao fim


**Data da viagem: maio/2014




0 comentários:

Postar um comentário